sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Nasceu o Partido Soares-Sócrates

Foi criado o partido Soares-Sócrates («"alternativa política" de esquerda "Pela Dignidade, pela Democracia e pelo Desenvolvimento"»), em 17-12-2013, para partir a espinha a António José Seguro e recuperar o domínio sistémico total do PS.

O movimento é para as eleições europeias e conta com o alibi de frente de esquerda, a cabeça de cartaz do pretenso intelectual burguês ex-sindicalista Carvalho da Silva (a reincidência de Soares em fazer dele o Lula português já tresanda...), um socratinizado Daniel Oliveira como operacional para os média e a tática populista de Beppe Grillo que Soares vem desempenhando e instrumentalizando Ricardo Araújo Pereira para o... socratismo?!...).

Mas, se correr bem o neopartido continua p'à quebrá, de derrota de Seguro em derrota de Seguro, até à vitória interna de Sócrates - que António Costa quer é ser Presidente. O neopartido não quer ganhar as eleições europeias, apenas dividir o PS troikano. No fim do processo, é tudo federado no PS socratino radical, seguindo o modelo da Plataforma de Esquerda que foi engolfada maioritariamente pelo guterrismo.

Seguro está condenado com a sua estratégia de neutralidade tem-te-não-caias face ao socratismo. O cerco mediático através do clown hype de Soares e da colocação, na RTP e noutros meios controlados por editores de confiança, de peões sistémicos (José Sócrates, Vítor Ramalho, Pedro Adão e Silva, Pedro Silva Pereira, Pedro Marques Lopes, etc.), esganá-lo-á. 

15 comentários:

Anónimo disse...

O PS é um partido importante para a democracia.

É triste que esteja nesta estado lastimável.

Mas não há solução à vista nos próximos anos. Mais futuro teria o PSD com Rui Rio ou Paulo Rangel. E o CDS sem Portas.

Anónimo disse...

Os partidos estão tomados por lobbies:

- Escritórios de advogados;
- Empresas do PSI 20;
- Construtoras;
- E outros lobbies mais fracos como a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, o Ensino Privado, a Associação de Casinos...


Enquanto não se governar para o bem comum do povo e contra os interesses que ferem os interesses da maioria dos cidadão da República o Regime estará condenado.

E nada garante que o que virá a seguir seja melhor se for imposto «à força». ´

É a sociedade civil que tem de se mexer para pôr fim ao regabofe.

Anónimo disse...

Portugal está bem entregue. Os tugas tomaram conta disto, e não arredam pé. Perante isso, só mesmo a integração Ibérica. Os portugueses finaram-se.

Antonio Cristovao disse...

É só estrategias. Nada de ideias e linhas de actuação. Só estrategia.

Anónimo disse...

Czar da Silva julga que engana. Nunca deixou de ser aquilo que é.Marxista-Leninista com o cartão do PCP no bolso de trás das calças. Ou seja, se não vai de uma maneira, vai doutra.

Crápulas!

P-SS disse...

Um novo partido cheio de futuro o P-SS...um estará em breve dentro do forno crematório....o outro no campo de concentração da Carregueira com a estrela rosa ao peito....

Anónimo disse...

O aldrabão do Seguro acaba por não ter apoio dos zombies do seu partido e por não levar os votos de grande parte do eleitorado por andar a mentir desbragadamente.
Como dizia alguém acima,que lixo!

Anónimo disse...

Outro PRD?
Efémero e destabilizador?
Este apetite voraz pelo poder mostra bem que vale a pena lá estar.
É a miséria que temos.

Anónimo disse...

soares o rei da podridão não passa de 2014.

Anónimo disse...

Com que então as laranjadas já andam com o Seguro ao colo?...
Devem pensar que sou bom de espremer.

Anónimo disse...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=676258

A directora de comunicação da InterActive Corp (IAC) - proprietária de sites como match.com, Meetic, Vimeo e The Daily Beast -, Justine Sacco, foi demitida neste fim de semana, depois de ter feito uma piada no Twitter com as vítimas da SIDA em África.
«A caminho de África. Espero não contrair SIDA. Estou a brincar. Sou branca!», escreveu Justine na sexta-feira, antes de embarcar para a África do Sul.

Anónimo disse...

Como o Dr ABC tem acertado em todas os prognósticos (risos... muitos risos) é de ter como certa mais esta ideia tonta.

I. B. disse...

É arrepiante a falta de líderes, de homens de Estado, de idealistas, de gente de serviço. Em relação ao fássssismo, mudaram as moscas, a dita cuja é... pior!

Anónimo disse...

Acho que é tempo do povo português pegar num livro que se chama "Da Democracia Na América" de Alexis de Tocqueville, um aristocrata francês que viveu no durante meados do séc. XIX que fala de como era o regime americano(era, porque desde 1933 os EUA mudaram radicalmente de economia e cultura, graças à esquerda financiada pelos titãs do mercado que acreditavam numa evolução democrática até ao socialismo em vez de revolução). Foi o melhor modelo democrático que houve à face da terra e infelizmente o ideal liberal-conservador é o mais ignorado nos dias de hoje. Para verem o que aconteceu aos EUA e como sofreram com a "marxisação" progressiva sugiro: http://www.youtube.com/watch?v=I0Aq5SQrIEg

Anónimo disse...

Já agora, aproveito para esclarecer uma coisa, nunca houve fascismo em Portugal. Para quem estuda ciências políticas sabe o que realmente é fascismo e o antigo regime não foi um regime propriamente fascista. E engraçado, o próprio partido fascista italiano veio do partido socialista, por isso é que evoluiu para com uma aliança com o nazismo, ou melhor dizendo, nacional-SOCIALISMO. Ou como diriam os franceses SOCIALISMO fascista.