terça-feira, 22 de janeiro de 2019

A transparência do novo Brasil e a opacidade do regime português: o caso das dívidas aos bancos públicos



No Brasil, mal tomou posse, o novo governo de Jair Bolsonaro mandou publicar a lista dos 50 maiores devedores do banco público de investimento BNDES; em Portugal, o governo de António Costa, com apoio do Bloco de Esquerda e do PC, escondeu a informação sobre os grandes devedortes da CGDe teve de ser uma comentadora televisiva, Joana Amaral Dias  (JAD), a assobiar essa lista preliminar, ontem, 21-1-2019.

A lista de dívidas à CGD envergonha os administradores, todos, que participaram nas decisões de crédito - e não apenas, o dono do pelouro de crédito, o vice Armando Vara, e o presidente Carlos Santos Ferreira -, e os que sabendo dessas decisões absurdas não falaram nem se demitiram, e os governos que os nomearam e mantiveram, sejam do PS, do PSD e do CDS. O realce maior deve ser assinalado ao empréstimo e participação no capital do banco público ao resort de luxo Vale de Lobo, para a vigarice de um projeto de construção de uma ilha artificial no oceano Atlântico (!) e para o financiamento corrupto do take-over socratino do BCP.

8 comentários:

Anónimo disse...

Filho varão secundogénito de Rui Guedes Soares Franco (Lisboa, 20 de Junho de 1925 - Cascais, Estoril, São João do Estoril, 28 de Outubro de 2004) e de sua mulher (Lisboa, 10 de Janeiro de 1951) Isabel Maria da Câmara Ferreira Pinto Basto (Cascais, Cascais, 8 de Agosto de 1928 - Lisboa, 8 de Julho de 2007), trineta do 1.º Visconde de Atouguia, de ascendência Inglesa, bisneta do 3.º Conde de Belmonte e do 3.º Conde de Sobral.
Exerceu diversas funções na administração do Grupo Vista Alegre, chegando a ser membro do Conselho de Administração da Vista Alegre Espanha. Depois, foi administrador-delegado e director-geral do Grupo Terrazul[1], administrador da Gil y Carvajal & Gras Savoye (operadora no sector da corretagem de seguros), da construtora Tecnovia,[2] presidente da Saibrais (operadora no sector da extracção de areias), administrador da Pinto Basto[3] e presidente da construtora Opway.[4]
Foi presidente da Assembleia Municipal de Cascais, eleito pelo Partido Socialista, entre 2005 e 2009.
A 19 de Outubro de 2005 tornou-se presidente do Sporting Clube de Portugal, após um período conturbado no clube que levou o anterior presidente Dias da Cunha a demitir-se em solidariedade com o treinador José Peseiro.

Anónimo disse...

Essa é uma das notícias que mais provocam comentários no mundo – e mostra como o Papa Francisco está revolucionando a Igreja Católica.
O furo é do El País, da Espanha.

“Juan Carlos, que você é gay não importa. Deus te fez assim e te ama assim, e eu não me importo. O Papa te ama assim. Você precisa estar feliz com quem você é — contou Cruz ao “El País”.

Juan Carlos Cruz tinha um motivo especial para se encontrar com o papa na semana passada.
Ele sofreu abuso sexual cometido por religiosos pedófilos no Chile.

Para Francisco já tinha mostra tolerância em relação a gays.

Anónimo disse...

Sinto-me descriminado...
Já pedi ao Presidente da República reuniões, já pedi que interviesse para resolver questões da Polícia, já o convidei várias vezes, publicamente, para aparecer um dia, sem avisar, e junto com uma patrulha, fazer um turno de serviço e ir resolver ocorrências, ele nunca aceitou.
Mas foi ao bairro da Jamaica!

Anónimo disse...

Sobre a homossexualidade, ele não diz grande coisa, até porque é evidente que há padres que são homossexuais — ou são heterossexuais ou são homossexuais, não há volta a dar. Nota-se nas histórias que ele conta no livro, que fala com muito respeito nessa matéria, fala de amigos dele que são homossexuais. Provavelmente porque é argentino, porque em Buenos Aires sempre houve grande tolerância…Até porque há muito anti-clericalismo à mistura: “Ah, os padres são todos uns pedófilos”. Portanto, em primeiro lugar, é preciso distinguir muito bem aquilo que é homossexualidade daquilo que é pedofilia. E sobre a pedofilia, verificar se é verdadeiro ou falso.

Anónimo disse...

em Tomar, estão duas caixas de esgotos sem tampa e sem qualquer sinalização vertical de perigo.

Anónimo disse...

Boa tarde.
Mas segundo parece, e muito provavelmente é verdade, o governador do banco de Portugal, só pode ser demitido se o banco central europeu autorizar...
miseravelmente lol...
Carlos

Anónimo disse...

Politécnico: Faleceu Domingos Rijo
O professor aposentado do Instituto Politécnico de Castelo Branco era Grande Oficial da Instrução Pública atribuída pela Presidência da República. Faleceu, aos 86 anos, esta quarta-feira, em Castelo Branco.

osátiro disse...

O que é sem dúvida mais grave é o projeto nascida na MAÇONARIA de um take over (compra ou lá o que seja..) do MILLENIUM /BCP por lacaios maçons tipo berardo (lembram se de todos os dias andar nas TVs a grunhir insultos e calúnias contra Jorge Jardim Gonçalves, que construiu o BCP do zero, tendo sido convidado por M Soares a voltar a portugal no inicio dos anos 1980...?) porque o BCP era.....da opus Dei..!!!
ora, quem conhecia os estatutos do BCP (com limite de voto de 10% )e os acionistas sabia que era MENTIRA ..
conclusão: a MAÇONARIA colocou vários peões--vara, berardo----para tomar conta do BCP emprestando milhões da CGD para esse ato criminoso......
sim criminoso::: lembro das ações do BCP valerem TRÊS EUROS EM BOLSA...antes do assalto..
e agora?
a maçonaria e os peões DESTRUÍRAM OS DOIS MAIORES BANCOS PORTUGUESES DE ENTÃO: CGD BCP......
e são os portugueses quem paga com impostos estas trafulhices..

PRISÃO PERPÉTUA PARA VARA, BERARDO, S FERREIRA, OLIVEIRAS E OUTROS QUE FACILMENTE O Mº Pº DESCOBRIRÁ SE QUISER E....DEIXAREM....É O MÍNIMO...

e negócios como vale de lobo..onde está sócrates e vara obviamente....e outros investigados até ao tutuano

para isso, tem que haver VONTADE POLITICA DO C S M P E C S M.....e tirar o ivo rosa do TCIC.....e a L Gago da PGR...

foram lá colocados para safar os xuxas e pedreiros que ROUBARAM Á GRANDE PORTUGAL..

para já a nova PGR teve derrota estrondosa no GALPGATE.....

veremos os próximos capítulos...