quinta-feira, 10 de julho de 2014

#LuísMontez#AntónioCosta#JoséSócrates#RicardoSalgado

O Presidente Cavaco Silva brinda com a Rainha Letícia, de Espanha,
no almoço de Estado, em 7-7-2014 - excerto de foto, do DN, 8-7-2014


O apoio a António Costa de Luíz Montez, marido da filha Patrícia do Presidente Cavaco Silva, declarado à imprensa nono Mercado da Ribeira, de Lisboa, em 7-7-2014, numa sessão da candidatura do presidente da câmara da capital à liderança do Partido Socialista na eleição primária de 28-9-2014, confirma os factos que neste blogue se têm acumulado sobre a ligação do genro à fação socratina do PS.

Apontado como informador d' «O Independente», nos tempos do confronto entre esse semanário e Cavaco Silva, circula para os negócios dos espetáculos, enquanto soma dívidas de monta em empresas suas. Mas enquanto o sogro era referido pelo socratismo, depois da nacionalização BPN e sua tomada de controlo do BPN pela Caixa de Francisco Bandeira, no negócio de compra e venda fora de bolsa de ações da SLN (holding detentora do BPN), a filha, e o genro, foram poupadas, como nunca foi referida qualquer dívida do genro que eventualmente existisse nesse banco - por crédito aberto (quando alegadamente segundo informação filtrada pelo banco de um relatório interno existiriam «dívidas a bancos de mais de cinco milhões de euros» (poste de Maria Conceição Banza, de 16-1-2011 - http://mariaconceicaobanza.blogspot.pt/2011/01/familia-cavaco-silva-e-o-banco.html) - ou até noutro (BCP?).

Luís Montez foi envolvido naquilo que foi na quente temporada primavera-verão de 2009, o «plano governamental para controlo dos meios de comunicação social visando limitar as liberdades de expressão e informação a fim de condicionar a expressão eleitoral»,
segundo o despacho do corajoso procurador Dr. João Marques Vidal, coordenador do Departamento de Investigação e de Acção Penal (DIAP) de Aveiro, e extração de certidão para inquérito-crime autónomo, datado de 23-6-2009, publicado no semnário Sol, de 5-2-2010 (p. 5). Essa análise foi reforçada pelo juiz de instrução de Aveiro, Dr. António da Costa Gomes, publicado pelo Sol, de 5-2-2010, página 6, no despacho de autorização e validação das escutas, dos relatórios e despachos. Tal como tinha sido antes objecto da informação reflectida, no mesmo sentido, datada de 12-6-2009, do intrépido inspector Teófilo Santiago, da Polícia Judiciária de Aveiro, que coordenava a equipa policial do caso Face Oculta (ver p. 6 do Sol, de 5-2-2010).

De acordo com o Sol, de 5-2-2010, alegadamente como contrapartida da compra da TVI pela PT, Luís Montez, genro do Presidente, ficaria com as rádios do grupo Media Capital, o que seria «o preço da paz», pois, assim, Cavaco «cala-se logo, fica a cuidar dos netos»... Todavia, Cavaco roeu a corda, em 25-6-2009, quando esta já estava na máxima tensão e Sócrates nunca lhe perdoou a traição, repuxando, em 18-9-2009, como represália, um caso de 17 meses antes.

Em 26-7-2012, é noticiado que Luís Montez comprou em conjunto com outros, mais o patrocínio da PT e o crédito do grupo Espírito Santo, o Pavilhão Atlântico do Parque das Nações, em Lisboa (ver o meu poste «O preço do Pavilhão Atlântico», de 1-8-2012). Apesar da situação financeira muito preocupante, publicada pelo semanário O Crime, de 19-7-2012, citando relatório da empresa Informa D e B.

E em 13-9-2013, os jornalistas Luís Rosa e António Ribeiro Ferreira, no i, sobre a nova estrutura do grupo de média Controlinveste (TSF, DN, JN, O Jogo, Dinheiro Vivo, etc.) escrevem sobre o novo sócio do grupo: Luís Montez, dono de várias rádios e empresário de espectáculos, foi uma escolha do BES e do seu presidente Ricardo Salgado, a exemplo do que tinha acontecido na compra do Pavilhão Atlântico». Na Controlinveste, onde prepondera o angolano António Mosquito (27,5%) representando alegadamente interesses mais altos, Luís Montez passa a administrador e fica com 15% do capital. Mais uma vez, apesar da situação financeira anteriormente descrita com detalhe n' O Crime, de 19-7-2012, ninguém nos média portugueses (nem no blogue oficial das operações suaves do socratismo, adversários do Presidente) lhe perguntou de onde lhe veio o dinheiro para a compra.

Finalmente, em 7-7-2014, soltou-se a capa e tirou-se a venda. Montez, que se obriga a garantir «ninguém me faz a cabeça» (creio que fala de Sócrates...) e que disse «ao Expresso, em 2010» que votou em Costa para a Câmara de Lisboa, declara agora, segundo o i, de 7-7-2014, no comício de apoio ao candidato socialista, que António Costa, o aliado de Sócrates, «é um político da champions league e não da distrital» e que «temos homem para tomar conta disto»!... Professado independente - honny soit... -, puxaram-lhe a guita e, qual marioneta desarticulou-se.

Todos diferentes: todos iguais... E ligação transparente, como a água que quase tudo lava: #Genro Luís Montez#António Costa#José Sócrates (o «amigo» de Paris, de Ricardo Salgado, de quem este não se devia esquecer - CM, de 21-10-2012)#Grupo Espírito Santo. No meio dos hash (salvos sejam...) onde fica a tag de um Presidente debilitado?!


Limitação de responsabilidade (disclaimer): As entidades referidas nas notícias dos média, que comento, não são suspeitas ou arguidas do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade.

18 comentários:

Anónimo disse...

Já estou a ver que o Dr ABC se vai armar em "simpatizante" do PS para votar Seguro nas diretas. E deste modo tentar dar uma ajuda para o seu PSD (e do Cavaco, Relvas, Passos, Dias Loureiro, Duarte Lima, Oliveira e Costa, Arlindo Cunha, etc) ganhar as próximas legislativas.

Vamos estar atentos a certos movimentos!....

Anónimo disse...

Graças a Deus, o REGIME está a EXPLODIR com o Espírito Santo.

Quanto vai ser injectado no Espírito Santo? 10 biliões? 20 biliões?

E a dívida pública portuguesa como se vai aguentar? Um novo MEMORANDUM?

Pede-se que o Dr. Passos ASSUMA as consequências. Ainda há gente PIOR do que Sócrates e Teixeira dos Santos.

Resta pegar em forquilhas e começar por varrer Belém, pois a doença mental não justifica inimputabilidade.

A propósito do Espírito Santo, não foi o banco da famiglia que financiou parte da operação Montez? De que vive o castelo de cartas do Montez?

O castelo de cartas da Ongoing já está a voar.

Graças a Deus, o Engenheiro José Eduardo dos santos vai tomar conta do "puto" (versão colonial do portugal continental).

Salve-se quem puder!

Anónimo disse...

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/telecomunicacoes/detalhe/minoritarios_da_pt_esperam_por_desfecho_para_ver_se_processam.html

Quando a PT vendeu 50% da VIVO e comprou 30% da OI, sobraram cerca de 3 mil milhões de Euros.
Logo nessa altura a PT investiu em obrigações da ESI cerca de 1.000 milhões. A taxa de juro variou entre 7 e 4% e os juros foram sempre pagos.
As obrigações foram sempre pagas mas sempre dentro de um esquema de "revolving" da dívida - ou seja, ia sendo sempre renovada.
Mais tarde, já no final do ano passado, a PT andava preocupada com a solvabilidade da ESI - hoje aparentemente insolvente.
Por essa razão, os Espírito Santo decidiram ajudar a PT de que também indiretamente eram acionistas, sempre tudo conjugado com os Srs. Granadeiro e Bava.
E essa ajuda consistiu em pagar as dívidas (obrigações) da ESI e emiti-las na Rioforte (detida a 100% pela ESI) que naquela altura, pelo menos, era uma empresa sólida (já detinha 49% da ESFG - dona de 25,1% do BES, a seguradora Tranquilidade, os hospitais, o edifício em Miami, os hóteis, as fazendas no Brasil, etc…

Anónimo disse...

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/telecomunicacoes/detalhe/minoritarios_da_pt_esperam_por_desfecho_para_ver_se_processam.html

ABRAM OS OLHOS!!!! - Toda a gente já sabia, há anos, que a PT tinha posto parte do ganho com a venda da Vivo no GES designadamente na ESI – o Sr. Zenal sabia, o Sr. Granadeiro sabia, dezenas de trabalhadores da PT sabiam, quem leu com atenção os relatórios e contas dessas empresas, sabia, o GES e dezenas dos seus trabalhadores, sabiam.

Anónimo disse...

E qual o mal de Luis Montês apoiar António Costa? Pois, votei desde sempre, à excepção das ultimas europeias, no PSD. Não o voltarei a fazer. Com este Governo iniquo e perseguidor de funcionários, pensionistas e reformados, não vamos a lado nenhum. É só incompetência e abuso. Por isso, tal como Luis Montês irei, pela 1ª vez, votar PS para as legislativas. Com muito gosto, aliás...

O BEStanic disse...

O BEStanic está hoje a explodir e afundar.Com ele irão ao fundo muitos envolvidos na Salgado Connection a começar pelo tandem Sócretino-Costa(na sombra o verdadeiro patrão da CML com Costa sempre foi o partenariado dos primos Salgados),o agente infiltrado Montês,os Granadeiros Bavados da PT e toda a escumalha corrupta espalhada por tudo o que é lado a soldo do Salgado.Serem OMO na Carregueira é muito pouco para toda esta gentinha.O castigo do Povo deve ser para eles muito mais exemplar.

A Marioneta disse...

O estado de decrepitude física e mental de Cavaco é mais que evidente.Hoje não é mais que uma marioneta manipulada pela clique que o rodeia e pelo infiltrado Montês.Nem as funções de natureza protocolar consegue cumprir com dignidade como abundantemente ficou demonstrado durante a recente visita dos Reis de Espanha.Antes de lhe dar o chilique final deve renunciar e eleições presidenciais serem organizadas de imediato.

Anónimo disse...

A grande bronca de hoje é a situação no banco do PSD, o BES, mas o Dr ABC trás à conversa o apoio do Montez ao António Costa só para desviar as atenções.
E amanhã vai trazer alguma coisinha relacionada com o Sócrates.
E depois outra relacionada com o Sócrates.
Admiro a capacidade do ABC em mandar bolas para canto.

Anónimo disse...

A Explosão da BESta vai ser a definitiva explosão da tugolandia. Parece que a BESta tem créditos de mais de 80 biliões de euros, mais do que a tugolandia/sócrates pediram aos credores externos.

BESócrates disse...

É meu, é meu é só meu.A mim sempre pagaram e ao Sal devo tudo!Quem disser o contrário leva com o malho do SS!!!

Anónimo disse...

Levantam-se os véus. A famiglia aparece à janela. Já não controla de perto o território, mas ainda está incrustada no tecido social corrupto e mal cheiroso.
Em breve será possível contar as famílias operacionais e os afiliados. Haverá surpresas.Não serão os jornalistas escroques a fazê-lo e muito menos os/as pivots dos telejornais. Alguém o fará.

Anónimo disse...

Muito whishfull thinking da xuxaria.
Bem que desejavam que o governo se atolasse na lama do BES,tal como o gang socretino se atolou no BPN e no assalto à banca privada.Até tentam envolver o PR.Não dá para o atacar directamente e atacam de flanco,pelo genro.
Só patranhas.

MontaBES disse...

AsSeguro Vossas Excelências que nunca fui ao Costa,nunca fui genro, nunca fui Montado pelo Sócretino, nunca recebi um tusto de Sal...Tudo o que dizem sobre mim são patranhas de invejosos e de assessores do Belenense.Quem não acreditar no que digo leia o meu CV !

Anónimo disse...

Isso de dizeres que nunca foste montado é petulância. Pelo menos foste visto uma vez na fila do D.Maria II e nunca explicaste o que estavas lá a fazer.

Dr Emáudio Soares disse...

Também eu comi muito sal.Por isso estou taralhouco e só digo BESteira.

Anónimo disse...

E depois do ADEUS.

http://www.publico.pt/economia/noticia/mario-soares-diz-ser-inaceitavel-que-se-faca-tudo-para-arrasar-o-pais-1662453

O antigo Presidente da República Mário Soares disse nesta quinta-feira "acreditar profundamente" no povo, mas lamentou, sem indicar nomes, que sejam alguns portugueses a fazer tudo "para arrasar" o país.

"Acredito em Portugal, profundamente. No povo português. Mas nós fizemos tudo e estamos a fazer tudo para arrasar o nosso próprio país e isso é inaceitável, de maneira nenhuma aceitável", considerou o antigo chefe de Estado, sem se alongar no que a esta matéria diz respeito.

Anónimo disse...

O velho gatuno sabe o que diz.Conhece melhor que ninguém o gang que fundou e sabe as traições que cometeu.

Anónimo disse...

finalmente o mea culpa de soares. prenda- se o indivíduo e confisque-se-lhe o património que conseguiu desde o 25 de Abril.