sábado, 18 de julho de 2020

A rosa púrpura de Tavira



José Sócrates e o seu amigo Paulo Campos estão ligados à empresa Sabores Púrpura, Lda., de produção legal de cannabis (droga estupefaciente alucinogénica), com duas plantações em estufa (Quinta D. Rosa e Real Villa), em Tavira. A Sabores Púrpura, Lda. tem o Número de Identificação de Pessoa Coletiva n.º 509790020 e sede na rua do Cineiro, 31, em Coimbra. As CAE (Classificação portuguesa das Atividades Económicas) da Empresa são 01252-Cultura de outros frutos em árvores e arbustos, 20530-Fabricação de óleos essenciais, 01280-Cultura de especiarias, plantas aromáticas, medicinais e farmacêuticas, e 21201-Fabricação de medicamentos. A empresa, que possui alegadamente uma elevada quota de produção/exportação atribuída pelo Infarmed, terá adquirido ainda uma propriedade na zona de Beja para a produção desta droga.

Do que pude averiguar, a Sabores Púrpura, Lda., com 112.875 euros de capital social, é formalmente detida por Fernando Miguel Rodrigues de Carvalho Pereira da Silva, com duas quotas no valor de 105.375 euros e Jorge Pedro Rosa Duarte, com uma quota de 7.500 euros, conforme a alteração ao contrato de sociedade, datada de 16-5-2018. Todavia, não é conhecido acordo parassocial com empresa ou entidades nacionais, internacionais ou sociedade offshore com beneficial owners, contrato-promessa de cedência de quotas, procuração irrevogável de cedência de quotas ou outro instrumento jurídico que oculte a efetiva posse da empresa.

A Sabores Púrpura respondeu ao Observador, de 12-4-2019, que iria investir «100 milhões de euros», mas procura alianças para ganhar tração, pois consta que está com dificuldade em mobilizar capitais do estrangeiro.  Formalmente, o CEO desta empresa que anteriormente se dedicava à produção de morangos e framboesas, é o eng. Miguel Silva, de Coimbra, que também opera(va) um negócio de venda de acessórios de motas.

Ligada à Sabores Púrpura, Lda., existia a sociedade All Red, Lda., criada em 2014, com as CAEs 01252 (Cultura de outros frutos em árvores e arbustos) e 01280 (Cultura de especiarias, plantas aromáticas, medicinais e farmacêuticas), com sede no Beco do Governador Abdallah, mas que foi dissolvida e liquidada em dezembro de 2019. Ainda relacionada com a Sabores Púrpura, Lda. há a Competitive Purple - Unipessoal, Lda. 

Outros players conhecidos deste setor da droga cannabis são Ângelo Correia e Jaime Gama. Ângelo Correia, havia comprado  uma posição de 40% na Terra Verde, de Évora (com o seu sócio israelita David Yarkoni) e cederam-nas, passados seis meses, em julho de 2019, à multinacional londrina EMMAC. Na Tilray Portugal, em Cantanhede e no Esporão, ao todo com 25 hectares, está Jaime Gama (presidente do Conselho Geral do Observador) como «consultor de produção».



Disclaimer (limitação de responsabilidade): As personalidades objeto das notícias dos média, que comento, não são arguidas ou suspeitas de qualquer ilegalidade ou irregularidade nestes casos. E gozam do direito constitucional à presunção de inocência até ao trânsito em julgado de eventual sentença condenatória quando na situação de arguidas, como José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, acusado no chamado processo Marquês de «três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada» (Observador, 1-7-2020) e Paulo Jorge Oliveira de Ribeiro Campos arguido no processo das Parcerias Público-Privadas (PPP) rodoviárias (Económico, 23-7-2020).

1 comentário:

Anónimo disse...

Como tem jeito para numeros e pesquisas seria de grande interesse mundial fazer uma pesquisa e revelar os grandes salarios de todas as personagens que ocupam cargos politicos,em empresas estatais e relacionadas,nacionais e internacionais,começando pelos deputados portugueses,passando pela amnistia internacion,apav,cig,unesco,onu,human rights watc,unicef,juizes,acessores,advogados,etc...e sem tendencia partidarista.será um trabalho epico e historico,um grande favor á humanidade.Faça lá isso que depois vamos comer uma sopa de coiratos na tasca ao pé do rei das alheiras em Chelas.