sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Um aluno especial de corrida

(Atualizado)

Daniel Ribeiro, «Sócrates é um aluno especial em Sciences-Po», Expresso - Revista, 21-1-2012, p. 29.


Resolvida a urgência de alguns trabalhos académicos, ganha alguma distância relativamente aos faits divers dos momentos, fugazes como todos, na marcha das pessoas, a tendência das coisas e o vendaval dos novos tempos, volto, com atraso mas cumprindo, à prometida análise. Sócrates, ainda.

O Expresso, na sua Revista, de 27-1-2012,  pp. 24-31, traz uma reportagem sobre «A misteriosa vida de Sócrates em Paris»/«A nova vida de Sócrates em Paris», de Daniel Ribeiro. À parte, o estilo burguês soixante-huitard, os passeios de bicicleta e o jogging no Bois, casa no luxuoso 16e com empregada doméstica, flanage no Quartier Latin, e a questão pendente (e tabu...) que prolonga o artigo - «quem paga as suas despesas na excessivamente cara cidade de Paris?» (que, na Porta da Loja, se realça) -, até à contratação de «um professor particular de francês», a investigação responde a dúvidas da admissão e frequência de José Sócrates da Sciences Po, em Paris, numa caixa na página 29 da Revista: «Curso: Sócrates é um aluno "especial" em Sciences-Po».

A Sciences Po não queria explicar-se, mas a pressão mediática obrigou a instituição - pela voz de Peter Gumbel? - a fornecer algumas informações sobre a admissão e a frequência de José Sócrates. Quais?
  1. José Sócrates está inscrito no Master de Ciência Política, variante («Menção» Teoria Política» da Escola Doutoral da Sciences Po. A notícia diz que o ex-primeiro-ministro não está inscrito em doutoramento. Porém, os doutoramentos da Sciences Po, nesta área, não têm parte curricular, senão as disciplinas do mestrado. Isto é, quem queira lá fazer o doutoramento na área da Ciência Política, tem de cursar as disciplinas da parte curricular do mestrado, salvo eventuais equivalências de cursos anteriores ou mestrado válido nesta área. Portanto, a parte curricular do mestrado para alguém, como Sócrates, com o currículo académico muito pobre, deve ser indispensável para poder passar à elaboração da tese de doutoramento.
  2. Mas diz a notícia na Sciences Po, Sócrates é um «auditeur libre», ou seja, «um auditor, ou ouvinte, livre». Tem um «plano especial de estudos» definido com o diretor Richard Descoings. Mais: «só vai a exames se quiser, mas pode apresentar dossiês ou trabalhos de pesquisa», segundo um professor da instituição. Daniel Ribeiro diz que «Sócrates não compareceu aos exames» no final deste 1.º semestre, de uma parte curricular que dura dois anos. A fonte oficial da Sciences Po disse ao Expresso: «Sei que enviou trabalhos a professores e ele também pode ter decidido fazer apenas os exames no final do ano». Não obstante, José Lello, amigo de Sócrates, oferece outra informação ao Sol, de 27-1-2012 (citado pelo José da Loja): «ele fez os exames todos e passou». Embora, Lello insista na ficção de que, em Paris, Sócrates «apenas quer estudar Filosofia», quando a própria escola admite que Sócrates está inscrito em Ciência Política.
  3. No que concerne à sua admissão naquele prestigiado, e muito seletivo, instituto universitário francês, o jornal obteve a informação de que «o ex-PM apresentou um dossiê de candidatura com o seu currículo escolar e profissional completo, foi recomendado por dois académicos (...) e a sua inscrição foi aprovada pessoalmente por Richard Descoings» (o diretor). Diz ainda, o Expresso, p. 28, que a Richard Descoings são abertamente contestadas as orientações pedagógicas e a gestão», uma informação que a revista Marianne e o sítio Mediapart, («il a mis en place un «système de carottes», clientéliste et autoritaire»), mencionados na Loja do José, justificam.
  4. Mas o jornal indica que «o processo para a sua admissão em Sciences-Po foi longo e conheceu algumas peripécias porque a escolha do curso adequado ao seu perfil e a definição do seu estatuto foram complicadas». É assim desfeito a ideia, com que se podia ficar, do desmentido do embaixador Seixas da Costa, de 16-10-2011, à crónica de Paulo Pinto Mascarenhas, de 6-10-2011, de que não houve qualquer «dificuldade na respetiva admissão [de José Sócrates] naquela escola»... Na verdade, como comentei, em 17-10-2011, «se "nunca chegou" ao seu "conhecimento que tenha havido qualquer dificuldade  na respetiva admissão [de José Sócrates] naquela escola", não quer dizer que isso não tenha acontecido»... E afinal... aconteceu.

Apesar da recusa em prestar informação, numa espécie de interiorização do estilo de poder do seu colérico aluno, a Sciences Po teve de dar o braço a torcer ao interesse público e à pressão mediática. Nós demoramos, mas, com a usual persistência, acabamos por vencer.


Pós-Texto (12:14 de 4-2-2012): Desmentido aparente
Publica o Expresso, de hoje, 4-2-2012, na primeira página uma notícia sobre o curso de José Sócrates na Sciences Po, que justifica transcrição e comentário:

José Sócrates prestou provas
José Sócrates “acompanhou e prestou provas” (‘a suivi et validé’) no primeiro semestre 2011-2012 do Master de Ciência Política na Escola Doutoral do Instituto de Estudos Políticos de Paris, refere um documento do secretário-geral, Ivan Manokha, a que o Expresso teve acesso.A informação surge na sequência do trabalho sobre a vida de Sócrates em Paris, onde se afirmava que o ex-primeiro-ministro tinha enviado trabalhos mas não tinha comparecido aos exames do primeiro semestre.

A expressão «suivi et validé» quer dizer tão só que frequentou aulas e foi aprovado em disciplinas: não quer dizer que tenha realizado exames. É apenas mais um desmentido que não desmente (non-denial denial). Portanto, louve-se o trabalho muito rigoroso de Daniel Ribeiro, no Expresso da semana passada, pois disse saber que «Sócrates não compareceu aos exames das cadeiras que os exigem». E mais relatou que fonte oficial da Sciences Po teria afirmado: «Sei que enviou trabalhos a professores e ele também pode ter decidido fazer apenas os exames no final do ano». Isto é, pela informação da fonte do jornal da passada semana, pode depreender-se que Sócrates não se terá apresentado aos testes ou exames das cadeiras que os exigem e terá entregue trabalhos escritos para outras que o permitem - não sabemos se existem cadeiras no Mestrado em Ciência Política, Menção Teoria Política, da Sciences Po, que possam ser realizadas apenas com trabalhos escritos ou apresentações ou se, mesmo estas, exigem a realização de uma prova escrita. Portanto, a notícia do Expresso, sob aparência de um desmentido, apenas confirma a informação da reportagem de Daniel Ribeiro. A notícia não refere a nota nesses trabalhos, nem o seu conteúdo, o que é uma pena, pois a comunidade académica portuguesa muito gostaria de saber o grau de cumprimento das normas de apresentação de trabalhos científicos, nomeadamente as normas de citação e referência bibliográfica, para poder verificar o seu progresso face ao texto comunitário sobre política de ambiente que apresentou ao reitor Arouca na disciplina de Inglês Técnico, além do nome do nègre que lhe apara o seu francês medíocre. A notícia do Expresso, sobre o ex-primeiro-ministro que os próximos admitem, na notícia acima referida, possa regressar para a liderança do PS e do País,  também não refere se Sócrates entregou pessoalmente aos professores os ditos trabalhos escritos. Ou se lhos enviou... por fax.

Limitação de responsabilidade (disclaimer): José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa referido nas notícias dos media, que comento, não é suspeito ou arguido do cometimento de qualquer irregularidade ou ilegalidade neste caso.

30 comentários:

Anónimo disse...

Por acaso um aluno sério, aplicado e trabalhador.

Não passa o dia a mexericar a vida dos outros como vulgares rameiras.

Um bom exemplo para a «escola» portuguesa onde domina um professorado ranhoso e ressabiado!

Caboclo disse...

olha o rasteiro himself a fazer o 1º comentário ..desesperado ..acuado ..vai acabar em tribunal e na choldra ..

Não te vamos perder de vista ..verme ..

Vamos te pegar e sentar no banco dos réus ..

Queremos ouvir as escutas onde atentas contra a democracia ..comprando uma Tv privada ..com dinheiro publico..

Caboclo disse...

sócrates , o rasteiro ..ficará para a história como o simbolo do fundo do poço ..do ponto de vista moral é escabroso mentiroso, criminoso e descarado.Imbecil em alto grau achou que enganaria todo o mundo com uma aparência chic e de maratonista modernaço.
Para além de todos os crimes onde está envolvido..desde a falsa licenciatura....Freepor..escutas/compraTvI...negocios/corruptos/magalhães.. ele vai além ...ele vai áquilo que o ser humano tem de pior ...o prazer de ver sofrer ..ele mantém a sua beneplácita complacência com um crime ambiental que é a corrida de touros .

Deveria ser criado um tribunal verde e crimes ambientais deveriam ser julgados à posteriori , da mesma forma que são julgados atentados a direitos humanos à posteriori.

jorge sampaio particular fanático por touradas, condecorou pedrito de portugal com o maior louvor da nação .

Curioso ..sempre que me vem à cabeça sampaio e a corrida de touros ..me vem à cabeça uma imagem dos idos anos da primeira candidatura de sampaio a presidencia quando ele ia ver uma corrida de morte a Badajoz ..ia (bem?) acompanhado pelo ex ilustre carlos cruz ..no auge dele ..lembro-me perfeitamente de carlos cruz ter dito ao jornalista com a arrogância que lhe era tão cara ..."quem não gosta de touradas tem teias de aranha na cabeça"...

Esta turma deveria ser julgada num tribunal verde por compactuação continuada com crime ambiental gravíssimo ..

Gestão ambiental -- de novo na área ambiental a politica socratina de implantar centenas de torres eólicas é manchada por um erro gravíssimo ..que foi de estarem a importar as torres ao invés de elas serem fabricadas em Portugal pela Sorefame e pela Efacec.
As torres importadas têm preços alucinantes . Mais vale desmontá-las e devolver e fazermos nós umas.

Mas muito melhor do que as torres éolicas é isto http://www.guardian.co.uk/environment/2011/nov/02/morocco-solar-farm-renewables um outro tipo de aproveitamento da energia solar ..e no alentejo e algarve não falta sol..poderemos exportar energia para o norte da europa onde falta o sol o tempo todo ..esta tecnologia é genial ..

ó o rasteiro a ler estas letras e a coçar a cabeça ..coça a cabeça rasteiro ..coça ..

Anónimo disse...

Sócrates fica na História por ser um homem sério, competente e que quis fazer dos portugueses algo de decente.

As ratazanas que andam por aqui desde Alcácer-Quibir não permitiram.

Um dia há-de ser.

A bem ou a mal.

Caboclo disse...

A história desta invenção é incrivel
http://renewablebook.com/chapter-excerpts/350-2/

Caboclo disse...

eu não disse que ele é descarado ..folgado ..

ó rasteiro ..já só tu pensas isso ..descarado ..
e ratazanos estão no teu partido ..no Rato .. sabes ?

Caboclo disse...

mais um artigo interessante sobre esta tecnologia solar http://www.guardian.co.uk/environment/2011/dec/11/sahara-solar-panels-green-electricity?intcmp=239

Ciclista parisiense disse...

Eu quis fazer dos portugueses gente decente como eu.Sodomitas e pervertidos.Gatunos e oportunistas,a comer o produto do suor dos outros.
Mas não.Não quiseram seguir o meu exemplo.
Um dia vão-se arrepender.
I put a spell on you!
Abracadabra!

RANHOSO E RESSABIADO disse...

Uma excelente definição do próprio "aluno",do director e da grande amiga prevaricadora.

AS BANQUETAS disse...

Os Bancos portugueses são os melhores do Mundo e arredores.Quanto mais prejuízos têm mais sólidos estão.Com mais de 1100 milhões de prejuízos em 2011 estou cada vez mais tranquilo.Esperando que sejam o dobro em 2012 já mandei regressar toda a massa que tinha no estrangeiro.

Sancho Pensa disse...

Quando lhes tocam no seu "ai, Jesus", estremecem, estrebucham! Por que será?! Ele há coisa!Resistem à purga! O lençol ainda esconde muita marmelada!

Anónimo disse...

"O primeiro-ministro, Passos Coelho, anunciou hoje que o Governo não dará tolerância de ponto aos funcionários públicos no Carnaval."

Até que enfim, nunca mais era anunciada esta medida. Agora é avançar para a reestruturação da economia deste grandioso país, que ainda há-de dar mundos ao mundo e muitos tachos à rapaziada.

Vão trabalhar malandros!

Anónimo disse...

Uff!... já estava a ficar apreensivo por, há tanto tempo, não haver aqui notícias "fresquinhas" relacionadas com o Sócrates.
"Esquecida" que foi a licenciatura na UNI, o Dr ABC ainda não publicou nesta casa o despacho de arquivamento, o caso da inscrição na Sciences Po e a vida PRIVADA do Sócrates em França fazem agora as delícias do Dr ABC.
Impensável.
Inacreditável que no século XXI e com o país a passar por tantos problemas, um homem comum dedique tempo a "basculhar" os passos de outro homem. Bem sei que para esse homem, o aumento do desemprego, os juros da dívida a bater recordes, a nomeação desenfreada de boys laranja, as secretas pouco secretas, etc, são "faits divers dos momentos". Porém, para esse mesmo homem (Dr ABC) o que faz o Sócrates em França, se anda a pé ou de bicicleta, se bebe café ou chá, tinto ou branco, se usa gravata ou laço, se come pastéis de nata ou torradas, etc, são notícias de extraordinária importância e de grande interesse para o comum do cidadão. A minha vizinha, que é muito linguareira e gosta muito de se meter na vida alheia, disse-me que não concordava com esta intromissão na vida privada do Sócrates.
Sábia a minha vizinha.

Obrigado Dr ABC por nos ter dado a conhecer a notícia do Expresso que todos tivemos a oportunidade de ler há uma semana. Mesmo com grande atraso convém não deixar morrer o filme da vida privada do Sócrates, para mais tarde fazer mais um livrinho.

A VIDA PRIVADA DE UM GANGSTER disse...

Foi tudo privado.O roubo de centenas de milhões.A ruína do Estado e das Finanças públicas.O esbanjamento dos dinheiros públicos.Os negócios escuros e as negociatas com os piores ditadores.As comissões.Os ajustes directos manhosos.A bancarrota.A destruição da Economia.A perseguição dos opositores.O assalto aos Bancos.O amordaçar das liberdades de expressão e de Imprensa.Os crimes contra o Estado Democrático.A falsificação de diplomas e documentos.A destruição de um País e a redução à miséria dos seus habitantes.Tudo privado.Ninguém tem nada a ver com isso.Deixem-no andar à vontade de bicicleta e fazer vida de milionário em Paris gastando o dinheiro que ninguém sabe de onde vem.Motus et bouche cousue,diriam os Dupond et Dupont.

PO ALI E JÁ VENHO disse...

O Manokhas tem mãozinhas de veludo resultantes talvez de uma longa prática de acariciar os DosMarmelos.Suivi et validé para quem saiba mais do que francês técnico não quer dizer rigorosamente nada.Acompanhar significa passar por lá na melhor das hipóteses.Validé? Validar como?Com que critérios rigorosos?Ou à la mode dos Reconhecimentos e Validações de Competências das Novas Oportunidades?Em poucos meses em Paris as posições já se inverteram.O DosMarmelos de Mestre passou a aluno e o aluno já é o grande Mestre da Aldrabice Generalizada dos Diplomas.Po já está transformada em Centro Novas Oportunidades.NOVA OPO?

TUTTI CALOTTI disse...

O velho Padrinho Don Marioni está duríssimo "Custe o que custar não havemos de pagar".Com Padrinhos assim como serão os Afilhados?São milionários e não pagam nada.Só gerem as dívidas e ainda cobram por isso.

Do infinito repouso, disse...

QUERO OS MEUS SUBSÍDIOS DE NATAL E DE FÉRIAS, OS MEUS FERIADOS, O MEU VENCIMENTO COMPLETO, SERVIÇOS DE QUALIDADE, UMA REFORMA QUE ME MANTENHA OS OSSOS NA PERPENDICULAR, O DESCONGELAMENTO DO CÉREBRO NACIONAL E DANÇAR O SAMBA NO CARNAVAL!

Uma bizarria higiénica esta de continuar a limpar o sebo ao Sócrates e seus heterónimos.

O atual monstro do teatro enche o meu coração de coisas inexprimíveis e viscosas como uma espécie de abominação por tudo o que vejo.

Como diria Baudelaire: "...um feriado, uma libertação de todo o trabalho humano."

A evolução deve ser sempre inteligente, ó justo, subtil e poderoso senhor das chaves do paraíso... - escreveria eu no epitáfio do reconhecimento...

O leitor na lua disse...

E quais serão os "faits divers dos momento" - as declarações, e respectiva "explicação posterior" de Cavaco Silva.

Se for, está tudo dito...

Anónimo disse...

Só béu, só béu!... Sempre a pedalar e a pedirem serem sodomizados.

Vão vergar a mola malandros!... Vão trabalhar!


Guardador de Caimões

Anónimo disse...

Qual o valor do donativo que o sócrates (ou a família) atribuiram à Sciences Po?

E de onde é que veio o dinheiro ?

Anónimo disse...

Com essa massa o DosMarmelos já fez muita Marmelada.Do que ele gosta é de empochar Marmelos.O parquet devia ver-lhe as contas.

Anónimo disse...

Pode-se sempre fazer a pergunta ou o comentário no mural do próprio Descoings, que ainda por cima é aberto:

https://www.facebook.com/richard.descoings?sk=wall

Anónimo disse...

A Marianne talvez trate disso.Allons enfants de la Patrie. Le jour de Gloire est arrivé...

F.W. disse...

Obrigado pela não publicação do meu comentário. Talvez fosse demasiado forte...

O leitor na lua disse...

...outros "faits divers do momento" serão, talvez, o silenciamento de Pedro Rosa Mendes na Atena 1 e o "custe o que custar" de Pedro Passos Coelho.

Este blog não devia ter este nome; deveria chamar-se "do antisocratismo profundo".

Não tem nada que agradecer pela ideia.

Seu
O leitor na lua

CUSTE O QUE CUSTAR disse...

Custou mas foi.Fiquei milionário.Calei a Moura Guedes.Corri com o J.M.Fernandes.Lixei O Sol.Assaltei o BCP.Abafei as lixeiras,o Freeport,o Face Oculta,o Diploma Falso.Transformei o Montado e o Bode em cães de guarda.Mais aquela velha decrépita de que não me lembro o nome em capacho dizendo que era engenheiro pelo MIT. Rebentei com Portugal para as próximas décadas.Entrei de esticão na porra da PO.Custe o que custar vou conseguir rebentar com o Carrilho,o Seguro,o Cavaco ,o Passos e o Caldeira.Criar o caos em Portugal e regressar em triunfo.Como o Chaves,como o Assad,como Presidente.

Anónimo disse...

Sócrates tem nível, coisa que Vs. Exª.s não têm.

E isso não se aprende na escola.

Nasce connosco.

Anónimo disse...

Bolas !...Já enjoa o tema do Sócrates. Olhe à sua volta. Ou você é como aquela burra velha da minha avó que para tirar àgua da nora lhe tapavam os olhos=

AGORA MONTO UM BURRO disse...

TENHO O NÍVEL DA ESTRUMEIRA DA COVA DA BEIRA ONDE SE ALIVIA O BURRO QUE MONTO AGORA.BEM GOSTAVA QUE SE ESQUECESSEM DE MIM E SÓ SE LEMBRASSEM DO GRANDE ESTADISTA COM GRANDE NÍVEL QUE NÃO SOU NEM TENHO.AZAR DO CARAÇAS!QUEM SE LEMBRA DE MIM É O TRAIDOR DO SEGURO,ESSE MALANDRO QUE HEI-DE DECEPAR,QUE NÃO ESQUECE QUE FUI EU QUE ASSINEI O MEMORANDO DA TROIKA DEPOIS DE LEVAR PORTUGAL À BANCARROTA.OH LOLLA!MANDA LÁ MAIS UMA DAS TUAS BUFAS CONTRA O SEGURO.

Bufa disse...

fffffffffffffffff