quarta-feira, 23 de maio de 2012

O caso Relvas e a delação de Câncio

«Que ameaça, exatamente, de revelação da vida privada da jornalista é que ele [ministro Miguel Relvas] teria feito? Aquilo que me chegou é que se trata de uma referência a uma relação íntima da jornalista [Maria José Oliveira, do Público], relação essa com alguém que o ministro associa à oposição».


Embora não tenha sido publicada nenhuma gravação audio dos telefonemas de Miguel Relvas para o Público, a jornalista Fernanda Câncio delatou esta madrugada, de 23-5-2012, no programa «25.ª Hora», na TVI, uma alegada relação íntima da jornalista Maria José Oliveira com personalidade ligada à oposição que, alegadamente, em telefonemas para responsáveis editoriais do Público, em 16-5-2012, o ministro Miguel Relvas tinha ameaçado revelar na internet. Até agora, essa informação não tinha sido fornecida.

Para lá de qualificar factos que não conhece como crime - «devassa da vida privada», «ameaça» e «coação», referindo expressamente os arts. 192.º e 153.º do Código Penal) - e de confundir imputações com acusações e de se valer do acompanhamento do caso pela Procuradoria-Geral da República, Fernanda Câncio cita ainda Manuel Carvalho, diretor adjunto do Público, o qual informou, em 21-5-2012 na RTP, que Miguel Relvas «fez dois telefonemas para o jornal na semana passada». Fernanda Câncio disse não saber se o ministro falou duas vezes com a editora de política do jornal, Leonete Botelho, ou uma vez com a editora da secção de política e outra vez com a diretora, Bárbara Reis. Mas, a seguir, Fernanda Câncio afirma categoricamente (3:48 da entrevista), perante a dúvida manifesta do entrevistador João Maia Abreu, que o ministro Miguel Relvas não falou com a jornalista Maria José Oliveira: «não, com a jornalista nunca falou». Depois, corrige o tom - «isso acho que está claro». O comunicado da direção do Público, de 18-5-2012, não é claro sobre se houve um ou dois telefonemas de Miguel Relvas para a editora de política Leonete Botelho, além de outro telefonema, posterior, à diretora Bárbara Reis.

Nada disto diminui, nem justifica, a gravidade do caso. Apenas o explica melhor.


Limitação de responsabilidade (disclaimer): As entidades referidas nas notícias dos media, que comento, não são suspeitas, ou arguidas, do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade e quando arguidas, gozam do direito constitucional à presunção de inocência até ao trânsito em julgado de eventual sentença condenatória.

31 comentários:

Anónimo disse...

Eu quero lá saber do Relvas. O 1º já está preparado para o pôr na rua.

Quero saber é disto:

"O défice do Estado aumentou a um ritmo de cerca de 4,2 milhões de euros por dia para os 3,05 mil milhões de euros entre Janeiro e Abril. A dificultar as contas do Estado está a quebra nas receitas fiscais, de 3 por cento."

O homem não sabe fazer contas!

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/defice-aumenta-para-3-mil-milhoes-de-euros

Anónimo disse...

E como é que o senhor(a) Câncio sabe destas coisas todas?
O Encobridor continua a brifar o Foragido?
Ou ele ainda tem as chaves do sistema que mandou implementar?

Anónimo disse...

A Pinocchia sabe tudo.A SS-Secreta Sócretina passa-lhe toda a informação.

Anónimo disse...

Quem é que anda a comer a azeitona da Oliveira ?O Pinocchio não é com certeza.Talvez a Pinnochia...

Anónimo disse...

O Sr Relvas é um homem com jogo de cintura muito elastico. Diria que é um homem muito habituado a acender fogueiras e a sair-se delas com a maior das inocencias. De forma a evitar os seus habituais jogos de cintura, aconselharia-o a ir tirar um bom curso de economia numa universidade séria para assim com muita responsabilidade e grande profissionalismo poder entao poder dirigir um cargo ministerial que deveria ser ocupado por alguem muito competente.

Anónimo disse...

Parece, meu caro Watson, que Câncio sabe do que fala, é parte interessada no caso e é alguém que o ministro associa à oposição.

Anónimo disse...

A Cancio ou a Manuela Moura Guedes deveriam fazer um consulta ao jornal Correio do Ribatejo, anos 80para se inteirarem bem das trapalhadas e vigariçes do Sr Relvas

Anónimo disse...

Tanta ingenuidade. Falar de competência no exercício de cargos públicos em portugal, nos últimos 30 anos, é como falar de água no deserto.

Apesar dos largos milhares de milhões de euros que entraram em portugal, desde 1986, portugal está FALIDO.

Portugal e os portugueses actuais não honram D. Afonso Henriques ou o Marquês de Pombal.

Os dirigentes das últimas décadas honram os Afonsos Costas, os Sidónios e afins. Lixo. Muito lixo.

Vir aqui dizer que o Dr. Relvas, originário da ruína de Tomar, é um incompetente, até parece uma charada. Há alguém competente no exercício da coisa pública em Portugal? Se houvesse, Portugal não seria o Pedinte de serviço, que é actualmente.

A Ordem virá. A Vagina de Inglaterra tenta mostrar que é uma Vagina Funda. Coitado. Nem o bobby e o tareco que ele tenha, o respeitam. Lixo. Ainda por cima, velho e mal cheiroso.

Vou subir à Oliveira disse...

A falsa namorada do falso engenheiro mais uma vez na bracha.
O Pinocchio continua a mexer os cordelinhos a partir de Paris.
Para defunto,até que está bem conservado.

A divulgação da ligação da Oliveira à Azeiteira seria uma devassa da intimidade.
Nos tempos em que o boémio Santana vogava pela Figueira,o mesmo partido das Ratas,tinha um fulano que o seguia toda a noite e a novidades eram passadas às revistas e jornais no dia seguinte.
Descreviam o que havia bebido,a hora a que saía do casino,as mulheres que o acompanhavam,etc.
Nessa altura não havia devassa,era tudo muito natural.
Estes tipos são uns biltres,uns aldrabões e têm a imprensa na mão.

AS 4 VAGINAS disse...

Esta é uma História de 4 vaginas:a Sócretina,a Pública e,para apimentar a coisa,a de Inglaterra e a de Paris.Vai daí o Ribatejano Relvas meteu-se com 4 vaginas.Ora quem se mete com tanta vagina não come mas leva.Olha filho,em vez de comeres e calares tens agora de levar e falar.

A MINHA RATA ~E MELHOR QUE A TUA disse...

As ratas andam-se a comer umas às outras e depois o triste Relvas é que tem de apanhar e pagar as azeitonas.

Anónimo disse...

Caro Prof. António Balbino Caldeira,

Ler o post do amigo José da portadaloja, "A prova que faltava"

"...Este Governo é uma fraude e está dito. Acabou o estado de graça e a partir daqui é "malhar" até quebrar, porque é o que merecem como o de José Sócrates mereceu.
Este Governo assim, pára perto. Muito perto mesmo."

Napoleão

Anónimo disse...

A Sonae teve 2 milhões de euros de lucro no 1º trimestre de 2012. O maior grupo privado português com um lucro minusculo, e se calhar ajeitado, vem dizer que o dono do Publico precisa de ajuda. Parece que tem uma dívida de 5 biliões de euros. Pois.

Anónimo disse...

Mais um esqueleto do falso engenheiro e do Pinho do Espirito Santo:

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=574512

Autódromo do Algarve chega a acordo com credores que pediram insolvência

O administrador do Autódromo Internacional do Algarve (AIA) disse hoje que foi alcançado um acordo com o consórcio que pediu a insolvência da empresa gestora do equipamento, o qual reclama o pagamento de 1,6 milhões de euros.

«Chegámos a acordo para o pagamento da última prestação que faltava do acordo com o consórcio», asseverou à agência Lusa o administrador do empreendimento, localizado em Portimão.

Sobre o pedido de insolvência da Parkalgar, Paulo Pinheiro referiu que decorrem desde há vários dias reuniões para um entendimento com o consórcio formado pela Siemens, Ensul Meci e SPIE, e afirmou que o pedido dos credores «é uma forma de pressão». As três empresas foram responsáveis pelas infraestruturas elétricas do autódromo e do loteamento adjacente onde está instalado o parque tecnológico.

Anónimo disse...

E os 10.000 milhões das auto-estradas? O que dirá a pestilenta Vagina de Inglaterra? A Vagina mandou a Candidíase à Madeira para ver se o Jardim martelou as contas, e até utilizou a GNR. E agora? O que fará o maçon Vagina? Está quase defunto, como o outro, mas ainda tem 34,5 graus. A pulsação cardíaca já é baixa, parará em Outubro. E até lá?

Robespierre disse...

Até lá,vai encobrindo o que pode.
O Passos trocados lá pariu um DC para salvar de vez a puta de Paris.
Estão bem uns para os outros.
Eu é que não voto em nenhum.
Com tanta vigarice e miséria,pode ser que em vez de se contarem votos,ainda se contem espingardas...

GOOD VIBRATIONS disse...

A Pinocchia como é que faz? Com o nariz ou o Vibrador ?

Anónimo disse...

O pais está entregue a cachopos com pouca responsabilidade e alguns deles ( á semelhança de Socrates) muito pouco serios

Anónimo disse...

Sempre pedindo sacrifícios e austeridade,os políticos desta vez dão o exemplo.
Já passam mal e ninguém lhes pode exigir mais.
A profissão de deputado é hoje uma tortura chinesa,dada a frugalidade com que vivem,sempre a dar o exemplo.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/menu-de-luxo-na-assembleia-da-republica

Anónimo disse...

"Menu de luxo na Assembleia da República

Perdiz, porco preto alimentado a bolota e lebre são alguns dos produtos exigidos pelo Caderno de Encargos do concurso público para fornecer refeições e explorar as cafetarias do Parlamento.

Das exigências para a confecção das ementas de deputados e funcionários constam ainda pratos com bacalhau do Atlântico, pombo torcaz e rola, de acordo com o documento a que o CM teve ontem acesso. O café a fornecer deverá ser de "1ª qualidade" e os candidatos ao concurso têm ainda de oferecer quatro opções de whisky de 20 anos e oito de licores. No vinho, são exigidas 12 variedades de Verde e 15 de tintos alentejanos e do Douro.

É também especificado que o mesmo prato não deve ser repetido num prazo de duas semanas. O Caderno de Encargos do concurso, que termina em Junho, estabelece que a qualidade dos produtos vale 50%, o preço 30% e a manutenção 20%."
CM

Anónimo disse...

Mais austeridade:

"Penteados na RTP custam 300 mil euros

A empresa Marina Cruz Cabeleireiros, responsável pela imagem das principais estrelas da RTP, em Lisboa, cobrou em 2011 à televisão pública cerca de 300 mil euros de avença anual pelos seus serviços de cabeleireiro, não incluindo a caracterização.

O CM teve acesso a uma queixa da empresa Joaquim Guerra Cabeleireiros, assinada pelo empresário e cabeleireiro Joaquim Guerra, em que se refere que "a este valor somam-se alguns milhares de euros pelo acompanhamento exclusivo de três apresentadoras": Judite de Sousa, que saiu para a TVI no ano passado, Fátima Campos Ferreira e Catarina Furtado. Tudo isto sem concurso público.

Segundo a queixa, são pagos "cerca de 500 euros por deslocação a gravações e directos exteriores", no caso das principais estrelas, incluindo-se no contrato "o aparecimento de cartões publicitários alusivos à sua marca no final dos programas."

O CM sabe que o Governo está preocupado com as despesas da RTP com fornecimentos e serviços externos, que atingem entre 40 e 50 milhões de euros por ano. Contactado o Ministério dos Assuntos Parlamentares, que tem a tutela do canal público, fonte oficial diz que não faz "qualquer comentário sobre o assunto". Fonte oficial da estação do Estado diz ao CM que "todos os valores referidos estão errados". Mais: "a RTP não divulga contratos, mas todos os valores são substancialmente inferiores" aos indicados na queixa."
CM

Anónimo disse...

Enquanto o Sócretino-Pinocchio está refugiado em Paris o Sarko- Putain já está refugiado em Marrocos numa residência real.

MOVIMENTO DOS PATRIOTAS PORTUGUESES. disse...

CONSIDERANDO A NATUREZA FRAUDULENTA DAS PPPs,A MAIOR BURLA ALGUMA VEZ REALIZADA AO LONGO DA CENTENÁRIA HISTÓRIA DE PORTUGAL,O MPP-MOVIMENTO DOS PATRIOTAS PORTUGUESES APELA AO LANÇAMENTO DE UM GRANDE MOVIMENTO NACIONAL ABERTO A TODOS OS PORTUGUESES HONRADOS QUE REPUDIAM E COMBATEM AS PPPs E QUE DIZEM BASTA-NÃO PAGAMOS AS PPPs.DENÚNCIA IMEDIATA PELO GOVERNO DAS PPPs!PARA SALVAR PORTUGAL E OS PORTUGUESES NEM MAIS UM EURO PARA AS PPPs .

Anónimo disse...

Afinal, Dr ABC, parece que a Câncio teve razão no que disse.
E agora, o que vai dizer o Dr ABC?

Apesar de tudo deixem-me adivinhar o que pode ser a opinião do pessoal da laranjada desta casa:
- Todos os profissionais do Público falam "mentira".
- O único que fala verdade é o Relvas.

Mais tade vão dizer que isto não interessa nada, que o mais importante é resolver os problemas do país.
Depois de conhecerem o "embrulho" da ERC, aí sim, surgirão, em força, em defesa do Relvas, que sairá em ombros. Os jornalistas do Público cairão em desgraça por terem "mentido".

Nota: daqui a pouco vamos ler por aqui que estamos perante uma armadilha montada pela oposição ao Relvas.

Nuno Nogueira Santos disse...

Ora aí está o que eu acho do assunto:

http://jornalistasdesofa.blogspot.pt/2012/05/pressoes-jornalistas-e-indiscricao-de.html

Anónimo disse...

E eu na minha ingenuidade a pensar que a Câncio vivia feliz em Paris com o amor da vida dela. João Barros Leite

Anónimo disse...

Com Cância ou sem Cância o certo é que:

"O adjunto de Miguel Relvas, Adelino Cunha, pediu a demissão depois de o Ministério Público ter encontrado mensagens suas no telemóvel do ex-espião Jorge Silva Carvalho".

Foi o primeiro. Isto não vai ficar por aqui.

Anónimo disse...

A Côncia teve razão?
Ahaha!
Nenhuma,apesar de tentarem ludibriar os leitores com aldrabices e meias verdades,só os trafulhas sócretinos fingem acreditar nas manipulações do pasquim Belmírico.

Anónimo disse...

Claro que é um pasquim.
Mas o adjunto político do Relvas já foi... e outros se seguirão tal é a podridão.

Anónimo disse...

E ainda não ocorreu a ninguém que é assim mesmo que os maçons funcionam? A maçonaria no seu melhor e alguém tem de ser morto senão fôr o Relvas será o seu adjunto ou coisa que o valha. Mas para que se metem eles nestas secretas organizações???? Agora aguentem!!!

MILHAFRE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.