sábado, 5 de fevereiro de 2011

BPN sujeito ao rigor do Banco de Portugal

A posição prudente, escrupulosa e destemida, do governador do Banco de Portugal, Dr. Carlos Costa, sobre a «reestruturação» do BPN merece louvor público, em contraste com a anterior administração do regulador.

É de exemplos de isenção, de rigor e de transparência, que o Estado carece para que a mudança de paradigma político seja possível. Cinco mil milhões de euros de recursos públicos afundados no BPN é demasiado dinheiro para que a sua administração e o Governo não prestem contas ao povo.

4 comentários:

Anónimo disse...

Sabem qual é uma das principais empresas privadas de saúde em Portugal ? Chama-se «Hospitais Privados de Portugal». É proprietária de hospitais privados ou em regime de PPP como o de Cascais, Boavista, Lusíadas, Santa Maria de Faro, etc. E sabem quem é o proprietário dessa empresa ? É ... a Caixa geral de Depósitos, banco do Estado. É actualmente dirigida por um socialista, Maldonado Gonelha, que anteriormente foi vice presidente da CGD, nomeado por Socrates/Teixeira dos Santos, na mesma altura em que entrou Armando Vara no banco público. Outro dirigente da empresa é o socialista José Manuel Boquinhas, ex secretário de Estado dum governo PS. Segundo um artigo publicado em tempos na revista Sábado, ambos são ilustres membros da Maçonaria.
Enquanto Socrates anda pelo país a falar da escola pública e da saúde pública, a hostilizar as escolas com contrato de associação, nos bastidores é isto que se passa.
Abram os olhos portugueses.

A.J.Faria disse...

Esperemos que haja efetivamente uma mudança na orientação do Banco de Portugal, o país já está saturado de manipulações e influencias negativas que só lesam o contribuinte.

Carlos Portugal disse...

Mais do que ilustre membro do GOL, Maldonado Gonelha é membro do Clube Bilderberg, a corja que se pensa dona e dirigente do mundo e que dá rédea livre a estes corruptos para que saqueiem Portugal.

Precisavam todos era de umas valentes bengaladas, como escrevia o nosso grande Eça...

Anónimo disse...

Depois de casa roubada...
Trancas à porta.

Gostava de saber a que Partido pertence o Sr. Dr. Carlos Costa.