quarta-feira, 29 de agosto de 2012

A violação pelas autarquias do espartilho financeiro do Estado

A Câmara Municipal de Leiria, liderada pelo socialista Raul Castro, informou, em 24-8-2012, que vai violar a Lei dos Compromissos (Lei n.º 8/2012, de 21 de fevereiro), um ato que presumo irá ser seguido por outras, e não só as governadas pelo Partido Comunista e Partido Comunista... A Lei dos Compromissos «impede as entidades públicas de assumirem despesas para as quais não tenham receita prevista nos três meses seguintes». A Câmara de Leiria invoca que só assim pode contratar o fornecimento de transportes e refeições aos alunos do concelho.

O argumento das refeições e transportes escolares é um argumento demagógico: não é para isso que falta dinheiro à Câmara de Leiria. Falta dinheiro é para as obras e eventos que quer mostrar ao povo em ano eleitoral, como é este de 2012, e que a nova lei impede que as câmaras contratem se não tiverem fundos. E, como ela, muitas. Os autarcas habituaram-se a fazer uma barragem de artilharia eleitoral no último ano de mandato, a que se seguem três anos de penúria e de atraso de pagamento a fornecedores para pagar as contas do fartote. E quando existe o perigo de a câmara ser conquistada por força política rival ainda é maior o desvio entre a receita efetiva (distante da empolada receita orçamentada) e a despesa real, que excede a despesa prevista e registada, através de encargos assumidos e não pagos. A aflição financeira do Estado não deveria acomodar o populismo eleitoral das autarquias nesta reta final de mandato até outubro de 2013. Mas o lóbi político vai vencer o ministério das Finanças e a necessidade de rigor financeiro do Estado imposto pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional.


* Imagem picada daqui.

24 comentários:

Anónimo disse...

Com certeza, quem não perde são os credores de Portugal. Estão a financiar Portugal com uma taxa de juro de 5% ano ano, e mesmo que Portugal entre em incumprimento, já receberam o suficiente para perder algum.

Quanto ao lixo que há por cada Câmara de Portugal, nada de novo. O chamado poder autárquico é uma das maiores misérias que Abril trouxe. Angariadores de comissões de 10%, na maioria das edilidades, que agora sem obras, se vêem aflitos para enriquecer rapidamente.

Mas, o que fez o Povo para pôr esse biltres na linha? Nada. Elegeu-os até mais não. De Matosinhos a Oeiras, de Gondomar a Almada, é só dinossauros, eleitos pelo Povo.

O Povo português vai passar por décadas de miséria acentuada. Mas, nada como uma Mini e um bom jog de futebol, para fazer esquecer essas agruras.

Sai mais uma Mini, para a mesa do canto do Dr. Raul Castro!

Anónimo disse...

Outra para mim Coelho, se forem duas troco-as por um subsídio.

Anónimo disse...

O poder autárquico é constituído, na sua esmagadora maioria por uma cambada de incompetentes e oportunistas, que aproveitando a ingenuidade congénita do tuga, enriquecem e vivem faustosamente.
Os biltres sabem que sem eles, as chefias partidárias não ganham eleições. Logo, o poder central continuará a fechar os olhos, senão mesmo a incentivar, que os srs. das câmaras continuem o regabofe do endividamento.
A bem da nação, os lorpas do costume pagarão a fatura!...

Anónimo disse...

"O poder autárquico é constituído, na sua esmagadora maioria por uma cambada de incompetentes e oportunistas" -- é pá! são tugas, são todos tugas, todos nós somos tugas.

O Marquês de Pombal foi o último português, a sério.

Agora tarde piaste, o barrete está sempre enfiado até aos pés, há muito tempo.

Ó Coelho, mais duas minis, pá!


Lua Velha

Anónimo disse...

Pois é, os portugueses foram comidos pelos tugas. Fod...-se Portugal. Não se pense que vai existir alguém para pagar o paraíso dos tugas. O Império agora é do Monarca Eduardo dos Santos.

Anónimo disse...

A gatunagem das autarquias e Finanças anda a reavaliar imóveis antigos.
Em breve os portugueses mais modestos terão que entregar tudo ao Estado e emigrar.
Já não se pode viver em Portugal.
Ficam os políticos,pretos,ciganos e funcionários públicos.
Os parasitas venceram.

JMCL disse...

Apesar de o autor do blog não o referir ficamos a saber também o porquê do agravamento do IMI.

Anónimo disse...


«Mas o lóbi político vai vencer o ministério das Finanças e a necessidade de rigor financeiro do Estado imposto pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional.»

Tal e qual. E sem qualquer sanção. A "necessidade de rigor financeiro" continuará a ser paga pelos mesmos.

Valha-nos ao menos que o prof. Caldeira parece ter acordado das ilusões que ainda teve com o PSD, isto é, o PS da Direita.

Anónimo disse...

Se assim for surgirão consequências suficientemente gravosas para se passar de facto à acção. Se PPC não acordar a tempo o caso terá que ser enfrentado doutra forma. Ainda não morremos todos.

Anónimo disse...

Relvas foi para Timor. Quando chegar de lá vai pedir equivalencia a Marchal

A Mim Me Parece disse...

O DN terá perguntado a Passos Coelho se o senorio da casa onde passou férias no Algarve lhe passou o correpondente recibo. Passos Coelho ter-se-á recusado a responder por entender tratar-se de assunto do seu foro privado. Do seu foro privado? Saber se o PM deste sítio é ou não conivente de fugas ao fisco de terceiros em negócio em que uma das partes é ele próprio? Estemos entregues aos bichos, o que para mim não é novidade,infelizmente.

Anónimo disse...

Miguel Relvas vai pedir junçao desta sua viagem a Timor para conseguir o mestrado de doutouramento.
Pouca sorte, Portugal ter muita canalha desta a governar os destinos de todos os portugueses

Anónimo disse...

Ao papagaio que mandaram falar do Relvas não se acaba a gasolina.Deve ganhar ao km.

Anónimo disse...

V.da Silva,Ferruginoso,Pedroso,R.Rodrigues,etc,vão pedir equivalências à Casa Pia.
O Seguro vai pedir equivalências ao Barão de Münchhausen.

Anónimo disse...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=589518

Richard Millet, um respeitado escritor francês, está a provocar uma acesa polémica depois de ter afirmado que o autor confesso dos ataques de Oslo, Anders Breivik, é «sem dúvida o que a Noruega merece».
Depois de ler as 1.500 páginas do manifesto online de Anders Breivik, Richard Millet disse não aprovar os ataques, que provocaram a morte a 77 pessoas, mas enalteceu as palavras do extremistas norueguês contra o multiculturalismo e a imigração.
O autor salienta que Breivik, condenado na semana passada a 21 anos de prisão, «é filho de uma família fracturada».
Vencedor de vários prémios literários em França, Millet vê-se assim no meio de polémica, que já levou outros autores a criticá-lo e a considerar que «ele perdeu a cabeça».

Anónimo disse...

Quando não se alinha no discurso políticamente correcto do estrume de esquerda,é-se sempre polémico e criticado.

Anónimo disse...

Grande barraca:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/nomes-de-1438-macons-revelados-na-internet

No dito blog já há ameaças de morte.


Bem, vou dar água à burra.
Lua Velha

Anónimo disse...

Serão maçons ou malenconados? Quando é que há substituto para a Vagina de Inglaterra? Irá ele para junto do Vigarista, para o Bois de Boulogne?

Karocha disse...

http://casadasaranhas.wordpress.com/2012/07/19/a-maconaria-em-portugal-uma-historia-de-corrupcao-e-conspiracao/

MOVVIMENTO DOS PATRIOTAS PORTUGUESES disse...

O ESCÂNDALO DO CONTROLO DO PSD E DO GOVERNO PELA MAÇONARIA ATINGE AGORA UM NOVO PATAMAR DE IGNOMÍNIA.DEPOIS DE MIGUEL RELVAS, O DE FACTO PATRÃO DO GOVERNO, SABE-SE AGORA PELA ANÁLISE DA LISTA PUBLICADA NO BLOGUE CASA DAS ARANHAS QUE ANTÓNIO JOAQUIM DE ALMEIDA HENRIQUES,O DE FACTO CONTROLEIRO DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA E EMPREGO E GRANDE PATRÃO DO QREN,É MAÇON COM A AGRAVANTE DE O SER PELO MENOS DESDE 2004 A SER VERDADE QUE A LISTA REMONTA A ESSA DATA.NO CENTRO DE UMA TEIA DE EMPRESAS FALIDAS E CORRUPTAS,DE OPERAÇÕES AUTÁRQUICAS MAIS QUE SUSPEITAS QUE LIGAM O ASSOCIATIVISMO EMPRESARIAL E A REDE CORRUPTA DOS "CONSULTORES SOCIALISTAS", ESTE MAÇON É MAIS UMA FACE VISÍVEL DE UM GOVERNO CORRUPTO,DOMINADO POR MÁFIAS QUE MALBARATAM DINHEIROS PÚBLICOS E COMUNITÁRIOS PROSSEGUINDO A POLÍTICA SÓCRETINA DE FAZER RECAIR SOBRE A POPULAÇÃO INDEFESA OS CUSTOS DA CORRUPÇÃO DE ESTADO PARA MAIOR PROVEITO DOS GRANDES OBREIROS DA CORRUPÇÃO QUE ESTÃO A ENRIQUECER COM A DESGRAÇA DAS FAMÍLIAS PORTUGUESAS.É PRECISO DIZER BASTA!NO PORTUGAL DE 2012 MAÇONARIA É SINÓNIMO DE MÁFIA,A MÁFIA RESPONSÁVEL PELA BANCARROTA NACIONAL,PELA ALIENAÇÃO DA SOBERANIA DO ESTADO PORTUGUÊS E PELO EMPOBRECIMENTO GERAL DOS PORTUGUESES.INFILTRADA EM TODOS OS CENTROS DE PODER SÃO ELES SEM DÚVIDA OS PRINCIPAIS INIMIGOS DO POVO PORTUGUÊS A MERECEREM UM CASTIGO EXEMPLAR POR PARTE DOS PORTUGUESES DE HOJE E AMANHÃ.

Anónimo disse...

Não queremos Maçons no Governo.Demissão imediata de todos os Maçons do Governo.

Anónimo disse...

http://casadasaranhas.wordpress.com/2012/07/19/a-maconaria-em-portugal-uma-historia-de-corrupcao-e-conspiracao/

Troufa Real
Professor Catedratico
Arquitecto Urbanista
Angloluso
Católico Apostólico Romano praticante
Mestre Maçon do Grande Oriente Lusitano
Honorário da Loja Simpatia e União onde foi Orador e Venerável
Honorário da Loja Rebeldia
Militante histórico do MPLA
Apoiante do Presidente José Eduardo dos Santos incondicionalmente

Anónimo disse...

http://bardoalcides.blogspot.pt/2012_04_01_archive.html

SIC, uma televisão ao serviço da MAÇONARIA!

Realmente não dá para duvidar...

Ontem na programação da SIC, dois programas com MAÇONS!

O arquiteto de "ELITE" da Maçonaria, o Troufa Real.

E no outro, dois MAÇONS de diferentes Lojas...

O João Soares da máfia maçônica do PS, o GOL e o Luís Montenegro da GLLP, a máfia maçônica do PPD-PSD.

Depois do dia 25 de Abril de 1974, esta "CAMORRA" apoderou-se dos desígnios da Nação e vive à custa dela, ou seja, à custa do ERÁRIO PÚBLICO...o dinheiro dos contribuintes!

Defendemos a tese de que desde há vários anos, NÃO existe nem "esquerda" nem "direita" em Portugal.

Existem os que vivem à custa do Erário Público (A MAÇONARIA) e os "outros", que somos todos nós, aqueles que pagam os seus impostos.

Temos a Nação no estado em que está, na BANCAROTA, porque esses crápulas ROUBARAM E CONTINUAM A ROUBAR A NAÇÃO PORTUGUESA!!!

A SIC é, sem dúvida alguma, uma estação de televisão ao serviço da Máfia Maçônica!

Com este post, queremos alertar os Portugueses que a SIC do Francisco Pinto Balsemão é uma cadeia de televisão ao SERVIÇO DA MAÇONARIA PORTUGUESA!

Anónimo disse...

Não por acaso os únicos sectores não afectados pela Troika e Governo são Autarquias e Bancos.
Os Autarcas fazem o que querem, com o orçamentos.
Repartem o FEDER e as CCDR's com o Maçon Almeida Henrqies Sec Estado, que é quem tem o dinheiro.
Entre os autarcas do PS ou do PSD mais relevantes nas CCDRs e nos conselhos regionais não há diferenças, apenas convergência.
Repartir o bolo, nomear iluminados!