quarta-feira, 8 de junho de 2011

Boato sem fundamento possível

O lançamento do nome de Luís Filipe Pereira, o ex-secretário de Estado amnésico da tutela da Casa Pia nos anos negros de 1987 e 1988, como uma das hipóteses para ministro da Saúde e da Segurança Social do novo Governo PSD-CDS é um boato sem fundamento possível.


Limitação de responsabilidade (disclaimer): Luís Filipe da Conceição Pereira deixou a presidência da Efacec, em Abril de 2011. Foi secretário de Estado da Segurança Social entre Janeiro de 1987 e Janeiro de 1989, mas, segundo o CM, de 1-3-2003, terá dito na Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais da Assembleia da República, em Dezembro de 2002, que «não se recordava de ter tido a tutela da Casa Pia», instituição que efectivamente tutelou nessa altura e na qual terá discursado na abertura do ano escolar em 1988-1989. Ex-secretário de Estado da Segurança Social e ex-ministro da Saúde (entre Abril de 2002 e Fevereiro de 2005),  foi arrolado como testemunha pela defesa de Carlos Cruz em Fevereiro de 2006 e prestou depoimento na 248.ª sessão do julgamento, em 16-11-2006. Luís Filipe da Conceição Pereira não é suspeito ou arguido do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade no âmbito do processo de abuso sexual de menores da Casa Pia ou, que eu saiba, de qualquer outro.

13 comentários:

Anónimo disse...

Xiiiiiiiiiiiiii!
Esse sr tem um currículo bem ao nível do partido socialista.
Que faz ele no PSD?

Anónimo disse...

segure-se homem, e prepare-se ! as 'surpresas' que você vai ter ...

Mani Pulite disse...

ESTE NÃO FOI DO PC?É UMA BOA PERGUNTA PARA LHE SER FEITA MAS TALVEZ JÁ NÃO SE LEMBRE.POR OUTRO LADO, QUERIA UM GOVERNO PS-PSD-CDS,SEMPRE RECUSADO POR PASSOS COELHO.A INCLUSÃO NO NOVO GOVERNO DE PESSOAS QUE DEFENDERAM ESTA SOLUÇÃO PARA PORTUGAL SÓ SERVIRÁ PARA DESACREDITAR TOTALMENTE O NOVO GOVERNO PERANTE O SEU ELEITORADO E PARA LEVAR À PRÁTICA UMA POLÍTICA DE PROTECÇÃO DO PS E SEUS ELEMENTOS PELOS DESMANDOS E CRIMES QUE PRATICARAM DURANTE A DITADURA SÓCRATES.

Anónimo disse...

Nunca foi Do PS ou do PCP.

Talvez tenha sido de outra coisa.

Consta-se de que alguns dos "novos" nomes, são velhos. É pena, Dr. Passos.

Não deve ser verdade.

Anónimo disse...

O Pinto Morteiro está a pedir chuva. Veio falar contra as propostas da Tróika, sobretudo no que diz respeito à Justiça. Não quer que lhe toquem no canteiro. Temos que exigir um cão novo, para tomar conta do canteiro. Neste, mijam todos.

Anónimo disse...

Freeport: Charles Smith e Manuel Pedro julgados no Montijo

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a instância competente para julgar os dois arguidos do processo Freeport é o Tribunal do Montijo.

O juiz-presidente da 5.ª Secção Criminal do STJ analisou o conflito de competências entre as Varas Criminais de Lisboa e o 3.º Juízo do Tribunal do Montijo, decidindo que o caso deve ser julgado na comarca do Montijo.

Esta decisão não é recorrível, aguardando-se agora a marcação do julgamento de Charles Smith e Manuel Pedro, que vão responder pelo crime de tentativa de extorsão.

No despacho do juiz-conselheiro Carmona da Mota, a que a agência Lusa teve hoje acesso, o crime foi praticado em parte no estrangeiro (Londres), pelo que é competente para o julgar “o tribunal da área nacional onde tiver sido praticado o penúltimo ato relevante”, ou seja, o do Montijo.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=13&id_news=515264

Anónimo disse...

A rataria, segundo parece, está muito satisfeita com o discurso de PPC, na noite dos resultados eleitorais.
Diziam em voz baixa: - O homem só quer o futuro, diz que não lhe interessa o passado.
Meu Deus, mais um tiro "no pé", porra!... Se assim for vai-lhe custar as eleições daqui a 4 anos se não for antes.
A rataria ainda não abandonou o barco, não param de roer longos túneis das Câmaras para os ministérios, dos ministérios para a PGR, para Belém, para...Onde houver algo para minar e roer.

Abaixo a rataria!

Napoleão

Mani Pulite disse...

COM SÓCRATES TEMOS SEMPRE UMA CERTEZA.SE DESMENTE É VERDADE.

Anónimo disse...

O dito "Engenheiro" parece que desmente ter sido nomeado por Dilma para Vendedor oficial do Brasil na Europa.

Se desmente, é porque vai ser parceiro de Vara na Camargo.

Vara & "Engenheiro", SA - Sociedade de ratos

Anónimo disse...

O Filipe parece que vem do Mello? Efacec e Companhia.

Será que os Mellos, de ondes está o N. Leite, vai tomar conta da saúde?

Os Centros de Saúde vão ficar nas mãos dos Mellos?

Anónimo disse...

Atenção a novos jogadores:

http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?id_news=160264

Eduardo Moniz: TV generalista em desgaste «muito acelerado»

O vice-presidente da Ongoing Media, José Eduardo Moniz, considerou hoje que as televisões generalistas em Portugal estão a desgastar-se de forma "muito acelerada" e "ainda não perceberam que há um novo consumidor" nos dias que correm.
"Falta muito espírito de iniciativa e dinâmicas que gerem aproximação aos telespetadores", disse o antigo diretor-geral da TVI à agência Lusa, à margem da apresentação do reality show uMan, uma parceria entre a Ongoing, Cofina e Zon Multimédia.

Hoje em dia, diz José Eduardo Moniz, o telespetador decide "o que quer ver, onde quer ver, como quer ver, quando quer ver", pelo que os canais generalistas devem aproximar-se dessa realidade de modo a não perderem mais audiência para a televisão por cabo.

Diário Digital / Lusa

Delmanto disse...

Sou do Brasil e aproveito este espaço para divulgar o post do meu blog:"Camões: A Alma da Nacionalidade Portuguesa!", que pode ser acessada no link abaixo:
http://blogdodelmanto.blogspot.com/2011/06/camoes-alma-da-nacionalidade-portuguesa.html
Saudações democráticas.
Armando M. Delmanto
e-mail:adelmanto@hotmail.com

Carlos Maduro disse...

O país parece estar invadido por uma onda justiceira, começa na Ana Gomes e acaba no PSD. A pergunta fatal da noite socretiana é bem reveladora daquilo que todos pensam.
Tem razão Passos Coelho quando diz que é preciso olhar em frente. Ai de nós e ai do país se o Primeiro Ministro cai na esparrela de perder tempo nas teias da justiça.
Precisamos dum juiz como aqueles que todos nós sabemos, disso precisa-se como do pão para a boca. Mas sejamos claros, não pode de ir de arpão à caça deste ou daquele, isso é uma vingança que não dignifica quem o faz. Precisamos é de alguém que deite a rede bem ao largo, e quem cair que caia efectivamente para ficar preso, seja atum, chaputa ou peixe espada.