terça-feira, 6 de outubro de 2015

Golpe de Estado constitucional

Está em curso um golpe de Estado constitucional, organizado para partir a espinha do poder judicial independente, aggiustando os processos Sócrates, Salgado e BES, vistos gold, Relvas, MarcoAntónioCosta, etc., etc., e evitar a limpeza do Estado. Para tanto, estoutro «compromisso» histórico integra três ações prioritárias:
  1. A formação de um governo PSD-CDS-PS.
  2. A colocação de Marcelo Rebelo de Sousa, grande amigo e colaborador de Ricardo Salgado, como presidente da República.
  3. A cooptação de Ferro Rodrigues como presidente do Parlamento. 
Este golpe de Estado foi conspirado pela Maçonaria, muito preocupada com a queda do sistema corrupto que o poder judicial independente investiga. Está a ser executado pelas suas antenas no PSD, no CDS e no PS - ainda que Costa e Sócrates não tenham nenhum interesse em eleições próximas e viabilizassem os orçamentos da coligação.... E goza do apoio da alta finança e das grandes empresas, das confederações patronais e dos sindicatos, todos animados pela gula da partilha do orçamento de Estado.

O golpe de Estado obteve a colaboração de Cavaco Silva, interessado em obter o favor da opinião socialista, quando abandonar a presidência. E beneficia da resignação de Passos Coelho, iludido em que domina Costa e Sócrates como controlou o líder do CDS. Para além de ter o aprazimento de Paulo Portas e o envolvimento das fações ferrosa/costista e socratina do PS. Porém, este golpe não conta com o silêncio, nem com a conformação, do setor patriótico.

Neste jogo, a Pátria não conta. O povo não conta. Se contassem, os 2.071.376 eleitores que votaram nas legislativas de 4-10-2015, na coligação PSD-CDS não seriam traídos - e nem a maioria dos 1.740.300 eleitores do PS que com certeza não concordam com a impunidade da corrupção de Estado. Todavia, desenganem-se os conspiradores e os seus cúmplices: o povo existe e a Pátria dura!

31 comentários:

Anónimo disse...

Parece que o Senhor Schauble dará o apoio à nova solução. Só por isso, ela será aprovada.

Quem depende dos outros, tem que aguentar. Ai, aguenta, aguenta!

Marcelo Salgado disse...

QUEM ???!!!!....EU....????!!!!!...nem conheço o Ricardo de lado nenhum...RICARDO QUÊ !!!!!????

Cagalhão Fumegante disse...

O GRANDE MENTIROSO nunca será eleito Presidente da AR !!!!!!

Anónimo disse...

O Marcelo não me dá confiança.

Anónimo disse...

Talvez sim. Mas, a meu ver, o socialismo corrupto apenas vai encenar a colaboração com o futuro governo e nos bastidores vai minar a actividade governativa.
Portugal não tem liberdade de informação. Está praticamente tudo monopolizado pela chamada esquerda. Consequência, o permanente branqueamento do PS, a ocultação do comunismo do BE e o mascaramento da índole estalinista, violenta e ditatorial, do PCP.
A verdade não passa.
Daí, o Costa tem todas as condições para sabotar o governo. Os utópicos comunistas do Bloco de Esterco e os assassinos do PCP vão fazer todo o trabalhinho sujo.
Por sua vez, o PSD/CDS não têm genialidade nem coragem para renunciar a um governo nado-morto.
Não têm que se sentir responsabilizados. O eleitorado, bronco e manipulável retirou a base de apoio e a estabilidade imperiosa ao governo. Só tem que pagar a factura. Nem o exemplo grego serviu para nada. Deixaram-se intoxicar pela imprensa corrupta e pelo canto da sereia bloquista.
Portugal, nos termos actuais é ingovernável. É uma puerilidade o Passos Coelho formar governo.

Anónimo disse...

http://economico.sapo.pt/noticias/coligacao-disponivel-para-dar-presidencia-do-parlamento-ao-ps_230982.html

Anónimo disse...

Sente-se o cheiro a qualquer coisa. Será pó? Será o afiar de facas? O silêncio é petrificador.

Anónimo disse...

A Coligação perdeu a maioria por sua única e exclusiva culpa. Hostilizou funcionários e aposentados, sendo certo que estes têm família, também votante. A austeridade, que se aceita, foi levada ao exagero, com cortes e mais cortes, sem necessidade da sua brutalidade. Eu sempre fui PPD/PSD. Porém, não podia pactuar com um governo que além de abusar dos cortes abusou na contribuição para a ADSE, desmesurada e injusta. Por isso, votei PS e voltarei a fazê-lo, se ocorrer igual circunstância. Finou-se a maioria abusadora e bem.

Costa Poucochinho disse...

Kamarada,preferes ser abusado por mim,pelo Ferrugento e pelo Pedregoso...acho bem....vaselina,manteiga ou azeite?

Anónimo disse...

7 de outubro de 2015 às 13:31

Não precisa de votar novamente. Basta que o partido em que votou siga a ideia do Dr. João Soares, e proceda a uma Grande Coligação de esquerda entre o PS, o Bloco e o PC. Votar outra vez, para quê?

Quem sabe, a Catarina Martins como Ministra das Finanças e o Jerónimo de Sousa como Ministro dos Negócios Estrangeiros. E ainda, o José Lello como Ministro da Economia.

Martin Schulz disse...

Acho que vou expulsar este PS-Costa da Internacional Socialista....mal por mal a Catarina Martins é mais bonita e não tem mau hálito....

44/33 disse...

Qual Belém...qual Nódoa...com o Costa o Presidente serei eu....

Anónimo disse...

Francamente, não vejo em que é que a eleição de Marcelo - em quem nunca votaria - poderá fazer perigar o lugar da actual Procuradora.
Vontade não faltara. mas não...
Da Maçonaria? Claro que é da maçonaria! Da maçonaria é, também, a imposição do acordês e o senhor usa-o desobedecendo à lei em vigor sobre ortografia que é, isto sem espinhas, o Decreto nº 35228 de 8/12/1945.

Anónimo disse...

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/eleicoes/detalhe/autarca_de_gaia_desafia_costa_a_testar_governo_com_bloco_e_pcp.html

Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Gaia e membro da Comissão Política Nacional do PS, considera que o líder socialista “jamais” deve governar com o PSD/CDS.

Eduardo Vítor, que apoiou António José Seguro nas primárias socialistas, quer também que António Costa convença António Guterres a ser candidato presidencial, "pois o PS corre o risco de colapsar". Se esta opção falhar, que seja então o próprio António Costa a chegar-se à frente, defende o presidente da Câmara de Gaia.

Anónimo disse...

Não defende um acordo com a PàF?
Não. Defendo que o PS faça as diligências, que são obrigatórias, do ponto de vista até institucional, com todos os partidos, a começar pelo Bloco de Esquerda e o Partido Comunista. Não vale a pena continuar a falar da esquerda, da esquerda maioritária em Portugal, se a esquerda depois não está disponível para governar. E isto tem que ser testado.

Defende então que o PS tente formar governo com o Bloco e a CDU?
Estou a defender que o PS inicialmente dialogue com o Bloco de Esquerda e com o Partido Comunista numa lógica de criação de condições de governabilidade. Claramente.

Mas não por razões de convicção que isso tenha sucesso, mas porque o País precisa de perceber quem é que quer governar e quem quer ficar pelas proclamações filosóficas. E este teste tem que ser feito. Porque as pessoas vão ter que perceber quem é que quer continuar a divagar e quem é que quer continuar a governar.

E o PS não pode ficar com o estigma do PASOK [partido socialista grego, que teve 4,7% dos votos nas últimos eleições no país], que fez um acordo com a direita sem perceber o que estava à esquerda. Não. Vamos testar a esquerda e perceber se há condições de governabilidade.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/eleicoes/detalhe/autarca_de_gaia_desafia_costa_a_testar_governo_com_bloco_e_pcp.html

Anónimo disse...

Julgo que a questão do Rui Rio está resolvida, nem se discute - ele será ministro. E o PSD tem uma solução de compromisso com o CDS de apoio a Marcelo Rebelo de Sousa.

Karocha disse...

http://www.sol.pt/noticia/415279/Macons-em-guerra-aberta

Chaimite disse...

Também fui dirigente do psd e vi a nivel concelhio,distrital e nacional a corrupcao existente.
Os marcos e companhia e conheço os lobbies que os controlam,comuns a todos os partidos com assento parlamentar.Por isso saí e voto PNR.
E meus Senhores sem Acção Directa nao se vai lá.
Esta gentalha tem que ser extinta...

Anónimo disse...

http://www.tsf.pt/opiniao/interior/o_presidente_antonio_costa_4822833.html

António Costa como candidato presidencial, apoiado pelo PS, CDU e BE, é o tira-teimas para saber se há uma frente de esquerda em Portugal.

Rogerio Fernandes disse...

SE o Marcelo Rebelo de Sousa é grande amigo e colaborador de Ricardo Salgado,,,o Mário Bochechas é o ké ????

Isto foi das coisas mais parvas e sem qualquer fundamento que li até hoje nas redes sociais ,alem do mais a personagens faladas aqui nem sequer pertencem há maçonaria ,,,VAI MAS É AO PSIQUIATRA !!!

Golpe de estado é aquilo que os Xuxialistas se sentem tentados depois da extrema Esquerda lhes prestar vassalagem e se comportar como lacaios ,,,isso sim vai ser um golpe de estado que jamais vai sarar a ferida na nossa Democracia !!!Tudo so para limparem o ladrão gatuno do Sócrates e dos ex ministros xuxialistas condenados a prisão que interpuseram recursos,,,para irem limpar a mafia ,vão fazer um VERDADEIRO GOLPE DE ESTADO !!!

Anónimo disse...

VARA Libertado!!


Venha os comentários da AZIA!!!

Costa Poucochinho disse...

Já estou a vomitar Róbalos !!!

Anónimo disse...

Azia ou caução?
O bandido tem que ir à barra do tribunal e se Deus quiser, ainda vai pagar bem caro o quilo de róbalos.
O Passos que tenha juízo e deixe o Costa formar governo com os criminosos dos dois bandos comunistas.
Os imbecis que votaram, bem precisam de mais essa lição.
Três bancarrotas e uma pré bancarrota não chegaram. Não aprendem nada.
Em breve, os juros da dívida vão começar a disparar.
ponham os cintos e preparem-se. O manicómio voltou.

Anónimo disse...

Libertado, mas com 300.000 € de caução. Ainda tem de encostar na barra do tribunal, onde a maioria dos honestos cidadãos portugueses nunca meterão os pés. Não deve ter sido por ir à missa.

S.T. disse...

Hoje o Passos e o Portas , reúnem-se com o Costa . Quando é que ouvem o cão do PAN ? Também acho que tenha qulquer coisa a "ganir" . Ou há moralidade , ou comem todos ...

Anónimo disse...

Sócrates teve 16 no mestrado em Ciência Política no Institut d’Etudes Politiques de Paris; podia ser pior um mestrado em Marketing. Haja pachorra.

Anónimo disse...

Parece que sim, que o Vital Moreira teve 16 valores. O Sócrates nem francês fala em condições.
E aquilo não é mestrado nenhum. Irra!

Anónimo disse...

Fala o Abrantes. Então ainda não há governo? Que pena e saudade que tenho do governo do CDS/PSD. Quando tomar posse, vai aumentar o horário dos funcionários para as 40 horas, continuar e até agravar os cortes de vencimentos e retirar-lhes dias de férias. Os mais velhos vão para a reclassificação. Os subsídios continuam a servir para pagar as avenças de 3.000 euros/mês da "boyada". As contribuições para a ADSE irão aumentar de 3,5% para 5% e haverá novo corte de feriados (1 de Janeiro, 25 de Abril, 1 de Maio e 15 de Agosto). Em suma, um governo "às direitíssimas", ultrapassando o Professor de Anta Comba.Ora, assim é que é, para esta "gentinha" saber quem manda, o Passos de Massamá.

"Momento Gavistron " disse...

Lembram-se das piadas do Samorá Machel .

( Samora foi à Beira discursar por ocasião do aniversário da Frelimo . Foi tão calorosa a manif que ao descer do palco escorregou e caíu , tendo prosseguido às cambalhotas até ao aeroporto ...para disfarçar . )

Está na altura de reeditar as anedotas do Samora , desta vez protagonizada pelo Monhé , o Tóni das chamuças merece ...

Anónimo disse...

História (verídica) de Portugal: o PIB real cresceu a uma média anual acumulada de 5,4% entre 1947 e 1974. o crescimento do PIB real foi claramente superior ao crescimento da população. O PIB real por habitante cresceu a uma taxa muito significativa. O padrão médio de vida em Portugal nos começos da década de 1970 era 4 vezes superior ao dos finais da década de 1940. In história Económica de Portugal, de Eugénia Mata e Nuno Valério.

Sem Moderação disse...

Com que bases defende o que expôs neste post?