terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Mário Soares ameaça: «e o juiz Carlos Alexandre que se cuide...»

(Atualizado)


Como um lobo na toca, de onde sai para a caça, Soares atacou de novo.

A ofensiva de Mário Soares, na sua crónica de hoje, 3-2-2015, «Portugal e o novo clima», no Diário de Notícias, contra o juiz Dr. Carlos Alexandre e o procurador Rosário Teixeira, é inaceitável num Estado de direito democrático. Mais grave ainda porque vem de um conselheiro de Estado, ex-Presidente da República, ex-primeiro-ministro, ex-líder de um dos maiores partidos portugueses, ex-presidente da Internacional Socialista, jurista de curso e de profissão.

Vejamos a gravidade do que Mário Soares escreveu nesta crónica, onde só acertou ao dizer que «a indignação (...) dos portugueses para com Sócrates não podia ser maior»... Isto é: é tão grande a indignação que não podia ser maior; tal como a solidariedade, que não pode exceder a piedade de um ser humano por outro. Mas como se atreve Soares?
  1. Como se atreve Mário Soares a dizer que «José Sócrates está preso, sem ser ouvido pela Justiça»? O ex-primeiro-ministro foi imediatamente presente ao juiz de instrução, como determina a lei, que o ouviu sobre os indícios recolhidos dos crimes que determinaram a sua constituição como arguido e a sua detenção.
  2. Como se atreve Mário Soares a dizer que Carlos Alexandre «não conseguiu ainda encontrar - que se saiba - nada de concreto que justifique esta prisão»? Foram, comn certeza, apresentados os indícios da sua detenção e determinadas, em 24-11-2014, as medidas de coação depois de ser ouvido longamente sobre as evidências concretas dos eventuais crimes de corrupção ativa por titular de cargo político, de corrupção ativa, de corrupção passiva para acto ilícito, de corrupção passiva para acto lícito, de branqueamento de capitais; fraude fiscal qualificada e de fraude fiscal (SIC, 26-11-2014). Aliás, como a imprensa tem noticiado e como os seus advogados referem no recurso: que os alegados crimes foram antes de ser primeiro-ministro (já não valeriam?!...); que ministro não é funcionário (!), o alegado não desmentido de que o dinheiro é dele (!), etc.
  3. Como se atreve Mário Soares a dizer que o juiz Carlos Alexandre «foi além das suas funções»? Cumpriu escrupulosamente a lei, indicando-lhe os crimes que lhe são imputados e guardando reserva dos desmentidos falsos e falaciosos do lado de Sócrates. Não é isso que os juízes do Supremo Tribunal de Justiça têm dito na recuisa dos vários pedidos de habeas corpus aprersentados?...
  4. Como se atreve Mário Soares a dizer que «parece que Ministério Público, por via de Rosário Teixeira, violou o segredo de Justiça, bem como o juiz Carlos Alexandre no caso Sócrates»? «Parece»?!... Que provas tem para fazer uma imputação de crimes de violação de segredo de justiça ao procurador e ao juiz do processo?!... 
  5. Como se atreve Mário Soares a dizer que «a esmagadora maioria dos portugueses está indignada com a situação infame e intolerável em que se encontra José Sócrates»? Contou-os? Conhece alguma sondagem de que nós não saibamos? Ou a amostra é constituída apenas pelos barões socialistas que o vão visitar à cadeia e fazem declarações à saída de pressão intolerável sobre a justiça?...
  6. Finalmente, a seguir a mencionar a indignação e a solidariedade com Sócrates, como se atreve Mário Soares a dizer: «E o juiz Carlos Alexandre que se cuide...»?!... «Que se cuide...»?!... Sugere a pancada ou a morte?...

Além da soma de mentiras reiteradas sobre o comportamento exemplar do juiz Carlos Alexandre e do procurador Rosário Teixeira, fica a ameaça ao juiz Carlos Alexandre e a SUA conjura dos apaniguados contra o juiz. É inadmissível. E tem de suscitar um processo instaurado pelo Ministério Público. Porque nem a idade, nem o estilo, nem o seu currículo, permitem negligenciar a gravidade do que escreveu nesta crónica. Como explica o José no poste, «Mário Soares ameaça o juiz de instrução...», do blogue Porta da Loja, hoje.

Esta ameaça de violência física «e o juiz Carlos Alexandre que se cuide...» há-de ser relacionada com o apelo à violência que Mário Soares já tinha feito no «Congresso das Esquerdas», em 21-11-2013, em Lisboa, que transcrevi da partir do video desse evento:
  • «A violência està à porta» (bis...) 
  • «O Presidente e o Governo devem demitir-se (...) enquanto podem ir ainda para as suas casas pelo seu pé. Caso contrário, serão responsáveis pela onda de violência que aí virá e necessariamente os vai atingir». (sublinhado meu).
A chamada da violência contra um juiz por este decidido a detenção de um político (Sócrates) sobre o qual impendem indícios de crimes de delito comum, é tolerável? Ou tem de merecer uma resposta de Estado, com a prossecução judicial da insinuação de violência?... E se acontecer algo ao juiz Carlos Alexandre?... Como justificarão a negligência as autoridades judiciais?... Em qualquer caso, Mário Soares será responsabilizado por qualquer coisa que aconteça ao juiz ou a sua família, bem como ao procurador Rosário Teixeira, aso coordenador do DCIAP Amadeu Guerra, e os demais investigadores e suas famílias.

Com a sugestão deste «novo clima» de violência, o Dr. Mário Soares está numa campanha de escalada contra o juiz e o procurador do caso Sócrates do género que a Maçonaria organizou contra a família real e que culminou no regicídio de 1 de fevereiro de 1908. É uma campanha do tipo das que a Mafia dirigiu, em Itália, nos anos 80 e início dos anos 90, para isolar procuradores e juízes na Itália e a seguir mandar assassiná-los. É isso que Soares pretende?!... Cada um dos visitantes a Sócrates na cadeia de Évora deveria ser perguntado pelos média sobre se concordam com esta ameaça de Soares.

Em Itália, foi agora eleito presidente, por proposta do socialista Renzi, o juiz Sergio Matarella, com reputação impoluta,  irmão de um mártir morto pela Mafia: em Portugal, os socialistas atacam a justiça!... Como pode a Internacional Socialista tolerar este comportamente de corrupção e de ataque à justiça por parte de um partido seu filiado?...

Qual o motivo do ataque continuado e violento de Mário Soares e da sua aflição? Creio que é a ligação de Soares ao ex-presidente Lula, a José Sócrates e a Ricardo Salgado, e o seu receio de que Sócrates e Salgado lhe descubram a careca e lhe arruínem as fundações do seu poder. Não é a preocupação do legado (à Mitterrand), nem a ideologia, nem o partido, muito menos o País: é o seu interesse pessoal e direto no que parecem, antes e depois, ser factos complicados que ainda estão vivos, nos ois que recebeu dos parceiros brasileiros e nos holas dos venezuelanos. É por aí que a investigação judicial deve ir. Sem medo e sem se deixar condicionar. Como a coragem que tem feito e que orgulha o povo português.


Pós-Texto (13:00 de 4-2-2015): Com todo o respeito, o lamento da Associação Sindical dos Juízes Portugueses, de 4-2-2015 sobre a ameaça de Mário Soares ao juiz Carlos Alexandre, não é suficiente. O Ministério Público tem de abrir o competente inquérito-crime de uma ameaça que é pública e notória, tendo em atenção a lei, que o José refere. Se isso não suceder, impõe-se a participação-crime. Porque nunca, nunca, se devem tolerar ameaças, muito menos uma, como esta pensada, ponderada e escrita na uma crónica de opinião e não pronunciadas na desorientação de um confronto físico. De outro modo, como poderão ser doravante punidas ameaças de natureza semelhante pronunciadas contra magistrados e contra forças da autoridade?...


Atualização: este poste foi atualizado às 22:34 de 3-2-2015; e 13:00 e 13:35 de 4-2-2015.


Limitação de responsabilidade (disclaimer): José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, arguido indiciado, em 24-11-2014, pelos crimes de corrupção ativa por titular de cargo político, de corrupção ativa, de corrupção passiva para acto ilícito, de corrupção passiva para acto lícito, de branqueamento de capitais; fraude fiscal qualificada e de fraude fiscal (SIC, 26-11-2014), recluso detido preventivamente no Estabelecimento Prisional de Évora sob o nº 44, goza do direito constitucional à presunção de inocência até ao trânsito em julgado de eventual sentença condenatória. 
As demais entidades referidas nas notícias dos média, que comento, não são suspeitas ou arguidas do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade.

12 comentários:

Anónimo disse...

Soares jamais será apanhado, apenas porque tem 90 anos. Nem as malas que R. Mateus transportou de notas, entregues pela Fundação F. Ergbert, para o financiamento do P. Socialista, foram alguma vez investigados. O argumento foi sempre, "Soares é o pai do Regime", e como tal é inimputável.

Hoje, Soares é apenas o chefe de um clã. Tirando os merdia, que o protegem, pelas suas ligações à Irmandade Maçon, que ainda controla Portugal, já poucos sectores se revêem no velho imundo Soares.

Cavaco, e bem, ignorou o seu apelo para "comentar a prisão de Pinto de Sousa". Soares na Internacional Socialista não vale nada. A última esperança de Soares foi Hollande. Sabe-se agora, qual a opinão que Soares tem sobre Hollande.

Soares e família foram envolvidos nos negócios de Savimbi e de Roque. Nunca se investigou nada.

O único e último trunfo de Soares é apenas o facto de ser irreverente, atrevido e agressivo. Isso é muito pouco. O seu correligionário e sócio de actividades, Pinto de Sousa, também é temerário e está à sombra, debaixxo do número 44.

Soares ficará na História do século XX, junto com Otelo, gente que contribuiu para o fim da ditadura, mas gente corrupta e criminosa.

Anónimo disse...

Foi o MFA que derrubou a ditadura. Soares e Cunhais nem em dois séculos lá chegavam.
Os louros que lhes dão não são merecidos.
Tanto mais que um era apenas um traidor a soldo da URSS e outro um vulgar gatuno sedento de deitar as mãos aos milhões e a fazer negócio usando os cargos.
Soares nunca foi sentado no banco dos réus apenas porque é muito esperto ( não ostentou como Sócrates) e as circunstâncias favoreceram-no.
Colocou gente da sua confiança nos lugares chave do poder judicial e encheu o aparelho com apaniguados.
Tal como Sócrates tinha a rectaguarda protegida pelos Pintos, Noronhas e Cândidas.
Só a substituição destes por gente decente, bastou para virar o jogo.
Daí, desta necessidade de domínio do Judicial, a urgência do Sampaio, à época, em correr com o Santana. Estávamos em pleno processo Casa Pia.
Agora mandaram o Seguro borda fora e jogaram o Costa. O tiro parece furado pela inépcia deste e pelo factor impossível de ponderar da baixa do preço do petróleo que deu mais fôlego ao governo para amaciar as medidas de austeridade sem beliscar o essencial dos objectivos.

Rui Mateus parece que também recebeu ameaças...e levou-as a sério.

Anónimo disse...

É nisto que Soares aposta?
Não duvido da eficácia. Mas, será isto socialismo?

http://observador.pt/2015/02/03/encontrado-mandato-de-detencao-em-nome-da-presidente-kirchner-na-casa-procurador/

TóTó Riina disse...

Já assinei o meu contrato de franchising em Portugal...fica com o exclusivo de tudo o que é crime e corrupção em Portugal o TóTó Soarini,o Capo dei Capi Tugas...o 44 vai ser transferido para a minha cela perpétua aqui em Itália onde bem falta me faz um aio de companhia...3 por noite aguenta com certeza...e o Alexandre que se cuide...

O 44 disse...

Hoje não é o Dia 1 de Abril!!!????

Partido ou quadrilha??? disse...

O desespero de Soares terá a ver com isto?

http://doportugalprofundo.blogspot.pt/2013/06/as-afrontas-do-governo-dilma-portugal.html

Hoje sabe-se que foram trazidos para Portugal vultuosas somas que estarão no BES do Porto, pela camarilha do PT brasileiro, numa operação para fazer lavagem de dinheiro.
Ignoravam o PR e vinham encontrar-se com o Pai da corrupção portuguesa. Pudera! Quem melhor para lhes abrir portas?

Anónimo disse...

Auto intitula-se socialista mas meteu o socialismo na gaveta. Diz-se amigo dos pobres mas tem um colégio para os ricos. Diz-se pelo SNS mas nunca entrou num hospital público, quando( ele e família) adoeçe vai para os luxuosos Hospitais Privados. Fala em solidariedade mas não abdica dos muitos milhares de dinheiros públicos( dos contribuintes) que "exige" para a "sua" fundação e que, prioritáriamente, deveriam ser empregues para acudir aos esfomeados e desamparados. Safado, mentiroso, senil e incoerente.

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=PKk0Zber4JU
Cavaco sobre o BES e como desgraçou milhares! Merece continuar como PR? Este é diferente do capo Soares? Oh Sr Prof Ienha paciência, o senhor está a fazer trabalho partidário está a ser um boy das quadrilhas que nos têm governado.

Anónimo disse...

Ò estúpido, o próprio PR diz que as suas afirmações baseiam-se nas informações recolhidas junto do Banco de Portugal.
Onde vês tu aqui um capo mafioso como os que o teu partido tem impingido à nação desde o primeiro dia?
Onde estão os sinais exteriores de riqueza???
Este sempre trabalhou para viver.
Estes socialistas arrependidos são mais ridículos que os assumidos.

J Pimpao disse...

Atreve-se porque temos um País de Merda, uns Políticos de Merda é uma justiça de Merda.....e nós o povo Português somos ums Merda porque admitimos tudo.... E essa gente sabe bem disso........

Anónimo disse...

O Prof. Sa La Zar ao pé deste merdocratas corruptos e vigaristas era um Principe, um hino de seriedade e competência.

Anónimo disse...

"A integridade física de Rui Mateus estaria alegadamente ameaçada, havendo fortes indícios de que terão sido feitos contactos com indivíduos ligados ao mundo do crime, para se encarregarem desta «operação» (...). As pressões eram muitas, a começar com as «recomendações de amigo» de Almeida Santos, que o Presidente da República enviara apressadamente de Marrocos e com quem reuniríamos regularmente a partir do dia 17 de Maio em sua casa. Por outro lado eu estava a ser «olhado» como um traidor à causa «soarista» (...).
Rui Mateus

"O senhor Soares é objecto de um obituário aguardado com grande expectativa" - Dra. Quitéria Barbuda - http://bit.ly/1E8AieS