terça-feira, 15 de julho de 2014

A Operação Maria João Rodrigues

«No life, no life without a fall». 
                                                     Madrugada (1999). Salt.


Está em curso uma operação para colocar Maria João Rodrigues como comissária europeia. É uma operação montada por Durão Barroso com a colaboração da fação ferrosa do PS. Passos e Seguro são vistos neste filme, como os otários de serviço.

Um pouco de história recente - aquela que se vai agora apagando da net no disparatado «direito ao esquecimento», uma eutanásia seletiva de factos incómodos apesar do efeito Streisand, como dantes se queimavam os livros.

Maria João Rodrigues é filha de Joaquim Ângelo Caldeira Rodrigues, ligado aos movimentos comunistas no pós-II Guerra Mundial e depois militante do MDP, nomeado presidente da Câmara Municipal de Lisboa, cargo que desempenha entre agosto de 1974 a novembro de 1975. A filha sai mais à esquerda. No ISCTE, onde cursa Sociologia (what else?) era a controleira do MRPP. E no ISCTE, depois de doutoramento em Economia em Paris, se inscreve na fação ferrosa do socialismo (Ferro, Vieira da Silva, Pedroso). Com a vitória de Guterres em 1995 ascende a ministra da Qualificação e Emprego onde fica até 1997. Fica como consultora dos governos socialistas e é recuperada pelo seu ex-correlegionário para sua colaboradora na Comissão Europeia («conselheira especial») e se faz notar como «mãe da Estratégia de Lisboa» (sic!) apresentada no Conselho Europeu de março de 2000. Esta estratégia megalómana da presidência Guterres da União Europeia queria fazer da União, em dez anos, «a mais dinâmica e competitiva economia do mundo baseada no conhecimento», com «crescimento económico sustentado com mais e melhores empregos e maior coesão social», e redundou num fracasso gigantesco: crise económica, maior desemprego, estagnação da despesa em Investigação e Desenvolvimento (1,82% do PIB em 2000 e 1,9% em 2008), maior desagregação social.

Durão Barroso, de saída de Bruxelas,  consegue colocá-la em março de 2014 como número dois da lista de candidatos socialistas ao Parlamento Europeu, em aliança com a fação ferrosa do PS. Seguro não percebe a tramóia e aceita-a. O objetivo de Durão e de Ferro era dar-lhe visibilidade para a catapultar para comissária europeia. Durão quer manter um braço seu na nova comissão, uma forma de ainda exercer alguma influência política; e a fação ferrosa quer fazer de MJRodrigues a sua agente em Bruxelas.

Dirá o leitor, desconfiado, da conjetura, que é de esperar que o comissário português, que é indicado pelo Governo, pertença à sua área política - Portas, aliás, queria muito o lugar. E até consta que, antes da urgência Sócrates-Ricardo Salgado, esteve feito o acordo entre o PS e o PSD para despachar António Costa como comissário para Bruxelas, o que este teria aceite.

Todavia, se Passos quer pôr, Durão dispõe. Para conseguir a eleição do democrata-cristão Juncker como presidente da Comissão, acordou-se a paridade no órgão entre populares e socialistas e entre homens e mulheres. A Portugal, por manobra de Durão, parece que saíu esta fava: o lugar de comissário tem de caber a alguém socialista e mulher. No perfil indicado, só faltou pôr uma fotografia de mulher alta, cabelo maoísta e ar misógino...

Todavia, mesmo a fava se pode escolher. Não tem de ser uma maoísta, por dentro e por fora. No PS, há, por exemplo, Elisa Ferreira, que também tem experiência governativa e internacional de relevo; e no PSD, por exemplo, Isabel Mota.

A campanha que por aí vai na imprensa - de uma ponta à outra, onde chega a influência do socratismo e também a de Durão - até envergonha quem a faz, de tão explícita e destacada é... Não é necessário lincar as primeiras páginas e o charivari de entrevistas, op-eds e artigos a lembrar da urgente necessidade do Governo Português decidir rapidamente e por ela, a única candidata possível.

Não tem de ser assim. Passos não é parvo e Seguro tem de romper o compromisso com os ferrosos que o cercam e querem lugares, desde a presidência da Assembleia (para Ferro) e a comissaria europeia e agora a Rodrigues para comissária. E mesmo que Seguro não se liberte do poder socratino-ferroso, por que motivo Passos abdicaria de nomear alguém da sua confiança para comissário europeu?...

44 comentários:

Anónimo disse...

A Maria João é do PS, não é? Portanto, para o Dr ABC não vale nada, é para abater. Se fosse do seu partido, o PSD, era extraordinária e tinha o lugar garantido.
Ainda estou à espera de ver o Dr Abc a não mandar abaixo um socialista que seja quando o seu nome aparece para qualquer missão.
Do PSD são todos bons...
Apre que é demais.

Anónimo disse...

Em tempos, numa multinacional americana havia alguém no seu Board, que era simultaneamente, mulher, gay, negra e deficiente. De uma penada, ficaram preenchidas todas as quotas. É o politicamente correcto no seu mais evidente descaramento. Com estas e outras, a Europa acentua o seu declínio. O que vai valendo à Europa do Norte é a força e a energia de Frau Merkel, que como um panzer passa por cima de tudo e de todos. Quem se põe a jeito....

A Rodrigues é mais uma que usufruirá do poderzinho de Bruxelas, e dará guarida aos Pedrosos nacionais. Triste povo este, o português!

Anónimo disse...

Graças a Deus, está a chegar o dia da União Angolana-Lusitana, sob a liderança do Camarada Eduardo dos Santos.

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/banca___financas/detalhe/bes_tem_em_risco_3000_milhoes_de_emprestimos_ao_bes_angola.html

Além da posição de capital, avaliada em 670 milhões, o BES emprestou 3.000 milhões ao BESA. Esta exposição pode estar em risco com a tomada de controlo angolana. Luanda procura solução que não prejudique BES.
O Banco Espírito Santo está em risco de perder cerca de 3.000 milhões de euros de apoios de liquidez concedidos ao BES Angola.

Anónimo disse...

Esta Maria João Rodrigues falhou como governante. Não lhe reconheço quaisquer atributos. É a prova acabada de que a politica é povoada por mediocres. O que é isso de ser licenciada ou doutorada em Sociologia? Sociologia é algum curso ou será recurso? Portugal está cheio de sociólogos e politógos. Para que servem ? Pura e simplesmente, para nada...

Anónimo disse...

http://www.publico.pt/economia/noticia/livro-sobre-salgado-relata-influencia-do-dono-disto-tudo-na-politica-e-nos-negocios-1662918

Apesar da relação exímia com todos os governos, "com nenhum outro primeiro-ministro [Salgado] teve uma relação tão próxima como com José Sócrates", lê-se no livro, que constata as posições próximas em vários temas, como o fomento da economia pelas grandes obras públicas.

Salgado também elogiou por várias vezes o executivo de Passos Coelho, mas a relação teve percalços, caso do recado enviado pelo ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar, em Junho de 2013. "Vítor Gaspar entrou na reunião com a Associação Portuguesa de Bancos a pés juntos: 'Se eu fizesse declarações sobre a dívida do BES tinha muito a dizer', avisou, num tom claro, duro e incisivo, perante os 15 responsáveis convocados para o encontro no Ministério das Finanças", contam as autoras.

O governante tinha ficado incomodado com as declarações de Salgado sobre a sustentabilidade da dívida de Portugal. Apesar de Salgado não estar na reunião, sendo representado pelo seu braço direito, Amílcar Morais Pires, a mensagem de censura chegou-lhe rapidamente e levou-o a ligar ao então ministro a explicar-se.

Anónimo disse...

O livro recorda ainda amigos e aliados de Salgado, como Mário Soares, que se empenhou no regresso de famílias como a Espírito Santo a Portugal, ou Francisco Balsemão, que nos anos 1990 chegou a levar o banqueiro a reuniões do grupo de Bilderberg, que junta a elite política e empresarial mundial, antes de se zangarem e esfriarem a relação.

A Cota disse...

A Rodrigues é maoista,ferruginoso/sócretina,barrosã,brochelense e incapaz de distinguir uma baca de um voi...preenche todas as cotas e mais uma...é o pau mandado certo para o pote rapar.Percebe tanto da poda que até inventou uma estratégia redondamente falhada.Melhor só o Ricardo ou o Zé Vigaro.Ou o saudoso Lopes da Mota.Se Passos e Seguro caírem no conto do vigário enlouqueceram definitivamente e arrepender-se-ão amargamente depois.

Anónimo disse...

Mas o PP, que se diz querer muito esse lugar, esse sim tem uma cabeleira como a do Mao e não pode ser acusado de falta de misoginia.

Anónimo disse...

Pobre do país que só tem esta senhora para comissária! Uma desgraça, uma vergonha uma tristeza imensa.

Anónimo disse...

O aeroporto da Maria João Rodrigues.

http://expresso.sapo.pt/aeroporto-de-beja-perdeu-o-seu-unico-voo-comercial=f878134

Aeroporto de Beja perdeu o seu único voo comercial
Os voos charters entre Paris e Beja estavam prometidos durante todo o verão e o mês de outubro. Foram agora cancelados.

A decisão de acabar com as viagens surpreendeu os responsáveis do turismo alentejano. De um total de 24 voos previstos (entre partidas e chegadas), foram realizados apenas oito. Desde o dia 16 que não aterra qualquer avião comercial em Beja.

Os turistas franceses, que inicialmente estava previsto viajarem até ao aeroporto do Baixo Alentejo, têm aterrado no aeroporto de Lisboa e seguem viagem até ao complexo turístico de Troia.

Anónimo disse...

http://expresso.sapo.pt/americo-amorim-apanhado-na-queda-do-ges=f881330

Américo Amorim está na lista dos detentores de papel comercial do Grupo Espírito Santo, em sérios riscos de incumprimento devido à situação financeira que o grupo atravessa. O homem mais rico de Portugal investiu em papel comercial através da sua holding pessoal, confirmou o Expresso junto de fonte próxima do empresário. Esta situação faz com que o eventual "buraco" do investimento de Amorim não afete nenhuma das empresas que controla ou onde tem participações relevantes, nomeadamente a Corticeira Amorim, Galp Energia, Banco BIC ou Banco Popular.

Anónimo disse...

http://expresso.sapo.pt/americo-amorim-apanhado-na-queda-do-ges=f881330

Surgiu envolvido no negócio corrupto de aquisição de submarinos aos alemães, foi fundamental na operação Furacão, ainda responsável pelo abate ilegal de sobreiros que permitiu o negócio imobiliário da “Vargem Fresca”.
Na recente privatização da EDP, traficou influências a favor dos chineses, que assessorou no processo.
Também além-fronteiras o BES estende os seus tentáculos. Foi o banco principal no processo Mensalão, caso de podridão política no Brasil.
Está na mira das autoridades espanholas, acusado de ocultar informação relevante.
Os seus negócios multimilionários com o fundo de petróleo de Angola são investigados.

Com tantos negócios escuros (por natureza os mais rentáveis), torna-se incompreensível que o GES tenha dificuldades. Das duas, uma: ou há de facto problemas graves e tal é sintoma duma gestão suicida; ou não há, e estão a mentir-nos, para justificarem o esbulho de mais recursos aos contribuintes.

Por Paulo de Morais

Anónimo disse...

A Fazenda da Segurança Interna é da família do Luís do Maoismo tuga?

Anónimo disse...

Sinais dos tempos:

- 8 de junho, a maçonaria regular viu a Santa Sé a servir de palco à oração "multicredos" pela paz na Terra Santa.

- 8 de julho, começa a loucura na Terra Santa que já ultrapassou os 200 mortos.

Anónimo disse...

Quando é que fecham politécnicos e quejandos?

Anónimo disse...

Quando Portugal fechar, e o grande líder Eduardo dos Santos assumir a continuidade da tugolandia. Logo, logo a seguir, fecharão os politécnicos.

Anónimo disse...

O Eduardo será um dos primeiros a tombar.O que o mantém no poder é o medo do day after.

Entretanto,as elites corruptas portuguesas arranjarão outro facínora a quem vender os despojos da pátria.Alguém com olhos oblíquos.

Anónimo disse...

Nada como passar a responsabilidade para ....os mortos!

http://expresso.sapo.pt/pressionado-pela-marinha-antonio-vitorino-passou-a-bola-a-veiga-simao=f881490

O antigo ministro lembrou ainda que, à época, a Marinha tinha três submarinos, mas apenas dois estavam operacionais. "O terceiro era fonte de peças para os outros", disse, lembrando ainda que, segundo a Armada, esses equipamentos atingiriam a sua vida útil em 2001. Foi por isso que, tal como disse esta manhã aos deputados, António Vitorino decidiu manter as prioridades definidas na Lei de Programação Militar de 1993 na qual foi pela primeira vez inscrita "a substituição da capacidade submarina". Até aí falava-se em "modernização".

Vitorino acabaria por deixar o Governo sem lançar o respetivo concurso internacional, o que só viria a ser feito pelo seu sucessor, José Veiga Simão, falecido a 3 de maio deste ano, ainda na vigência do XIII Governo Constitucional liderado por António Guterres.

"Em 1998, o Governo de que eu já não fazia parte abriu um concurso atípico para submarinos novos ou usados, portanto as duas hipóteses mantiveram-se sempre em aberto. Não optei por uma ou por outra", reforçou.

Anónimo disse...

Será que o Relvas está a negociar a venda dos Açores aos chineses?

http://expresso.sapo.pt/presidente-chines-de-visita-aos-acores-durante-oito-horas=f881464

O Presidente chinês Xi Jinping fará uma escala na ilha Terceira durante oito horas no próximo dia 24.

Já no ano passado, o primeiro-ministro chinês fez uma inesperada escala técnica na Terceira, também no regresso da América Latina, ocasião que aproveitou para "confraternizar" com a população local, sentando-se num café e conversando com as pessoas.

A sua visita foi interpretada na altura por analistas americanos como um potencial interesse chinês nas Lajes.


Anónimo disse...

O Relvas,ahaha!

A xuxaria vê-se sem armas de arremesso e sempre no meio de escandaleiras de corrupção lesa pátria,então vira-se para Isaltinos e Relvas,figuras sem relevo algum.Corruptos de terceira categoria que nunca estiveram nos mais altos cargos do estado.
Se tivessem vergonha nas fúcias,calavam-se.
O socialismo corrupto,em termos de segundas figuras continua a bater por muitos qualquer outro partido,com a sua legião de Varas,Fernandos Gomes,Lellos,etc.

Uns comediantes!

Anónimo disse...

E o Narciso de Matosinhos, que gosta tanto de um belo IPhone 5, coitado, ele só queria um telemóvel de jeito, mais nada....

Anónimo disse...

E toda aquela seita de pedófilos que é a maior vergonha desta republiqueta, deixá-los em liberdade e a ocupar cargos políticos como se nada fosse.
A presidência da AR já é tradição estar entregue a essa inominável canalha ferrugenta.

Socorro Infantil disse...

Socorro!!!O Juncker quer estabelecer o Rendimento Minímo Garantido em toda a UE.Não é a Rodrigues II a próxima Kumissária.É o Paulo P. grande especialista no Abuso Garantido às Criancinhas!!!!

Anónimo disse...

O Juncker é um pau mandado da Frau Merkel. Agora, como quer o tacho diz o que fará e o que não fará. Depois, Frau Markel dá-lhe com o pau, e o Jean Claude baixa o rabo.

Anónimo disse...

http://www.americaeconomica.com/index.php?noticia=18599&name=MERCADOS%20Y%20FINANZAS

La conexión Banco Espírito Santo – PDVSA

Cuando la banca internacional ponía trabas y peros para financiar los nuevos proyectos de expansión de Pdvsa en Venezuela y en la región, el Banco Espírito Santo, el más antiguo y emblemático de Portugal, nunca negó su apoyo. La entidad ha mantenido excelentes relaciones con altos cargos del gobierno. Prestó más de 4.500 millones de dólares para el proyecto Jose 250 en Monagas, con el cual se prevé aumentar la explotación del gas a partir de 2015 y también firmó como avalista de Pdvsa en la construcción de la refinería de Pernambuco que procesará 280.000 barriles diarios de Brasil y Venezuela, como recuerda Konzapata.com.

Ayer El País de Madrid señalaba que de las deudas conocidas, “solo se sabe que con Portugal Telecom la deuda es de 900 millones y con Petróleos de Venezuela en torno a 1.200. Todo esta confusión está incidiendo en el Banco, que tienen el 20% del mercado nacional y más del 37% de los préstamos empresariales”.

El que fue el banco más sólido, tradicional y familiar de Portugal ya ha transformado su modelo de negocios en los últimos años. La entidad salió a la conquista de plazas internacionales donde las excolonias portuguesas, España y Venezuela eran los mercados más apetecibles.

La familia de propietarios han puesto la entidad en riesgo por sus inversiones particulares. En Angola se ha descubierto un paquete 6.000 millones de euros por préstamos de dudoso cobro, irregularidades por más de 1.300 millones y problemas con Hacienda y la justicia.

Anónimo disse...

Quem foi o intermediário entre Chavez e Ricardo Salgado?

Anónimo disse...

Alguém preocupado com a tortura em democracia,presumo.

Anónimo disse...

Sempre rumo ao socialismo.
Agora,finalmente,a socialização do ar:

http://edition.cnn.com/2014/07/11/travel/venezuela-airport-air/

Anónimo disse...

Professores desocupados dos Politécnicos, enfim.

Anónimo disse...

A combater o socialismo serôdio. Seguindo o exemplo de Narciso, o Socialista de Matosinhos, TODOS DEVEMOS TER UM I PHONE 5. Só assim se cumpre o socialismo para todos.

Anónimo disse...

Ó Dr ABC ouvi em conversa de caserna que o Passos Coelho pensou no DOUTOR Relvas para o cargo. Este como é do seu partido é de aceitar. Não acha?

Anónimo disse...

"Pensou".
A xuxaria até tem polícia do pensamento.Ehehe!

Falta no currículo desse trafulha do Relvas,a Casa Pia.Caso assim não fosse,era recebido em ombros na AR pelas bancadas xuxa e comuna.

Anónimo disse...

Oh Prof. Caldeira,

Ouvi há bocado, na Feira da Malveira que o Eng. Técnico Sócrates é um putativo Comissário Europeu, mesmo antes de adquirir uma qualquer tese de doutoramento, manuscrita por um investigador do Iscte.

Anónimo disse...

A propósito de Sócrates, parece que está de malas feitas para Caracas, onde deverá ocupar um lugar na administração da Pvdsa. Finalmente, um cargo à sua medida.

Anónimo disse...



AI SE PASSOS COELHO FOSSE HONESTO ! Por Joaquim Letria Se Passos Coelho começasse por congelar as contas dos bandidos do seu partido que afundaram o país, era ......hoje um primeiro ministro que veio para ficar. Se Passos Coelho congelasse as contas dos off-shore de Sócrates que apenas se conhecem 380 milhões de euros (falta o resto) era hoje considerado um homem de bem. Se Passos Coelho tivesse despedido no primeiro dia da descoberta das falsas habilitações o seu amigo Relvas, era hoje um homem respeitado. Se Passos Coelho começasse por tributar os grandes rendimentos dos tubarões, em vez de começar pela classe média baixa, hoje toda a gente lhe fazia um vénia ao passar. Se Passos Coelho cumprisse o que prometeu, ou pelo menos tivesse explicado aos portugueses porque não o fez, era hoje um Homem com H grande. Se Passos Coelho, tirasse os subsídios aos políticos quando os roubou aos reformados, era hoje um homem de bem. Se Passos Coelho tivesse avançado com o processo de Camarate, era hoje um verdadeiro Patriota. Se Passos coelho reduzisse para valores decimais as fundações e os observatórios, era hoje um homem de palavra. Se Passos Coelho avançasse com uma Lei anti- corrupção de verdade doa a quem doer, com os tribunais a trabalharem nela dia e noite, era já hoje venerado como um Santo...etc. etc. etc. MAS NÃO !!!! PASSOS COELHO É HOJE VISTO COMO UM MENTIROSO, UM ALDRABÃO, UM YES MAN AO SERVIÇO DAS GRANDES EMPRESAS, DA SRA. MERKEL, DE DURÃO BARROSO, DE CAVACO SILVA, MANIPULADO A TORTO E A DIREITO PELO MAIOR VIGARISTA DA HISTÓRIA DAS FALSAS HABILITAÇÕES MIGUEL RELVAS, E UM ROBOT DO ROBOT SEM ALMA E CORAÇÃO, VITOR GASPAR.











AI SE PASSOS COELHO FOSSE HONESTO !
Por Joaquim Letria
Se Passos Coelho começasse por congelar as contas dos bandidos do seu partido que afundaram o país, era ......hoje um primeiro ministro que veio para ficar.
Se Passos Coelho congelasse as contas dos off-shore de Sócrates que apenas se conhecem 380 milhões de euros (falta o resto) era hoje considerado um homem de bem.
Se Passos Coelho tivesse despedido no primeiro dia da descoberta das falsas habilitações o seu amigo Relvas, era hoje um homem respeitado.
Se Passos Coelho começasse por tributar os grandes rendimentos dos tubarões, em vez de começar pela classe média baixa, hoje toda a gente lhe fazia um vénia ao passar.
Se Passos Coelho cumprisse o que prometeu, ou pelo menos tivesse explicado aos portugueses porque não o fez, era hoje um Homem com H grande.
Se Passos Coelho, tirasse os subsídios aos políticos quando os roubou aos reformados, era hoje um homem de bem.
Se Passos Coelho tivesse avançado com o processo de Camarate, era hoje um verdadeiro Patriota.
Se Passos coelho reduzisse para valores decimais as fundações e os observatórios, era hoje um homem de palavra.
Se Passos Coelho avançasse com uma Lei anti- corrupção de verdade doa a quem doer, com os tribunais a trabalharem nela dia e noite, era já hoje venerado como um Santo...etc. etc. etc.
MAS NÃO !!!!
PASSOS COELHO É HOJE VISTO COMO UM MENTIROSO, UM ALDRABÃO, UM YES MAN AO SERVIÇO DAS GRANDES EMPRESAS, DA SRA. MERKEL, DE DURÃO BARROSO, DE CAVACO SILVA, MANIPULADO A TORTO E A DIREITO PELO MAIOR VIGARISTA DA HISTÓRIA DAS FALSAS HABILITAÇÕES MIGUEL RELVAS, E UM ROBOT DO ROBOT SEM ALMA E CORAÇÃO, VITOR GASPAR.

Anónimo disse...

A garantia de que será Angola a assumir a BESta.

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/banca___financas/detalhe/banco_de_portugal_nao_espera_impacto_negativo_no_bes_com_incerteza_na_filial_angolana.html

"O Banco de Portugal não antecipa um impacto negativo relevante na posição de capital do BES resultante da situação financeira da filial BES Angola (BESA)", indicou o governador na audição desta sexta-feira, 18 de Julho, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública.

Há uma garantia do Estado angolano que "cobre uma parte substancial da carteira de crédito", assegurou Carlos Costa na sua intervenção pública. O Estado angolano terá uma garantia de 70% da carteira de crédito da instituição naquele país africano. Mas o BES terá aí empréstimos de 3.000 milhões de euros em risco. O Negócios já escreveu que os angolanos poderão vir a assumir a filial.

Anónimo disse...

O Joaquim Letria ainda é vivo?

Anónimo disse...

Parece que sim. e o seu fiel ajudante de campo, Carlos Mota também.

Em tantos anos que apoiou o maior ladrão da História, o homem que mais roubou o país, Don Mário Corleone, o sr Letria podia também ter-se tornado pessoa de bem,
Mesmo nesta arenga cripto-socialista recusa-se a referir esse vigarista.
Esta aletria nunca chegará a macarrão.

Anónimo disse...

Mota? O mesmo que era motorista do Sr. Televisão? Que dizia que era tão pedófilo como o Sr. televisão? (situação em que não mentiu...).

Anónimo disse...

http://www.reuters.com/article/2014/07/18/portugal-bes-angola-idUSL2N0PS1UQ20140718

In BES saga, the Angolan connection emerges from silence

BESA has links to the Angolan ruling elite.

The Angolan bank was set up in 2002. Two years later, BES sold 19 percent of BESA to GENI, controlled by Isabel dos Santos, the president's billionaire businesswoman daughter.

In 2009, it sold 24 percent of the Angolan unit to Portmill, a company linked to Angolan Vice-President Manuel Vicente and General Manuel Helder Vieira Dias Jr. "Kopelipa", a military adviser to Dos Santos and powerful figure in Angolan politics.

Apparently seeking to deflect any suggestions that loans conceded by BESA might have involved political favouritism, Massano told parliament: "I can say we didn't identify elements indicating any favouring of credit to specific citizens or entities, ... We have debtors here from all levels".

But while saying customers' deposits with BESA were not at risk, Massano made no mention of the guarantee extended by the Angolan state in December, and reported by BES, to cover 70 percent of the loan portfolio of the Angolan affiliate.

In its 2013 accounts report published this week, BESA said the Angolan state guarantee, granted on the last day of 2013 and lasting 18 months, covered $5.7 billion of loans out of a total of $8.1 billion.

Bank of Portugal Governor Carlos Costa said the Angolan guarantee helped to eliminate uncertainty.

Anónimo disse...

http://www.businessweek.com/news/2014-07-18/portugal-tests-santander-s-interest-in-bes-el-economista-says

Portugal Tests Santander’s Interest in BES, El Economista Says

Portugal’s central bank is sounding out Spain’s Banco Santander SA and Portuguese lenders to gauge their interest in investing in Banco Espirito Santo SA, El Economista newspaper reported.

The Bank of Portugal has contacted Banco Comercial Portugues SA and Banco BPI SA about helping to bolster BES’s capital, the Spanish newspaper said today, citing people close to the regulator it didn’t identify. A spokesman for Santander, who asked not to be identified in line with its policy, declined to comment by phone today.

Anónimo disse...

Admira-me, ou talvez não, o Dr ABC não referir aqui, e de forma retumbante, a armadilha que o Crato armou aos professores que vão ser sujeitos a exame de avaliação.
Isto não se faz!...

Anónimo disse...

A única armadilha que vejo é a que os comunistas e socialistas armaram ao povo português ao tornarem o professorado uma agência de empregos de luxo à conta da pobre população e do endividamento.
Toda a gente é avaliada nas suas profissões.Esses parasitas também o devem ser,a começar pelo comissário político que o PC colocou no sindicato e que já nem sabe dar aulas,se alguma vez o soube.

Anónimo disse...

Portanto, este exame, de foguetão, como lhe chamou o MarquesMendes, fabricado pelo Crato está correto?