sábado, 26 de julho de 2014

A ponte

video




Em junho de 1982 foi encontrado o corpo de Roberto Calvi, ex-presidente do Banco Ambrosiano, enforcado sob a Blackfriars Bridge, em Londres - tendo no bolso cerca de 14 mil dólares em notas (de três moedas) e cinco tijolos. O Banco Ambrosiano estava em pré-falência com dívidas superiores a mil milhões de dólares e Calvi tinha fugido para Londres dois dias antes, de ser encontrado pendurado em andaimes colocados especialmente debaixo da ponte para a operação. A queda do Banco Ambrosiano quase arrastava para a falência o IOR da Santa Sé e aconteceu no âmbito do escândalo da loja maçónica italiana Propaganda Due (P2), à qual Calvi também pertencia, bem como políticos de topo (por exemplo, Silvio Berlusconi) e gente ligada à Mafia. A simbologia, além dos bolsos cheios de notas para significar a sua ambição, é apurada ainda pelo facto de a ponte do Tamisa, onde Calvi foi suspenso, a Blackfriars Bridge, se traduzir para italiano, como Ponte dei Frati Neri e Frati Neri (irmãos negros) ser precisamente como se chamavam entre si os membros da loja maçónica P2, onde preponderavam políticos e gente do poder de quem a Mafia se sentia enganada. Calvi fu suicidato por credores da Mafia que não lhe perdoaram o desfalque no banco e terem sido burlados em operações financeiras realizadas pelo banqueiro para tapar buracos nas contas e que queriam evitar que, apertado pela justiça ou zangado com quem não o protegeu, divulgasse os segredos terríveis das relações da Mafia com políticos italianos, também na P2. No filme Godfather III, de 1990, que se inspira nesse escândalo, e lhe junta o incenso do Vaticano, Calvi é representado pelo banqueiro Frederick Keinszig (Helmut Berger), cujo excerto coloquei acima. O filme I banchiere di Dio, de Giuseppe Ferrara, de 2002, também trata desse escândalo.

Em 16 de setembro de 1982***, três meses depois de Roberto Calvi ser encontrado pendurado na Blackfriars Bridge, foi assassinado, numa casa no Holland Park, ironicamente perto daquela ponte, Agelli Vaccari, um colaborador do banqueiro nas burlas e trapaças cometidas.


* Video cortado daqui

39 comentários:

Anónimo disse...

Pois

A Mim Me Parece disse...

Não está à espera que o cadáver do ex "dono disto tudo" vá amanhã aparecer nas marinas do Samouco, está? O "machadaz" dizia que "um vintém é um vintém e um cretino é sempre um cretino". Mas parecendo-me que um Gelli seja um cretino, não me parece que um cretino tenha forçosamente de ser um Gelli.

Anónimo disse...

Alguém dizia na TV, recentemente, que onde o dinheiro fala, a verdade cala.
Fui educado para não aceitar isto, mas a realidade que vivemos hoje obriga-me a pensar que me educaram para um Mundo que não existe, hoje.
O que se pode interpretar do texto é que estes processos são sinistros.
O egoísmo tolhe o Homem.
Passem bem.

O Calabouço disse...

Donde se conclui que local mais seguro para o Salmoura neste momento são os calabouços da Judite lá para os lados do Liceu Camões.Aí,aplicadamente,até poderá aprender solfejo.Conselho de amigo...não pagues a caução!

Anónimo disse...

O Povo está sereno. Proença de Carvalho, prottetori di tutti prottetori, não deixará que aconteça o que quer que seja ao Dono Disto Tudo.

Já Maduro e Kopelipa, poderes para lá dos trópicos, poderão não ser os piores. Piores mesmo, são os que chegam a Lausanne, com um número numa box. Esses, ninguém sabe quem são.

Anónimo disse...

http://www.ft.com/intl/cms/s/0/2150eb92-13f3-11e4-b46f-00144feabdc0.html#axzz38c8s4vWU


The Espírito Santos mingled with the Rockefellers and befriended the Duke and Duchess of Windsor. But the family’s social origins were more humble, some suggesting that their name – which translates as Holy Ghost – originates from a surname traditionally given to babies left at churches by destitute mothers.


Although wealthy, Mr Salgado is not known for an ostentatious lifestyle, telling a Portuguese newspaper in May that “my life begins at 8.30am in the bank and ends at 10pm in the bank”.
He has made a number of high-profile business enemies during his 22 years at the helm of BES and feuding between the five strands of the Espírito Santo family, particularly over leadership successions, is not new. But the financial and legal woes now engulfing the group have generated bitter rifts that continue to surface.
In a history that spans monarchy, republican upheaval, dictatorship, revolution and democracy, the Espírito Santos have learnt to rub along well with political power. Mr Salgado is no exception, having been close to a number of recent prime ministers.
However, his influence is rapidly waning. According to annual rankings drawn up by the Jornal de Negócios newspaper, Mr Salgado was the third most powerful person in the Portuguese economy last year. This year he is in 48th position.

Anónimo disse...

Hoje, 27 de Julho, faz anos que o Sr, ´Prof. Oliveira Salazar, antigo Governante de Portugal faleceu. Curiosamente, um diário da capital, publica estas 2 notícias: 1) Edite Estrela ( política de esquerda do PS) viu o seu ordenado aumentado para 91 mil euros e reside num apartamento em prédio de luxo na zona da Expo, junto ao Tejo. 2) O BES, liderado pelo Dr. Ricardo Salgado emprestou dinheiro aos partidos políticos CDS, PCP, repito PCP, PS e PSD.

Anónimo disse...

O Salgado ainda está a pensar em que ponte se irá pendurar. Cá por mim, qualquer uma serve. Mas desconfio que o gajo não tem tomates para tal acção.

Anónimo disse...

O Socialismo gatuno volta ao ataque:

http://economico.sapo.pt/noticias/seguro-critica-costa-por-nao-ter-resposta-para-a-divida-publica_198494.html

O candidato às primárias do PS António José Seguro criticou ontem à noite o seu adversário, António Costa, por não ter "uma resposta concreta" para as questões da dívida pública. "É impensável que não tenha uma resposta concreta para um dos problemas que o nosso país tem, que é o da dívida pública", disse Seguro, em declarações à Lusa.

Anónimo disse...

Outro amigalhaço do Sócrates, sob o fogo dos brasileiros.

http://www.reuters.com/article/2014/07/25/oi-sa-portugal-telecom-ceo-idUSL2N0PZ1QR20140725

The distrust that has sprung up between key Brazilian and Portuguese shareholders will also put Bava's diplomatic skills to the test, the second source said.

Yet investor confidence in Bava, which boosted Oi shares over 15 percent on the day he was named CEO, shows little sign of flagging. Even some of Oi's minority shareholders, who have long feuded with controlling owners and criticized the current merger, acknowledge the industry savvy that Bava provides.

"The only reason he is still here is that he is the last hope," said a prominent minority shareholder in Oi, who asked not to be named. "If you fired him now, shares would easily fall 30 percent. Things may be bad with him, but it would be worse without."

Anónimo disse...

porque será que o vígaro chora lágrimas de crocodilo?

http://www.noticiasaominuto.com/economia/255415/situacao-do-ges-e-triste-e-preocupante

“ Isso vai ter um impacto na nossa economia. E acho que a situação tem sido desvalorizada”, destacou o socialista.

José Sócrates disse compreender “as declarações feitas no sentido de proteger o banco” de forma a evitar “contaminação”, mas destacou que “a confiança dos depositantes é fundamental”. “Mas a falência deste grupo não vai deixar de ter uma consequência negativa na economia”, alertou.

“O que se passa no BES é muito significativo pois o BES vai ter menos dinheiro para financiar a nossa economia”, explicou.

No seu comentário semanal, Sócrates disse ainda que “gostaria que nenhuma empresa portuguesa fosse à falência”, uma vez que, e principalmente no caso do GES e BES, “vai ter impacto negativo e muita gente vai sofrer com isso, pessoas e empresas”.

Sócrates disse ainda temer o “impacto na reputação que o GES tinha internacionalmente”, mas apelou a “que tudo isto se possa resolver rapidamente”.

Anónimo disse...

http://www.noticiasaominuto.com/politica/255423/maria-luis-na-comissao-europeia-sera-a-pior-escolha-possivel

Para o socialista, “em primeiro vamos meter na Europa a política portuguesa mais ligada à austeridade quando a Europa procura livrar-se da austeridade”, depois, frisou que “esta nomeação, a acontecer, nunca reunira o consenso em Portugal”.

À antena da RTP1, José Sócrates diz que “o que isto parece é abandono e fuga”.

“A verificar-se seria um ato de fuga. A Sr. ministra das Finanças chega a este ano e tem o défice a derrapar, a dívida pública em 132%. E acha que tem condições para ir para a Europa?”, questionou.

Anónimo disse...

Que importa o que diz esse criminoso?

Anónimo disse...

Tenho a certeza que, tal como o Porta da Loja, o Dr. ABC tem em mente apenas e só os anos de 2005 a 2010 como o momento de todos os males do grupo BES.
Até 2005 tudo normal, a partir de 2011 nada de promiscuidade.
Como sempre, todos sabem aonde querem chegar os dois protagonistas.
Mas, como tem sido normal, olham apenas a árvore e não a floresta.

O Fartote disse...

Entre 2005 e 2010 não foi o momento de todos os males do grupo BES mas os anos de todos os bens,um fartote brutal dos dois sócios/cúmplices José&Ricardo-SCII,Sociedade Criminosa de Irresponsabilidade Ilimitada,pilhando Portugal de todas as maneiras e conduzindo-o à bancarrota...está claro Sócretino de serviço das 12:32 ou é preciso mandar-te a casa a Judiciária dar-te umas explicações?

Anónimo disse...

Aa aparecer o nome da Maria João Rodrigues como possível Comissária Europeia, porque era socialista, deu motivo ao Dr ABC para fazer um tremendo "barulho". Agora, como aparece a Maria Luís Albuquerque, e dado ser do PSD, tudo bem.
Ontem, o "curso" do Sócrates deu motivo a um livro, mas o DOUTOR do Relvas apenas resultou nuns riscos na sebenta do Dr ABC.
Os roubos no BPN foram o que foram e aqui d'el-rei que o regulador não viu nada. Claro o governador era do PS.
Agora, no caso BES o governador esteve bem, viu tudo a tempo e horas, e as culpas dos problemas vão cair, aposto, para cima do Sócrates.
E eu sei bem porquê!...

Anónimo disse...

Uma pergunta: se no tempo do Sócrates a PT metesse esta montanha de dinheiro na empresa Rio Forte acham que o Dr ABC escreveria um livro a triturar o negócio e a culpar o Sócrates pelo sucedido?
Respondo em 1º: tenho a certeza que sim...
E agora: vai fazer uns ziguezagues até chegar à conclusão que a culpa é do Sócrates.
Aposto...

Vejam o que escreveu acerca do rumo da Educação no tempo do Sócrates e do que "diz" agora. Bem sei que está sem palavras porque sempre pensou que pior nunca viria mas, com franqueza, devia disfarçar melhor. Mandar apenas bolas para fora é que não...

Anónimo disse...

Bolas para o pinhal? Não. O Granadeiro, comparsa do Salgado e do Bava, amigos do Sócrates e do Mexia, deram a PALMADA em 900 milhões nos accionistas da PT. Roubaram a participação da PT no consórcio com os brasileiros da OI, em 10%. Culpa? Do Granadeiro e dos seus amigos do Espírito Santo, Salgado, Mexia, Bava e Sócrates. De quem é que poderia ser mais? A PT é uma empresa privada, detida a 10% pelo BES/GES e mais 10% da Oingoing dos comparsas testas de ferro Vasconcellos e espanhol. Tudo engendrado pelo socretismo caviar. Tudo em estado de falencia. Graças a Deus.

Anónimo disse...

Na Educação, está tudo bem. A começar pelo Chefe Nogueira, esse Professor do Enisno primário, que não dá uma aula há 20 anos. Mas, ainda bem que não dá aulas aos miúdos, coitados dos miúdos que apanhassem com tal trauliteiro.

Anónimo disse...

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/convencao-de-costa-com-saudades-das-politicas-sociais-de-guterres-e-socrates

A "saudade" das políticas de Guterres e Sócrates no combate à pobreza extrema arrancou este sábado o aplauso na leitura das conclusões da convenção nacional da candidatura de António Costa à liderança do PS. Na leitura sucessiva das conclusões dos nove painéis temáticos, Carlos Farinha Rodrigues, que coordenou o painel sobre o reforço da coesão social, evocou aqueles anteriores líderes socialistas, ao defender o regresso "às políticas de combate à pobreza extrema de Guterres e Sócrates". Concluía que é preciso combater a pobreza e valorizar o trabalho, corrigindo as desigualdades na repartição primária do rendimento, considerando a primeira um obstáculo ao desenvolvimento.

Anónimo disse...

O BES emprestou dinheiro ao CDS, PCP, PS, PSD. O valor mais alto foi concedido aos centristas: 5,5 milhões de euros.

Ler mais em: http://cmtv.sapo.pt/detalhe.aspx?channelID=34F5E1B7-BABF-4C08-83FC-20AF9E097CDA&contentID=C4F6E7C9-89D0-452A-90BB-62C838E55B86

Anónimo disse...

E o Salgado não era amigo do Marcelo, do Cavaco, do Relvas, do Portas, do Passos, deste e daquele?

Portanto, tirando o Nogueira a educação em Portugal está bem e recomenda-se!

A Maria Luís ser enviada para Bruxelas apenas nos diz que os ratos estão a abandonar o barco e a tomar os melhores lugares. Outros se seguirão e o Dr ABC a olhar para o Sócrates.

Anónimo disse...

Sócretino,o que está em causa não são amizades,são negociatas que levaram o país à bancarrota socretina,altamente lesivas do interesse nacional.

Também eu tenho saudades das políticas de Guterres,que nos causaram uma pré-bancarrota e fuga do benfeitor e das políticas sócretinas que levaram mesmo ao fundo o país.
Qualquer destes vigaristas causou centenas de milhares de pobres e esgotou os recursos do país e levou ao endividamento,só para comprar votos através da distribuição do que tínhamos e do que nos foi emprestado.
O Sócretino teve um mérito,no entanto.Enriqueceu um pobre que desenhava currais na Câmara da Covilhã e acabou com centenas de milhões em offshores.Penso que o seu combate à pobreza teve esse mérito.
Eu atribuía-lhe a medalha de mérito de Vale de Judeus.
E os Bavas e Granadeiros podiam acompanhá-lo.

Anónimo disse...




"Tirando o Nogueira" o ME está cheio de comunas e xuxas,parasitas que apenas servem para bloquear qualquer reforma do ensino e chular os contribuintes.
O Crato,perto da delinquente da Lurdes,já condenada,e da incapaz e aldrabona da Benavente,é um luxo.Pena que não possa implementar as suas ideias e tenha que passar o mandato a aturar as patifarias da Intersindical e dos vermes socialistas.

Anónimo disse...

anónimo das 28 de Julho de 2014 às 18:21:

A maior parte da divida é privada e não publica.

Anónimo disse...

A maior parte da dívida é privada? Quero lá saber da dívida privada. Declara-se a falência, ou insolvencia, como agora se diz. Agora, a Dívida pública é que me incomoda. Bem sei os impostos que tenho que pagar, para pagar os juros de 220 mil milhões de euros de dívida. 130% do PIB, sob a forma de dívida pública, não chega? Para mim, chega e sobra. Acorrentados à dívida pública por gerações.

Anónimo disse...

Este é o melhor exemplo do enfeudamento dos socialistas e do Costa de Lisboa aos Espíritos Santos. Os primos Salgados (o Espírito Santo e o Arquitecto Salgado) continuam a dança:

http://www.publico.pt/local/noticia/quartel-de-bombeiros-que-vai-ser-demolido-custou-123-milhoes-de-euros-1664012

Quartel de bombeiros que vai ser demolido custou pelo menos 12,3 milhões de euros
JOSÉ ANTÓNIO CEREJO 24/07/2014 - 07:46
O dinheiro que a Câmara de Lisboa quer encaixar com a venda do quartel de Carnide será sempre inferior aos investimentos que já ali fez e que terá de fazer para realojar os bombeiros e o seu museu.

Sendo certo que, além destes 12,3 milhões de euros, a instalação dos bombeiros teve necessariamente outros custos associados à aquisição do próprio terreno (9738 m2), só se pode concluir que um eventual encaixe de 15,8 milhões de euros resultante da venda do lote para o qual o Grupo Espírito Santo (GES) quer alargar o Hospital da Luz ficará muito aquém dos custos directa e indirectamente já suportados pelo município e daqueles que terá de suportar com a aquisição de novos terrenos e com a construção de novas instalações para o quartel e para o museu.

O Hospital da Luz, aberto em 2007, foi projectado pelo arquitecto Manuel Salgado, actual vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa e primo direito de Ricardo Salgado, do GES, que controla a sociedade proprietária daquela unidade de saúde. Os documentos relativos à alteração do plano de pormenor da zona do hospital, que será discutida nesta quinta-feira pela assembleia municipal, referem desde há anos, tal como o fazem os proprietários do hospital, que o lote dos bombeiros se destina à "extensão do Hospital dos Lusíadas", apesar de o município ter decidido agora levá-lo a hasta pública.

Cunde em Pelão disse...

Costa que o Cunde Sócretino dos vinhos gaseificados da Anadia depois das 6 da tarde só anda em pelão.Costa tanto que se quer tornar exibicionista nos voos da TAP.Capem-no e fogo nele !!!

Anónimo disse...

as peças do espirito santo sem o espirito

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/fusoes___aquisicoes/fusao_pt_oi/detalhe/nuno_vasconcelos_fora_do_conselho_de_administrador_da_nova_oi.html

Nuno Vasconcelos, presidente da Ongoing, não está no novo memorando da fusão da PT com a Oi para a administração da empresa que resultar da junção.
Os acordos definitivos para a transferência da dívida da Rioforte para Portugal e o novo memorando da fusão foram assinados e com mudanças ao nível da composição prevista do conselho de administração.

Face à intenção de Outubro de 2013, a nova Oi não terá Nuno Vasconcelos no conselho. Da Ongoing fica apenas Rafael Mora. Há outras mudanças, que já eram previsíveis. Henrique Granadeiro fica de fora do novo elenco, assim como os dois elementos que estavam ligados ao BES - Amílcar Morais Pires e José Maria Ricciardi.

Anónimo disse...

a ridícula justiçazinha tuga

http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/banca___financas/detalhe/salgado_esta_proibido_de_falar_com_tres_pessoas.html

De acordo com a SIC Notícias, o ex-presidente do Banco Espírito Santo está proibido de contactar com o construtor civil José Guilherme, que alegadamente lhe ofereceu de presente um total de 14 milhões de euros, em troca de conselhos de investimento em Angola.

Salgado está ainda impedido de falar com Hélder Bataglia, ex-presidente da Escom, e com Álvaro Sobrinho, antigo presidente do BES Angola. Os dois eram donos da gestora de fortunas suíça Akoya, que esteve no epicentro das investigações ao caso de fraude fiscal e branqueamento de capitais Monte Branco, e terão estado envolvidos no processo de venda da Escom à Sonangol.

Anónimo disse...

Salgado pode falar com Passos, com Filipe VI, com Cavaco, com Sócrates, com Eduardo dos Santos, com Sócrates, com Rebelo de Sousa, com Helder Kopelipa, com Manuel Salgado, com Proença.

Salgado não pode falar com o Bobby e o Tareco. Coitados dos portugueses.

Anónimo disse...

Salgado é too big to be punished.

Oliveira e Costa foi detido e mantido no isolamento para impedir que metesse a boca no trombone.
Depois de fazer um acordo com a máfia sócretina,foi libertado.

Estes banqueiros são os banqueiros da demo cracia.São eles que fazem as lavagens para os partidos políticos,eles que distribuem as prendas pelas segundas linhas.

Em Portugal ninguém aparece pendurado na ponte.Não há investigação policial séria e portanto,nada a temer.
Os partidos políticos e a Maçonaria são reis e senhores.
A impunidade ao mais alto nível está garantida.
Perguntem ao Soares como se safou da enxurrada de vigarices e roubos de milhões,do tráfico de influências,etc.
Não percebo como se pode ainda ter ilusões,após a escandaleira do Sócretino que viu mega-vigarices exspostas na tv pela Moura Guedes e outrs em livro,tendo escapado a todas.Goza a fortuna nas barbas das vítimas e ainda tem uma tribuna na tv pública.
A JAE,a Casa Pia,os submarinos,os sobreiros,as PPP's,etc.São inumeráveis.
Com o MP sequestrado pela máfia política e maçónica,com o jornalismo sem jornalistas,como querem que Salgado tema? Ele chora a perda de poder,mas ri desta mascarada.

Anónimo disse...

Anónimo de 28 de Julho de 2014 às 18:21.
Quando se quer fazer crer que tudo se deveu ao Sócrates é a prova provada da ignorância acerca das principais razões que nos levaram à crise. Esquecer os anos anteriores, um euro forte, a abertura dos mercados europeus, a destruição da agricultura, das pescas e da indústria, enfim uma série de problemas herdados, é de uma limitação de análise confrangedora. Ainda bem que começaram a aparecer alguns inteligentes da direita a dizer que os resultados da crise não foram internos mas sim fruto de muitos erros do passado e que mais tarde ou cedo cairiam na nossa cabeça.
Mas não merece a pena chover no molhado porque esta casa apenas existe para malhar no Sócrates e nos socialistas (e claro defender o PSD)por isso não conseguem discernir, não conseguem pensar, e assim nunca perceberão as razões dos nosso problemas.

Anónimo disse...

O Balbino já encontrou o lápis azul. Quem diz mal do psd lixa-se... Corta comentário...

É pá... estou a falar contigo. Tens que ler os meus comentarios para os apagar... ehehehehehhheee

Anónimo disse...

Sabem quem pega fogo aos pinhais? - É o Sócrates.Sabem quem comprou os submarinos e meteu a comissão ao bolso? O Sócrates. Sabem quem congeminou as trafulhices do Grupo Espírito Santo? O Sócrates. Sabem quem é o violador mor de menores? O Sócrates. Sabem quem pilha as galinhas no campo? O Sócrates.
SABEM QUEM VOS MANDA TODOS À MERDA? - o Sócrates.

Anónimo disse...

Pena temos nós que o Sócrates não vá para o sítio que deve, e não é na merda que ele devia estar. O Sócrates devia estar na CARREGUEIRA, na companhia do Carlos Cruz.

Anónimo disse...

Lápis azul? Onde? Aqui não são as "Corporações". Aqui defende-se Portugal. Aqui não se defende o socialismo. O socialismo fez Portugal chegar ao fim de linha, em conjunto com a Direita dos negócios.

Anónimo disse...

A Constituição da República portuguesa defende o "caminho para o socialismo". Ninguém ainda retirou esse caminho de merda da CRP.

Anónimo disse...

Dirigido ao Anónimo de 29 de Julho às 11:30.
Salpicado de merda anda Sócrates desde Vilar de Maçada onde nas horas vagas ajudava a vestir os santinhos.
Beneficiou do avô que amealhou as massas do volfâmio vendidas aos alemães, o que chegou para ele comprar os fatinhos à medida para andar a pavonear-se em Lisboa. A merda continuu a salpicá-lo, não obstante o avental que o márinho lhe envergou na cerimónia de iniciação. Antes disso a opinião do márinho era de rejeição. Quando chegou à Loja, foi vendado e levado a uma pequena sala onde meditou. Depois no interior da Loja foi orientado sobre as suas obrigações.Tem-nas cumprido.
Nenhum avental porém é suficientemente grande para cobrir o esterco, muito menos o cheiro.
E quem se lixou fomos nós.