sábado, 21 de maio de 2011

K.O. técnico de Passos a Sócrates

O debate entre José Sócrates e Passos Coelho, de ontem, 20-5-2011, na RTP-1, teve como resultado uma vitória retumbante do líder do PSD. Não é apenas a minha opinião: na sondagem da Universidade Católica sobre o resultado do debate, encomendada pela RTP, para explorar o previsto baile de Sócrates, 46,4% dos inquiridos disseram que Passos Coelho ganhou; e somente 33,9% afirmaram que Sócrates venceu! Isto é, nem sequer o seu eleitorado acha que ganhou; e todo o outro entende que perdeu. A socialista RTP, que nem sequer pôs a sondagem em destaque na sua página principal da Internet, sumiu-a em letra minúscula para o rodapé da sua página de notícias, no curto parágrafo da notícia onde não é mencionada a dimensão da derrota, justifica o resultado com «ainda assim»...

O debate descobriu um Passos Coelho determinado, seguro e com autoridade, sem erros de alvo e invectivando o primeiro-ministro pela mentira, contra um Sócrates que, além da sua face colérica e irritadiça conhecida, pareceu acossado e vergado. Passos, sempre educado, saíu das cordas do programa pseudo-neoliberal do PSD, onde Sócrates o pretendia encurralar, para o centro do ringue da ruína financeira e conómica do País. E aí desferiu vários directos no queixo que derrubaram o surpreendido campeão, que vinha para o combate pesado e sem treino, exibindo desprezo pelo oponente, confiado na glória dos títulos passados e na sua manha dos golpes baixos nos rins. Desorientado com o boxe do adversário, em cada novo assalto Sócrates queria voltar a repetir os anteriores que já tinha perdido, em vez de tentar os outros truques que os treinadores lhe haviam sugerido. A luta continuou com o castigo sucessivo do pugilista dos calções cor de rosa, perante um público que quase implorava que o árbitro terminasse o desafio. O combate terminou com K.O. técnico: sobrepujado e sem conseguir reagir, desenhou-se a decisão de atirar a toalha ao chão  - o seu campo, em corner stoppage, veio oferecer, nessa noite, a rendição patética a um governo de bloco central, liderado por quem quer que seja...

O efeito do anúncio do envio do meu livro «O Dossiê Sócrates» ao Dr. Passos Coelho foi conseguido: o primeiro-ministro evitou atacar Passos com as Novas Oportunidades, para que o líder do PSD não o confrontasse com o seu percurso académico trapalhão.

Conhecendo, pelas sondagens diárias que certamente tem, que o PS resvalou da tendência que subida com que vinha, pois o Bloco conteve a sangria do voto aflito, e que o PSD travou a perda de preferência dos reformados dourados e funcionários públicos para o conservadorismo neutro do CDS, Sócrates fez, logo no início do debate um ataque pessoal, com um relatório de uma empresa de que Passos foi administrador. E Passos respondeu-lhe bem, embora lhe devesse lembrar também o seu percurso profissional e... académico. A opção pelo ataque pessoal já se percebia desde a manhã de ontem, com a notícia de Ana Sá Lopes no i, sobre uma multa ambiental do ano passado requentada. Os números, divulgados em 20-5-2011, no dia do debate, das sondagens da Intercampus e da Aximage, que dão vantagem ao PSD, devem ter feito tocar a campainha de emergência no staff das informações: a notícia matutina e a ratificação oficial da linha de ataque pelo próprio primeiro-ministro no debate nocturno, prenuncia o retorno da campanha negra socretina.

Penso que Sócrates perderá esse combate pessoal, pois terão de lhe lembrar um ou outro de uma panóplia de casos (e vale o disclaimer abaixo): a sua licenciatura ao domingo na Universidade Independente, a pós-graduação em Engenharia Sanitária, o título de engenheiro falso, o currículo falso; o ISEL; a sua resposta aos costumes no julgamento de Edite Estrela; o «plano governamental para o controlo dos meios de comunicação» da Face Oculta; o Freeport; o caso dos apartamentos do Heron Castilho; o caso Sovenco; o caso do aterro da Cova da Beira; os tempos da Progitap; os projectos da Covilhã e o seu trajecto na Câmara; Luanda; Sintra; a inesquecível energia vibrante da casa da serra da Estrela e do bar da Covilhã; a esgrima de Coimbra (onde foi atirador entre 1975 e 1980); e as fotografias do Carlão.

Por estar ao telefone, suprimi o som da televisão após o debate. A cara de enterro dos socialistas e dos seus aliados - Francisco Assis, Augusto Santos Silva (que susto!), Pedro Marques, Emídio Rangel, João Marcelino - que iam passando pelo écran dos canais de notícias era tremenda. Marcelino, ágil, recompôs-se e ajeitou-se logo: no teletexto, passou uma frase sua de que este era o melhor debate de Passos Coelho...

O debate de ontem não é, ainda, o veredicto da derrota de Sócrates. Mesmo que se esfumem as oportunas contas e estatísticas estratosféricas do melhor dos mundos, que Coelho ontem glosou, Pinto de Sousa jogará a campanha negra - e engana-se perigosamente quem o menospreze. Os moribundos são muito perigosos para quem passar no seu alcance. E desesperados atacam com aquilo que tiverem. Sócrates acumulou dossiês que já começou a filtrar pelos canais de confiança. Por isso, importa cerrarmos fileiras para desmontar a campanha negra que teve ontem, de manhã, a primeira operação.

O debate de 20 de Maio de 2011 é o princípio decisivo do seu fim: com péssimos resultados económicos e financeiros, restava ao líder socialista, o élan vital de uma vitória no debate, para demonstrar aos eleitores que só ele, e não Passos Coelho, tem fibra para governar o País neste momento de grande tribulação. Porém, sucedeu o contrário. Nestas horas, há votantes do PS, e até mais à esquerda, a considerar a hipótese de votar Passos para extirpar o cancro que Sócrates disseminou no País. Faltam quinze dias até às eleições e, à parte a campanha negra de dossiês fátuos sucessivos sobre Passos que o socratismo já começou a lançar, se os tiros forem concentrados no inimigo em vez da pistola se distrair com os pés, a remoção do socialismo capitalista do poder é possível.


Actualização: este poste foi actualizado e emendado às 13:28 de 21-5-2011.


* Imagem editada daqui.


Limitação de responsabilidade (disclaimer): José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, e demais entidades referidas em notícias dos media, que comento, não é suspeito ou arguido do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade.

22 comentários:

Jorge disse...

Balbino, daqui a uns tempos está você a espiolhar o passado de Passos Coelho, ressentido pelas suas políticas...

Isabel Filipe disse...

Boa tarde António.

Concordo e subscrevo.
Só não gostei de uma coisa da parte de PPC: andar a tratar Sócrates por Sr. Engenheiro ...

A Mim Me Parece disse...

Pois se o Sócrates o trata por Sr. Doutor como pode ele não o tratar por Sr. Engenheiro?

Isabel disse...

Esteve patente para quem quis ver e ouvir, a vitória duma serena honestidade sobre os habituais truques trapalhões. Como dito no post, nem os mais fiéis cães de fila foram , a quente, capazes de refutar a evidente derrota do seu chefe. Hoje, já se ensaia outra coisa: tentei ler o Expresso e depressa o remeti ao lixo que vem merecendo. A estratégia de resposta foi rápida: negar ou desvalorizar a derrota "porque não foram focados assuntos essenciais". Pudera! Se uma criatura acossada pelos seus próprios erros se recusa a calar-se sobre o que menos interessa e, entre esgares de criança mimada, atira para o ar assuntos sobre os quais, como lhe foi reparado, nada tem para dizer....

Militante disse...

Doutor Balbino, não gostei do termo a RTP Socialista. Creio que com Nuno Santos e Vítor Gonçalves aos comandos da máquina o PSD não tem razão de queixa.

Nuno Santos é amicíssimo do genro (Luís Montez) do Senhor Presidente da República e Vítor Gonçalves escreveu o livro "A Agenda" em estreita colaboração com o Professor Aníbal Cavaco Silva - pessoa que estimo e prezo.


Curioso que o melhor debate de Passos e as melhores entrevistas tenham sido dadas na RTP.

Já nas traiçoeiras SIC e TVI as coisas não correram tão bem.

Caro Professor Balbino Caldeira,espero que, caso seja possível,diga ao Doutor Passos para que este evite o aparecimento de determinadas personagens do PSD comecem a falar sem qualquer coordenação, para evitar errros que podem dar alento a um adversário que começa a ficar nervoso, mas ainda nãi totalmente derrotado.


Ainda é possivel Passos Coelho ter maioria absoluta sozinho, convém evitar alguns erros e dar mais uma visão social democrata, deve acarinhar mais a RTP, pois essa maioria também pode depender de uma certa paz justa com uma casa que tem os seus defeitos, mas também tem muitas virtudes, com pessos sérias e justas.


Com os melhores cumprimentos e que Deus ajude Portugal a virar uma das suas páginas mais negras.

Caboclo disse...

"...esgares de criança mimada... "

Foi o que eu mais notei ..

Caboclo disse...

principalmente pq o vídeo a partir de uma certa altura começou a travar ..e então ficavam congelado os esgares ..

triste..semelhante abécula no leme da pátria

Ana Mendes da Silva disse...

Muitos parabéns ao PPC pela clara vitória no debate e ao ABC, fiz a mesma leitura do facto do inginheiro não ter feito a habitual propaganda ao reinado socratino na (des)educação nestes últimos 6 anos.

Anónimo disse...

Ó Isabel ainda compras o espesso? Nem espesso nem iii. Em Portigal não temos imprensa "descomprometida". Uma das razões porque estamos assim. Anda tudo à gósmia.

Anónimo disse...

Os alentejanos é que sabem:

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=19730

O homem do leme do PS não encheu Évora

A imagem do homem do leme pertence agora a José Sócrates, no imaginário do PS. No apelo ao voto, Carlos Zorrinho, número um da lista por Évora, onde o PS fez o primeiro comício da campanha, usou essa imagem antes colada a Cavaco Silva. Como explicou Zorrinho, «só quem esteve ao leme no momento mais negro da tormenta é que nos pode conduzir a porto seguro».
José Sócrates conseguiria levar a porto seguro a audiência no seu discurso, em que dramatizou a escolha entre um PS que defende o Estado Social e o PSD «mais à direita de sempre». «Agora é a sério», disse, dramatizando a importância das eleições de 5 de Junho. Sócrates entusiamou a audiência em que sobressaia, pela exuberância e alegria, membros de comunidades étnicas de origem cabo-verdiana e indiana.

O PS não conseguiu porém encher a Praça do Giraldo, no final desta tarde de sábado. A estrutura com bancadas, um écran gigante, uma câmara de grua, e grande aparato de luz e som, que ocupava a placa central da praça, ficou com algumas dezenas de lugares vazios.

Anónimo disse...

Luanda?

http://patriciaguinevere.blogspot.com/2010/11/origem-da-divida-angolana-as.html

A pessoa indicada para pagar esta divida às empresas portuguesas é… José Sócrates, o esquartejador de Portugal. Senão vejamos:


«Na semana passada (Jul-2008) José Sócrates fez uma visita de 24 horas a Luanda, e brindou o governo de José Eduardo dos Santos com esta declaração. "Quero que o governo de Angola saiba que [...] temos confiança no governo angolano e no trabalho que tem desenvolvido".


De acordo com o primeiro-ministro, esse trabalho tem "permitido que Angola tenha hoje um prestígio internacional, que tenha subido na consciência internacional e que seja hoje um dos países mais falados e mais reputados". Esta é de facto uma declaração extraordinária sobre o governo de Angola. Este não é, sob nenhum critério de qualidade da democracia, um governo de prestigio internacional.


Que não se pense que esta caracterização do Estado angolano é um exagero. Porventura poderíamos considerar que é uma opinião apenas partilhada por ONG (Organizações Não Governamentais) defensoras dos direitos humanos, como a Human Rights Watch, ou activistas inoportunos como Sir Bob Geldof, que recentemente numa palestra proferida a convite do BES em Lisboa se atreveu a criticar o governo angolano. Mas não é esse o caso.


O insuspeito Banco Mundial há já vários anos que publica um relatório sobre a qualidade de governação no mundo. Esse documento apresenta dados sobre os seguintes aspectos: 1) Pluralismo e responsabilização do governo; 2) Estabilidade política e ausência de violência/terrorismo; 3) Eficiência governativa; 4) Qualidade da regulação; 5) Estado de Direito; e 6) Controlo da corrupção. Para Angola, o último relatório publicado em 2008 inclui dados para todos estes indicadores entre 1996 e 2007. Tendo em conta estas dados, o governo angolano encontra-se posicionado entre os piores do mundo. O único indicador em que Angola escapa à liga dos últimos é aquele que mede o grau de violência/ terrorismo no país. Devido ao fim da Guerra Civil, houve ao longo dos últimos anos uma melhoria assinalável neste domínio. Mesmo assim, Angola continua a estar entre os 20% dos países no mundo onde o nível de violência é maior.

Anónimo disse...

http://patriciaguinevere.blogspot.com/2010/11/origem-da-divida-angolana-as.html

“A lentidão (para não dizer cobardia) com que os países ocidentais – especialmente os da Europa reagiram, vacilando primeiro face ao que estava a acontecer e, logo a seguir, com declarações vazias de boas intenções a favor de uma solução negociada, em vez de apoiar os rebeldes, terá de ter causado uma terrível decepção aos milhões de manifestantes que saíram às ruas em países árabes, pedindo "liberdade" e"democracia" e descobrirem que os países livres olhavam-nos com desconfiança e por vezes pânico. E comprovar, entre outras coisas, que os partidos políticos de Mubarak e Ben Ali eram membros activos da Internacional Socialista!” –Mário Vargas Llosa, Prémio Nobel da Literatura.

Jorge disse...

Caro Doutor:Tive hoje oportunidade de contactar em suporte de papel com a sua fantástica obra de invewstigação em volta da figura sinistra deste rapazola autoritário, seguidor exímio das técnicad propagandisticas do famigerado Goebbells,que com a sua tropa de seguidores fanáticos sequiosos tem posto em práctica sem o menor rebuço, ignorando normas,leis , rigor , honra e tudo o mais imginável ou não!`São altas horas da noite e não consigo largar a leitura desta sua obra, que espero muita gente siga com o maioe interesse, tal é a força que ela nos transmite e venho por esta razão cumprimentá-lo por mais este seu actode coragem. tomei a liberdade de trnsferir para o facebook, alguns dos seus textos,pelo que para esse factopeço a sua compreensão e fi-lo, por estar farte de ver gente incapaz, cometer toda espéie de iniquidades e atropelos á gestão deste nposso tão querido e maltratadoPaís.

Caboclo disse...

http://www.portaldoeleitor.pt/Legislativas2011/Eleicao.aspx

Alguém acha um link para os emigrantes ?
Mais uma facada na já moribunda democracia.

Anónimo disse...

Recebido por mail.

Difundo, conforme recebi.
Vejam este concurso anunciado no dia 30 de Março pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.
Concurso para "Aquisição de serviços de elaboração de propostas de decisão de propostas de contra ordenação".

Assim mesmo, tal qual. Alguém é capaz de explicar que concurso é este e para que serve? Pois tem como preço base 1,200,000.00 euros. Alguém vai ganhar UM MILHÃO E DUZENTOS MIL EUROS por apresentar uma proposta para elaborar propostas de decisão de propostas de contra ordenação.
Este é o país que o "cidadão enquanto-tal" nos tem vindo a levar!!!
Quem será o amigo do PS que vai receber esta prenda de 1,2 milhões de € !?

http://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment?ui=2&ik=b16cff5ae3&view=att&th=13009d534bbf994b&attid=0.1&disp=inline&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8vpk_0-H84mS_uhu6tpZmC&sadet=1306056064090&sads=zQAfatCIiYp8hRNY8Sh7VI0aTWE&sadssc=1

"A. Manso" :)

Jorge disse...

Caro doutor.
aqui lhe deixoonome deumapágina do facebook onde deixei várias notas sobre o seu intenso eclaro trabalho:
pesquizar emfernando chiotti

Ana Mendes da Silva disse...

PS paga apoio com refeições
Seguem José Sócrates para todo o lado, de norte a sul do País, em autocarros pagos pelo PS. Depois são usados para compor os comícios, agitar bandeiras, e puxar pelo partido, apesar de muitos deles não perceberem uma palavra de português e não poderem votar. Em troca têm refeições grátis.




http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/legislativas-2011/ps-paga-apoio-com-refeicoes

Mani Pulite disse...

ICH BIN EIN BERLINER.AS PALAVRAS DE JOHN F. KENNEDY EM BERLIM TÊM HOJE UMA GRANDE RESSONÂNCIA EM PORTUGAL.HOJE SOMOS TODOS AFRICANISTAS DE MASSAMÁ. O RACISMO ORDINÁRIO DO PARTIDO NACIONAL SOCIALISTA PORTUGUÊS DO FÜHRER SÓCRATES REVELOU-SE EM TODO O SEU ESPLENDOR.TODOS DEVEMOS CONDENAR O RACISMO DO ARIANO DA LIXEIRA DA COVA DA BEIRA,DO BESTINHO DA CASTILHO,DO QUE DIZ DEFENDER PORTUGAL LEVANDO-O AO DESASTRE TOTAL.TAL COMO O OUTRO DITADOR,NÃO PASSARÁS!

Maria Luisa disse...

Passos Coelho é educado, bom caracter, sério e muito empenhado. Faz jogo limpo mas está rodeado por alguns colaboradores que ...bem, a começar por Dr Fernando Nobre. Acho uma péssima aposta do PSD. Demasiado vaidoso o que não coaduna nada com alguém que diz ter feito um trabalho junto de populações muito carenciadas ou a passar por grandes flagelos. Quem teve essa experiência de vida amadurece a enriquece por dentro e não precisa de qualquer protagonismo ( sei do que falo). Oxalá PC tenha sorte porque ele sózinho não pode fazer milagres, precisa de uma boa equipe de gente séria e competente .

Anónimo disse...

Os Paquistaneses e Indianos andam atrás do Proto-Engenheiro da Independente, por troca de umas refeições. É o Socialismo moribundo.

Têm que ser espezinhado. Há gente decente no PS, mas os Valters, os Madelinos, os Sargetas, os Vieiras da Silva, os Clones Pereira, têm que ser mandados para a emigração.

Anónimo disse...

A luta continua.

A vitória é certa.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=13&id_news=511845

Paulo Pedroso volta atrás com pedido de indemnização

Paulo Pedroso conformou-se com a decisão do Supremo Tribunal de Justiça que, em Março passado, concluiu que a sua prisão preventiva no âmbito do processo Casa Pia foi bem decidida, segundo a edição online do Sol.
O antigo dirigente do PS – que pedia uma indemnização de 600 mil euros, alegando ter havido «erro grosseiro» e «negligência» na decisão tomada em 2003 pelo então juiz de instrução do caso, Rui Teixeira – decidiu não recorrer para o Tribunal Constitucional (TC) e assim deixar transitar a decisão do Supremo, encerrando-se o processo.

«Foi uma decisão tomada estritamente do ponto de vista jurídico», explicou ao Sol Celso Cruzeiro, advogado de Paulo Pedroso. «Poderia alegar uma série de inconstitucionalidades, mas decidimos não interpor recurso tendo em conta a orientação da jurisprudência do TC nestas matérias», acrescentou.

Encerra-se, assim, o último dos vários processos movidos por Paulo Pedroso na sequência da acusação de abusos sexuais de que foi alvo pelo Ministério Público. Além da acção contra o Estado, perdeu também todas as queixas-crime que fez contra os jovens da Casa Pia que o acusaram.

Mani Pulite disse...

OS ÚLTIMOS SEGUIDORES DO SOBA DA CASTILHO SÃO OS INDIANOS DO INTENDENTE.O SOBA DEDICA-SE AGORA AO TRÁFICO DE SERES HUMANOS FAMINTOS.EM TROCA DE UMAS SANDES AGITAM AS BANDEIRAS E OS TURBANTES COR DE ROSA NOS COMICÍOS "DEFENDA PORTUGAL".MAIS UMA MANIFESTAÇÃO DA PROFUNDA DEGRADAÇÃO MORAL E DO RACISMO DO BESTINHO DO RATO.SÓ BARBUDOS SÃO ARREGIMENTADOS.AS "PIQUENAS" DO LARGO FICAM OBRIGATÓRIAMENTE DE FORA.