quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Estratégia da Cabala - Parte II





O mesmo.

No processo Casa Pia, em maio de 2003, o Partido Socialista e a Maçonaria usaram a estratégia da cabala
. Essa estratégia consistia na denúncia de que as imputações de abusos sexuais de crianças eram absolutamente falsas, que as vítimas não eram as quarenta crianças orfãs de esfíncteres rasgados, mas os políticos e famosos, e de que existia uma espécie de golpe de Estado judicial contra o regime democrático. O tiro de partido foi a filtragem pelos socialistas para a SIC de que um juiz, Rui Teixeira, iria entregar no Parlamento um pedido de levantamento da imunidade parlamentar de Paulo Pedroso para que este fosse detido por alegados abusos sexuais de meninos. A estratégia da cabala baseava-se na strategia della tensione. Quando esta não resultou suficiente, ainda tentaram, sem sucesso, uma comissão de verdade e de reconciliação (ao modo da África do Sul) com o previsível corolário de poupar à prisão pedófilos que confessassem. No fim, viram-se forçados à habitual alteração da lei, com a redução de n abusos sobre a mesma criança a um só crime continuado.

Portanto, a Estratégia da Cabala - Parte II, a executar pelo PS e Maçonaria para proteger Sócrates e o sistema, terá o seguinte enredo:
  1. Denúncia de uma cabala da magistratura contra o Partido Socialista e o Estado de direito democrático. Isso implica vitimizar os vilões, desviando o debate da substância dos alegados crimes para dois fenómenos: a cobertura mediática, que eles próprios provocam ao filtrar informação para os média sobre locais e horas; para a questão marginal da forma da detenção, da medida de coação aplicada (prisão preventiva) e dos fundamentos da prisão preventiva, e do segredo de justiça que é violado descaradamente pelo lado da defesa. É uma campanha, orquestrada e ensurdecedora, protagonizada por figuras formalmente independentes, mas ligadas ao Partido Socialista: Marinho e Pinto e seus sucessores na Ordem dos Advogados, o advogado Magalhães e Silva, para simular uma unanimidade numa suposta indignação.
  2. Silenciamento dos primeiros elos (como lhe chamava Sciascia): o alegado testa-de-ferro de Sócrates, Carlos Manuel Santos Silva, e do motorista João Perna, aplicando-lhe o tratamento Charles Smith, e ainda do advogado Gonçalo Ferreira. Ainda que a pena de 17 anos e meio aplicada a Manuel Godinho no processo Face Oculta esteja a a assustar os colaboradores. Em casos do género é vulgar, quando algum servente quebra, retomar o seu controlo com promessas e entrega de sinal para a conta de algum familiar, utilizando uma tática salgada. Mas a entrega em mala tornou-se muito perigosa...
  3. Manobra sobre os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa, que vão receber o recurso da larga defesa de José Sócrates (provavelmente do escritório de Proença de Carvalho...) para que libertem rapidamente José Sócrates da prisão preventiva, recusando os motivos invocados pelo juiz Carlos Alexandre. Veja-se Sócrates até foi a Paris e regressou, demonstrando que queria voltar...
  4. Alteração da lei para garantir a impunidade dos arguidos.

A diferença de agora face a 2003 é de que são
empenhadas na queixa de cabala, personagens aparentemente independentes. Com efeito, desde António Costa - «Pá, talvez o teu irmão seja altura de procurar o [procurador João] Guerra» (21-3-2003, até Ferro Rodrigues, «Estou-me cagando para o segredo de justiça», até ao ex-ministro mais próximo colaborador de Sócrates, Vieira da Silva, as ligações perigosas são muitas.

Mas a falta de vergonha dos envolvidos nesta estratégia, políticos, editores dos média e opinadores, é a de sempre: lembraria a alguém nos EUA, em vez de discutirem os crimes de Bernard Madoff passarem a discutir a cobertura televisiva ou os motivos da sua prisão preventiva?... Neste caso, importa perguntar sistematicamente:
o problema são os 20 milhões de alegadas luvas que o primeiro-ministro Sócrates terá alegadamente recebido ou a cobertura mediática do caso?


Limitação de responsabilidade (disclaimer): José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, Carlos Manuel Santos Silva, detidos preventivamente por indícios de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada, João Perna, detido preventtivamente por indícios de branqueamento de capitais e fraude fiscal, e Gonçalo Ferreira, indiciado por branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada, todos arguidos na Operação Marquês, gozam do direito constitucional à presunção de inocência até ao trânsito em julgado de eventual sentença condenatória.
As demais entidades referidas nas notícias dos média, que comento, não são suspeitas ou arguidas do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade.

29 comentários:

Anónimo disse...

Evidentemente que Sócrates não será o elemento a defender. Interessa defender Sócrates, apenas porque se Sócrates for esventrado formalmente (para a grande maioria dos portugueses Sócrates é claramente um esbulhador), será apenas o primeiro. Depois de Sócrates, poderão vir muitos outros, desde Mesquita Machado, Narciso, Menezes de Gaia, Amado, Gama, Dias Loureiro, Campos pai e filho, Portas, Macedo e muitíssimos outros.

O maior problema do Sistema Soares (sim, porque Mário Soares é o pai de todo este entulho e do seu modo de vida) é a inexistência de crescimento económico. Se Portugal estivesse a crescer um pouco mais, já o português se esqueceria dos corruptos, pois teria a sensação que estava melhor, pois já podia trocar de telemóvel e de automóvel, de vez em quando.

Só que, o facto de Portugal não crescer, está directamente relacionado com um sistema corrupto em geral, e em particular na administração pública (central, autárquica e na generalidade das repartições de finanças, conservatórias, da segurança social).

O comboio partiu e apitou.

Anónimo disse...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=747671

O ex-presidente da República e histórico do PS Mário Soares foi hoje visitar o ex-primeiro-ministro José Sócrates ao estabelecimento prisional de Évora, onde se encontra em prisão preventiva por indícios de corrupção, branqueamento de capitais e fuga fiscal, avançaram várias estações de TV.
Soares chegou de surpresa e de semblante carregado e terá ripostado com palavras escassas e pouco cordiais aos jornalistas que se encontravam à porta do estabelecimento prisional.
Não estavam previstas visitas para hoje, uma vez que não se realizam naquele estabelecimento prisional às quartas-feiras.
«Isso não é consigo», «não vim aqui para falar consigo» e «o senhor não me mace» foram algumas das frases que Soares disse aos jornalistas que o questionavam sobre a visita.

Anónimo disse...

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/cm_socrates_tera_dividido_dinheiro_que_estava_no_bes_por_seis_bancos_e_gerou_o_alerta_nos_investigadores.html

Segundo o jornal, em 2010 José Sócrates repatriou os 25 milhões de euros que detinha no UBS, através de uma conta titulada pelo amigo Carlos Santos Silva. Contudo, devido aos rumores de problemas no Grupo Espírito Santo, Sócrates terá decidido no final de 2013 dividir este dinheiro por seis outros bancos: CGD, BCP, BPI, Deutsche Bank, Barclays e Montepio.

Foram estes movimentos que terão gerado o alerta nos investigadores para lançar a "Operação Marquês", refere o Correio da Manhã, dando conta que dos 25 milhões de euros transferidos para Portugal através do Regime Extraordinário de Regularização Tributária
(RERT), restam 20 milhões.

Anónimo disse...

Uma pergunta técnica: o património do "menino de ouro" e dos outros foi arrolado e poderá vir a ser confiscado, ou basta-lhes aguentar este período à sombra, com tratamento vip, para depois então gozarem as delícias do " je suis riche..." ?

Anónimo disse...

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/mario_soares_culpa_e_dos_malandros_que_estao_combater_um_primeiro_ministro_exemplar.html

"Todo o PS está contra esta bandalheira." O antigo Presidente da República lançou duras palavras aos jornalistas depois de sair de um encontro com José Sócrates na prisão de Évora.

"A campanha contra ele é uma infâmia. Uma malandrice daqueles tipos que actuam e que não fizeram nada", continuou o antigo Presidente da República nas declarações aos jornalistas, com acusações à actuação da Justiça e de alguns jornalistas, embora sem nunca as explicar de forma clara.

Para Mário Soares, José Sócrates está a ser tido como um "malandro" mas "nem sequer foi a tribunal".

O Super Padrinho disse...

O Padrinho Don Marioni,Pai de todos os Corruptos e todas as Corrupções em Portugal,foi em romagem a Évora.Após se inteirar das condições de vida do recluso,transmitir-lhe informações violadoras do segredo de justiça e concertar com ele todas as formas de perturbar o inquérito em curso,terminou a visita solicitando ao recluso uma contribuição para a Fundação.Justificadamente preocupado com o futuro da mesma caso seja objecto de uma investigação, o velho Padrinho regressou determinado a tudo fazer para não vir a ser a breve prazo o nº45 do citado Estabelecimento...o motorista que o conduziu foi criteriosamente seleccionado...é ex-aluno da Casa Pia....à porta,na plateia,encontrava-se um tal de Rui Mateus....

Anónimo disse...

Deviam perguntar ao Mário Soares porque é que as despesas lá de casa são pagas pela Fundação ... o frigorífico novo, p.ex.

Suite Presidencial disse...

Costa que a suite Presidencial de Évora já está a ser limpa e arrumada para acolher um novo hóspede vindo directamente de maca da Fundação...o sistema de respiração assistida já está instalado...Costa igualmente que o Hospital Central da Guiné Equatorial tem tudo a postos para acolher na sua ala psiquiátrica o Ilustre Paciente....

Anónimo disse...

A sanha dos retornados e descendentes contra Mário Soares é impressionante, acusam-no de todos os males pela descolonização. Se olhassem para o próprio umbigo...


Ps: nasci em Moçambique, sou filho de retornados, mas sempre tentei ter uma visão racional da vida, e tentar analisar a história tal como aconceteceu, e não repetir o mesmo papaguear que ouvia aos mais velhos.
Não me venham dizer que se as colónicas cotinuassem portuguesas, estariam agora com um desenvolvimento europeu... até Portugal sem os fundos da Europa seria uma Albânia...

ljer disse...

Gostaria saber em que grau de democacria se enquadra o Sr Mario Soares para ser diferente dos outros cidadãos deste país no acesso a qualquer hora ás visita ao seu amigo Socrates ?

Anónimo disse...


Se Sócrates está indiciado de corrupção, impõe-se perguntar: Quem são os corruptores?

A resposta a esta pergunta é urgente, a fim de evitar alarme publico.

O pretexto de guardar segredo de justiça não fundamenta a recusa da necessidade de resposta a esta pergunta.

Os portugueses exigem saber a identidade dos corruptores e de imediato!!!

Anónimo disse...

Pelos vistos, o Costa foi desautorizado pelo Capo Soares.
Se todo o PS está com o criminoso, resta ao Costa meter a viola no saco. Este havia garantido que separa a política da Justiça.
O PS nunca muda. Sempre corrupto, sempre sem vergonha e sempre manipulador.
O Isaltino e o Duarte Lima é que são corruptos.
O velho sarnento escapou à prisão com o mesmo esquema do Sócrates. Conseguia escolher o PGR e o presidente do MP.
O Carlos Alexandre que sente o velho corrupto na PJ para explicar que "campanha" é essa e quem lançou a "campanha".
Há que desmascarar este velho descarado.
Este traidor da pátria está habituado à impunidade total. O sistema corrupto que hoje corrói o país é em grande parte da sua autoria.

Anónimo disse...

"Ps: nasci em Moçambique, sou filho de retornados"

Não me digas que és goês? E chamas-te Costa? E és o Ghandi de Lisboa? Ou João Araújo?

Anónimo disse...

Fiquei desiludido. Pensava que Soares também visitasse o motorista João Perna. Afinal, o homem é vítima de uma injustiça ainda maior, uma campanha contra o patrão.

Anónimo disse...

Cada dia que chove, cada cheia em Lisboa.
O Costa anda entretido com o jogo partidário.
Para os problemas da cidade não tem solução. Nem para mandar limpar as sargetas.
Um rapaz competente para governar o país.
Portugal ficará alagado.

Anónimo disse...

Afinal, a Câmara de Lisboa está a tentar resolver o problema das inundações.
Acaba de criar um departamento onde vários fiéis de António Costa vão permanecer 24 horas por dia a rezar para que não chova.

Anónimo disse...

O Padrinho saiu do Panteão para ir de Carreta a Évora apoiar um criminoso.
Há melhor imagem para este Partido Socialista?

Anónimo disse...

Foi engraçado ver a extrema direita à espera do badameco às portas dos calabouços da polícia com bandeiras do PNR. Estavam ressentidos porque o Mário Machado foi condenado por ter publicado na net os recibos das transferências dos milhões do freeporco para as Ilhas Caimão, para as contas do tio Monteiro. Acusaram injustamente o pobre do Mário Machado, líder da extrema direita, de racismo, quando ele até é monhé.

Anónimo disse...

ao comentador das 26 de Novembro de 2014 às 16:15.

Moro no Norte do pais, e já passei dos 50, não me trate por tu.
Prof. Balbino infelizmente a sua luta contra a corrupção, arrasta também aqueles que usam o seu blog para outros fins.
Os spins não descansam para eternizar este governo, Depois das próximas eleições esta Direita vai mostrar a sua verdadeira face, a Democracia será apenas uma lembrança

lima disse...

A maçonaria depois de acordar os seus peões na CS, iniciou hoje uma campanha de grande agressividade e maior contundência.

O país precisa de quem o ama e não de quem o usa como instrumento dos seus interesses.

A família soares sente-se a salvo e acima de tudo e todos.

Avisem-me quando deixarmos, todos nós,de ser explorados por estes obesos senhores que, insaciáveis,devoram carne, ossos e vísceras das vítimas.

Anónimo disse...

Segundo o advogado do "engenheiro" trata-se de um processo político! Traduzindo: o "engenheiro" foi agarrado e vai levar mais com ele. 4 Crimes de corrupção em funções de 1º ministro, para mim já chega.

Anónimo disse...

O problema da matilha é que se o Carlos Alexandre continuar à pesca, atrás do nº 44 vem o 45, 46, etc.
O rol infindável de crimes do governo socialista implica que o pássaro que está na gaiola teve muita colaboração e distribuiu muita alpista.

Anónimo disse...

O dr. Daniel, batefundo do regime fedorento-soarista, veio chamar ao Juíz carlos Alexandre, o Juíz dos tablóides. O gangue do regime começa a tresloucar, e já perderam os esfíncteres. Temos aí um bom combate, pela frente.

Anónimo disse...

O antigo chefe da quadrilha afirmou que o nº 44 foi tratado como um cão. Pessoalmente, acho isso um luxo, dada a natureza da besta.
As leis são da autoria dos partidos políticos que as mudam a seu bel prazer e sempre que lhes convém. A lambisgóia Cunha e Sá não se lembrou de dizer isto ao pai da corrupção.
O curioso da situação é o velho mentecapto achar que o regime que construiu trata os cidadãos abaixo de cão, pois este criminoso tem tido tratamento vip+++.
Parece que o PS não é republicano como afirma. O que pretendem é uma monarquia e o regresso do direito divino.

A Mim Me Parece disse...

Porque é que a generalidade das jornalistas dos quatro canais de televisão desde ontem se vestem de negro? Estão todas de luto? Estou pasmo, não as sabia tão filósofas.

Anónimo disse...

Essa é uma constatação que todos fazemos. Eu chamo-lhes as viúvas do socretinismo.

Anónimo disse...

"As dívidas do Estado) não são para se pagar...foi assim que eu aprendi"
Recluso 44

Pudera. A meter o dinheiro dos portugueses em offshores, como é que havia de pagar as dívidas...

Anónimo disse...

Encontrei esta gira da visita ao socas:

http://i.gyazo.com/32bd08b42ad53dd1e942676ec8c6bd38.png

Anónimo disse...

Em Évora sabe-se que a comida para o Sousa é fornecida por um restaurante local.