sábado, 19 de julho de 2014

O caso Lurdes Rodrigues e o efeito pedagógico-político da pena de prisão


ABC (julho de 2014). Porta de ferro. Ponte de Lima.

«Omnia tempus habent, et momentum suum cuique negotio sub caelo» (Ecl 3: 1).


Enquanto a ex-ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, num processo cujos factos são cristalinos, goza com a acusação do Ministério Público (Expresso,17-7-2014) a si e outros co-réus, demonstrando uma vez mais o desprezo a que vota o Estado de direito, é indispensável ler o poste do José, na Porta da Loja, de 18-7-2014, «Prisão para Maria de Lurdes Rodrigues. Efectiva. Assim se fará Justiça».

20 comentários:

Anónimo disse...

E, a ser assim, qual a pena de prisão para os "ladrões" do BPN? Só uma, prisão perpétua!...

Tem a palavra o José Porta da Loja e o Dr ABC. Mas em relação a este roub andam um pouco esquecidos.

Anónimo disse...

Não se podem exercer cargos públicos, e terem-se vícios privados (à maneira do Granadeiro, que cravou a PT com 900 milhões do espírito santo, a Lulu adjudicou os serviços do amigalhaço e comparsa Pedroso)!

Anónimo disse...

O caso do BPN está mais que explicado.
A explicação é que não casa com as mentiras do xuxialismo.
Pergunte ao Sócrates e capangas porque nacionalizaram o prejuízo do banco. Eles sabem melhor que ninguém.
Como diz o Letria,procurem nos offshores do Sócrates e eu acrescento nas contas do partido.
Como dizia o pré-bancarrota Guterres,é só fazer contas.

Anónimo disse...

Isto também deveria dar cadeia ao Sócrates, ou então o Sócrates pagar das suas offshocrates os estádios do Euro 2004.

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/desporto/detalhe/se_fosse_hoje_o_estadio_de_leiria_nao_seria_construido.html

"Se fosse hoje o Estádio de Leiria não seria construído"

O POLVO ALEGRE disse...

http://www.novoadamastor.blogspot.pt/2014/07/alegacoes-finais-julgamento-manuel.html

Joao Antunes disse...

Socrates e Teixeira dos Santos? Sim, perpetua para o primeiro. O outro é inimputavel. Ou sera ao contrario?

Anónimo disse...

No Brasil como cá.
A diferença reside no facto de não haver denúncias por cá.

http://www.youtube.com/watch?v=wvCluNRVcsg

Anónimo disse...

Para que os portugueses não esqueçam.

http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=907C2214-C0A2-4134-A5B6-8E9CC8619CA8&h=11

Anónimo disse...

E ainda nõa vi aqui ninguém falar dos "ladrões" do BPN.
Por que será?

Anónimo disse...

Falar, fala-se, mas só a verdade.
Se queres ler mentiras, vai aos blogues do partido quadrilha.

Anónimo disse...

Tem aqui uma vigarice maior que o BPN. Divirta-se.

"Mãos à obra! É essencial para o saneamente do país descobrir quem foram os ladrões que saquearam a economia nacional de um modo inaudito, nos últimos anos. O BPN ao pé disto é uma brincadeira de crianças mimadas e nutridas a laranjada.
Ah! Não é o Rosário Teixeira quem pode investigar esta coisa gigantesca e ao mesmo tempo singular e simples. Não pode porque já demonstrou que não consegue fazer tal coisa."

http://portadaloja.blogspot.pt/2014/07/caso-bes-os-obituarios.html

Anónimo disse...

O anónimo das 15:01 anda à procura dos ladrões do BPN. Alguns já são conhecidos mas se falar com o chico bandeira e & poderá ficar muito mais informado.

Anónimo disse...

De facto, a comandita do Oliveira e Costa custou aos contribuintes, 8 biliões de euros.

Contudo, tem que se perguntar o seguinte:

Porque custou 8 biliões de euros ao contribuinte, o BPN?

Porque o Governo português de 2010-1, decidiu NACIONALIZAR o banco. As responsabilidades do custo de 8 mil milhões de euros é do Governo Sócrates, que decidiu nacionalizar o banco.

Se o Governo Passos-Portas decidir nacionalizar o BES, o custo para o contribuinte será de mais de 20 biliões de euros. Aguardemos, e esperamos que o disparate e o saque não voltem acontecer no Caso BES, como aconteceu no Caso BPN.

Anónimo disse...

Que se poderia esperar de uma ex-misnistra "sinistra" que disse que os gastos megalómanos nas escolas, que todos agora vamos pagar, foram uma festa?
É o descaramento em pessoa, mas poderei acreditar na justiça se chegar a hora de ela pagar pela arrogância!

Anónimo disse...

O actual governo não vai "nacionalizar" oficialmente vai lhe dar outro nome que vai dar ao mesmo.
Continuo a dizer os grandes detentores do capital e centros de decisões são da Direita e não da Esquerda.
Os da Esquerda conseguem tachos, etc, mas nunca vão mandar no País.

Anónimo disse...

Se os de Esquerda se contentam com os tachos que a Direita arranja, diz que a dita Esquerda é tão ou mais merdosa do que a Direita.

Não queremos que o Estado português nacionalize o BES, tal como o fez com o BPN. Os prejuízos privados devem ser os privados a suportar.

O Vígaro Sócrates esteve ontem muito preocupado com os impactos do BES e diz que está muito surpreendido com o desfecho. Pode ser que um dia o Vígaro seja também surpreendido por um Procurador patriota.

Anónimo disse...

A nacionalização do BPN foi aprovada na Assembleia da REpublica por que partidos?

Anónimo disse...

A maioria PS apenas.Ou seja,o partido quadrilha.

Anónimo disse...

Essa diarreia de colocar sempre o odioso numa direita que não existe é ridículo.
Depois do golpe de 25 passaram 40 anos de desmandos a caminho do socialismo,como manda a constituição.
Gente pindérica fez fortunas enormes,a começar pelo Soares.
Não temos um único partido de direita no parlamento e temos dois partidos comunistas.
Mas,a direita é que é culpada e tem que pagar o pato.
Arranje um cérebro!

Bmonteiro disse...

E que dizer dos 2.5 milhões das Finanças do PM, para um antigo sócio na Tecnoforma? 2.5 ME para 'tratar' dos arquivos dos antigos Governos Civis?
Vale a pela andar atrás da antiga ministra de Sócrates?